3 exercícios de autoconhecimento para conectar-se à sua essência!

Volte-se para a descoberta de si e seu propósito aqui.
mulher fazendo exercícios de autoconhecimento
Mais terapias de Ana Elisa Bobrzyk
4.5/5 - (11 votos)

Você já parou para olhar para si mesma com carinho? Sabia que existem exercícios de autoconhecimento para ajudar você nisso?

“Conhece a ti mesmo”. Você, provavelmente, já deve ter ouvido essa frase atribuída a Jesus, um grande mestre da Humanidade.

No entanto, apesar de mais de dois mil anos desde sua passagem por essa Terra, nós, de maneira coletiva, não sabemos o que isso significa e muito menos estamos de fato comprometidos com esse propósito.

Mas, para trazer uma visão mais otimista, acredito que nos últimos tempos cada vez mais pessoas estão se voltando para a descoberta de si mesmo, propondo-se a olhar seu universo interior através do autoconhecimento.


 

O que é autoconhecimento?

Foto: fauxels – Pexels | Foto de capa: Matheus Henrin

Autoconhecimento é, em primeiro lugar, olhar para si mesmo. E isso não é nada simples.

Primeiro porque existe um meio no qual somos inseridos desde nosso nascimento. É um meio social, que nos impõe comportamentos, gostos, informações de todos os tipos.

Ele nos educa a agirmos para o pleno funcionamento de seu sistema, e nos ensina a usarmos máscaras para podermos interagir.

E se estamos inseridos na sociedade ocidental, isso é ainda mais intenso: mascarar, disfarçar, esconder sentimentos, emoções, desejos, reprimir, reprimir, reprimir.

E aí surge toda a leva de problemas que é só olhar em volta para ter uma noção do quanto estamos sendo engolidos por emoções reprimidas.

Mas tem mais: não é só o social que nos afasta de nossa essência.

Você já deve ter visto aquela imagem de um iceberg gigante com uma pontinha para fora e uma camada gigantesca para