Como manter relacionamentos interpessoais saudáveis? 6 dicas!

Torne suas relações interpessoais mais fluidas e leves :)
Terapeuta Certificado
Mais terapias de Vanessa Augusto
5/5 - (6 votos)

Nossa vida é feita de relações, sejam elas boas ou não, e o fato é que ninguém passa imune aos relacionamentos interpessoais, uma vez que o próprio viver implica em se relacionar.

Atire a primeira pedra quem nunca teve problemas ou dificuldades nas vivências dessas relações, de toda ordem: familiares, de trabalho, sociais e, atualmente, virtuais.

Sou Vanessa Augusto, terapeuta transpessoal no Guia da Alma e hoje vamos conversar sobre como podemos manter nossos relacionamentos interpessoais saudáveis em nossas vidas.

E o quanto eles nos afetam diretamente em nosso cotidiano, por meio do que carregamos, compartilhamos e aprendemos sobre eles. Boa leitura!


O que é um relacionamento interpessoal saudável: Significado!

imagem de o que é um relacionamento interpessoal saudável significado

Foto: FG Trade – istock

Primeiro é importante ressaltar que relacionamento interpessoal saudável é aquele em que existe a troca positiva entre duas ou mais pessoas e você aprende com a pessoa, a pessoa aprende contigo – de uma maneira leve, positiva, com diálogo, tranquilidade, reciprocidade.

Existe, nesse relacionamento, algo de extrema relevância que é a comunicação não violenta, que flui, que se conecta, que sabe preservar o respeito e, principalmente, que interage com o outro ser humano com relevância e responsabilidade.

Sim, porque relacionamento interpessoal exige interação com o outro ser, caso contrário, a conexão não existe e não se forma a interpessoalidade.

Além disso, é uma conexão que não se fecha, ou seja, não se encerra por si mesma e pode ser sempre melhorada, aprimorada, caso as pessoas tenham interesse para tal.

O relacionamento interpessoal pode acontecer entre nós e nossos familiares, amigos e também no ambiente de trabalho.

É a base da construção das nossas relações em sociedade e, por isso, é de fundamental importância que sempre possamos melhorar e experimentar trocas positivas nessas interações com as outras pessoas.

Características de um relacionamento saudável

ícone de características de um relacionamento saudável

Como dissemos, uma das primeiras características do relacionamento saudável é a fluência da comunicação.

Quando essa ferramenta flui, temos garantido 50% da interação de um relacionamento, pois, em grande parte das relações em nossas vidas, a comunicação é falha, é pouca ou deficiente e em grande parte das relações ela sequer existe.

E como fazer isso?

Apenas pelo exercício do autoconhecimento ou da quebra da zona de conforto.

Vejamos algumas características importantes:

  • Empatia: é a capacidade de entender o lugar da outra pessoa e saber o momento de agir. Nem sempre é simples administrarmos a empatia, principalmente se estamos lidando com pessoas difíceis, porém, ao aprimorarmos essa habilidade, conseguimos ter bons resultados nas nossas relações.
  • Autoconhecimento: é também uma habilidade que torna fluente o nosso relacionamento, por expandir nossos horizontes, por nos trazer novas visões, novos pontos de vista e entendimento das diversas situações de vida de cada um.
  • Assertividade: também nos proporciona relacionamentos saudáveis, uma vez que nos colocamos de maneira clara, objetiva e com respeito diante das pessoas, isso também nos dá segurança para agir com mais clareza e discernimento.
  • Ética: é também uma característica que deve existir nas nossas relações, pois, assim, contribuímos para que toda e qualquer pessoa que se relacione conosco, saiba sempre sobre as nossas intenções e honestidade, valores importantes para manter uma relação saudável.
  • Capacidade de negociação: também contribui para uma relação satisfatória, pois conseguimos esboçar nossos desejos e também enxergar o que as pessoas esperam de nós, dentro das situações.

Ou seja, quando dominamos essas capacidades e características, saímos na frente quando nos propomos a desenvolver relacionamentos interpessoais saudáveis e essas habilidades podem e devem ser aprimoradas sempre que possível.

Muito importante observar que as relações mudam com o tempo, quer seja pelas mudanças de cada um, quer seja pelas circunstâncias da vida.

Relação viva é sempre aquela em que existe:

  • A troca na convivência;
  • O diálogo harmonioso;
  • E a vontade de se manter no vínculo dessa experiência.

Está gostando? Leia também meus outros artigos:

Terapia e Relacionamentos interpessoais saudáveis: qual a relação?

imagem de terapia e relacionamentos interpessoais saudáveis qual a relação

Foto: SDI Productions – istock

Nem sempre temos relacionamentos interpessoais com pessoas que têm as mesmas bases, a mesma origem, as mesmas bagagens e percepções da vida que as nossas.

Por conta disso, uma série de dificuldades podem ser enfrentadas durante o tempo em que desenvolvemos nossas relações pessoais, como:

  • Quebra de confiança e expectativas;
  • Relações abusivas;
  • Assédio;
  • Falta de diálogo;
  • Timidez e introspecção;
  • Ruptura de pensamentos;
  • Falta de ética e responsabilidade emocional.

Tudo isso pode interferir no caminho do desenvolvimento dessas conexões humanas. É aí que entra o papel terapêutico.

Começando na infância, em que muitos de nós podemos enxergar a vida de uma forma, mas estamos conectados a pessoas completamente opostas a nossa visão de mundo e daí em diante somos obrigados a conviver com as diferenças e dificuldades que constroem as relações, e esse caminho não é simples.

Sempre que entra a figura do “outro”, da outra pessoa interagindo com o nosso mundo, com as nossas percepções e entendimento, as coisas fogem do nosso controle e nem sempre conseguimos, sozinhos, equilibrar tudo de uma maneira harmoniosa.

E é aí que lançamos mão da ferramenta terapêutica para avaliarmos e reorganizarmos o nosso caminho, o nosso conjunto de informações que precisa de amparo, suporte e fortalecimento, nos mais diversos momentos da vida.

As relações podem e devem sempre serem ajustadas e trabalhadas e a terapia é um ótimo veículo condutor desse processo.

E a nossa própria relação com a figura do terapeuta carece também de harmonia para dar certo, ou seja, pode ser a pessoa mais estudada e bem preparada do planeta, mas se nossa conexão não for extremamente fluida e aberta, a terapia não tem como se desenvolver.

Terapia exige confiança, entrega, entendimento e troca para dar certo, além de uma boa dose de energia compatível para realmente acontecer.

É um relacionamento interpessoal que precisa, igualmente, de todas as características necessárias para dar certo também.

Faz sentido pra você? 

Como manter relacionamentos interpessoais saudáveis? 6 dicas!

imagem de como manter relacionamentos interpessoais saudáveis 6 dicas

Foto: Renata Angerami – istock

Agora vamos ver dicas práticas para manter relacionamentos interpessoais saudáveis.

1. Como ter um relacionamento saudável com a nossa criança interior ferida?

ícone de como ter um relacionamento saudável com a nossa criança interior ferida

Na infância não conseguimos administrar a grande quantidade de informações que recebemos do mundo adulto.

Na maioria das vezes, até mesmo não entendemos muito bem o processo de diversas situações e elas, inconscientemente, vão armazenando feridas em nosso ser.

Desde o início da nossa gestação absorvemos informações que irão formar conteúdos densos no nosso inconsciente que, posteriormente, precisarão ser observados.

Para elucidar esse processo, que reverbera em nós na vida adulta, em muitos momentos precisamos cuidar dessa nossa criança interior ferida.

E, para tanto, é sempre adequado passarmos por um processo terapêutico, para identificar quais mecanismos dessas feridas abertas estão nos colocando em xeque com as nossas dores.

É preciso ressignificar muitos desses processos, para que possamos desenvolver um relacionamento saudável com a nossa criança interior.

Nas terapias holísticas conseguimos identificar quais gatilhos tem acessado essas dores e como podemos, então, nos liberar desse movimento e recuperarmos a nossa saúde emocional ferida anteriormente.

2. Como tornar saudável nossos relacionamentos interpessoais familiares?

ícone de como manter saudável nossos relacionamentos interpessoais familiares

Aqui, e como em toda e qualquer relação, a comunicação saudável vai fazer diferença no equilíbrio desses relacionamentos.

Bem como, a nossa capacidade de resiliência e do desenvolvimento das características que citamos anteriormente, que são necessárias para a manutenção de uma convivência saudável.

Porém, trazemos aprendizados difíceis dentro da experiência familiar e que só irão ser trabalhados e amadurecidos ao longo das nossas próprias vivências.

Por isso, é fundamental a manutenção de uma abertura para um diálogo maduro, em que cada pessoa expõe, sem medos, culpas ou pesos, as suas necessidades.

A boa convivência sempre exige o entendimento e a maturidade de cada pessoa envolvida no ambiente.

Se você deseja paz e harmonia, seja essa pessoa que cultiva a paz e harmonia dentro do lar, cultivando sempre o bom espírito da cooperação e de crescimento mútuos.

3. Como ter um relacionamento saudável com pessoas difíceis?

ícone de como ter um relacionamento saudável com pessoas difíceis

Ao trabalhar nossa saúde emocional e autoconhecimento, nos fortalecemos, direcionamos nosso entendimento e mantemos nossa autoestima elevada.

Mas, principalmente, conseguimos enfrentar com maior empatia os desafios de um relacionamento com pessoas difíceis, ainda mais se essas pessoas são parte do nosso núcleo familiar ou de trabalho.

Portanto, não dispense o aprimoramento do seu crescimento interior, que é uma ferramenta imprescindível na questão da convivência com as pessoas difíceis.

A partir do momento em que nos entendemos mais e melhor também conseguimos entender o universo de cada pessoa.

4. Como sair de um relacionamento tóxico

ícone de como sair de um relacionamento tóxico

Primeiro de tudo: precisamos identificar e resgatar o nosso amor próprio!

Só permanecemos dentro de um relacionamento tóxico e abusivo quando estamos desprovidos de autoestima, de amor próprio, de quando estamos dependentes emocionalmente de alguém, de quando não observamos o nosso próprio valor.

Não é fácil se desvincular de um relacionamento tóxico, principalmente porque nos culpamos e pode haver excesso de cobranças da nossa parte…

Um apoio terapêutico pode nos ajudar a entender melhor nosso momento, fazendo com que possamos adquirir força de vontade para sabermos como sair de um relacionamento abusivo ou tóxico.

5. Como manter um relacionamento saudável com você e as pessoas que te cercam

ícone de como manter um relacionamento saudável com você e as pessoas que te cercam

Devemos desenvolver nosso autoconhecimento para que possamos administrar melhor os nossos relacionamentos interpessoais.

Assim, teremos ferramentas que irão nos auxiliar na administração da convivência com pontos de vista distintos dos nossos, com elementos diferentes da nossa vida, com universos distintos vindos da bagagem de cada um.

O respeito, a ética, o conhecimento e a comunicação se fortalecem à medida em que fortalecemos as nossas bases e a entendemos a nossa essência.

Assim, trazemos relacionamentos mais frutíferos e prósperos para todas as pessoas.

Quando somos pessoas melhores e nos propomos a isso, construímos lugares e ambientes melhores ao nosso redor!

E se você quer transformar seus relacionamentos e mergulhar no autoconhecimento, não deixe de agendar sua sessão comigo, pois você pode iniciar uma jornada enriquecedora para si e para as pessoas que se relacionam contigo.

Está esperando o que para agendar a sua sessão hoje mesmo e começar a dar um novo sentido aos seus relacionamentos interpessoais?

6. Como manter um relacionamento interpessoal saudável com a ajuda da Terapia Multidimensional?

ícone de como manter um relacionamento interpessoal saudável com a ajuda da Terapia Multidimensional

A Terapia Multidimensional (ou Terapia pelo Coração) foi canalizada pela Helène Abiassi, uma terapeuta franco-angolana que hoje mora em Portugal e é conhecida por espalhar essa onda de amor pelo planeta.

É uma das formas terapêuticas mais sutis que conhecemos e que, por meio da conexão e alinhamento do chakra cardíaco, expandimos a nossa energia e nos conectamos à questão trazida à sessão.

Assim, obtemos, ao mesmo tempo, informações importantes e conexão aos nossos guias espirituais e aos processos de limpeza e harmonização que podem ser feitos.

Nos relacionamentos a Terapia Multidimensional harmoniza as situações, traz leveza e clareza para um maior entendimento das dinâmicas das pessoas envolvidas, devolve a paz, promove um conforto maior e, principalmente, nos traz equilíbrio e conforto.

Muitas situações difíceis, em que as pessoas não conseguem se harmonizar ou mesmo conversar e se entender, são resolvidas nas sessões de Terapia Multidimensional, desde que a pessoa que busque pela sessão esteja realmente aberta e disposta a apaziguar o que puder ser resolvido na situação.

Para cada questão trazida é recomendado que sejam realizadas três sessões, no mínimo, para que todo o equilíbrio necessário seja trazido, de forma efetiva, para os relacionamentos que precisam de harmonização.

  • Se você enfrenta alguma situação de relacionamento desafiadora, não hesite em agendar uma sessão de Terapia Multidimensional comigo para experimentar essa energia amorosa em sua vida!
5/5 - (6 votos)

Terapeuta Transpessoal atuando no autoconhecimento e no auxílio do ser humano ao reencontro com seus multipotenciais essenciais, sua individualidade, através do exercício do desenvolvimento pessoal integrado.

AGENDAR!

Atende online

Agende uma sessão de Terapia Multidimensional!

Terapeutas Guia da Alma estão te esperando!

Mais terapias de Vanessa Augusto Silva

  • Sessão de Thetahealing – Terapia para Terapeutas – Vanessa Augusto

    Online
    R$182,00
    Vanessa Augusto Silva
    (67)
    Terapeuta Certificado
  • Mapa de Sinastria (Análise de Relacionamentos) Astrológica

    Online
    R$425,00
    Vanessa Augusto Silva
    (67)
    Terapeuta Certificado
  • Thetahealing para medo e ansiedade

    Online
    R$180,00
    Vanessa Augusto Silva
    (67)
    Terapeuta Certificado
Ver Perfil de Terapeuta
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca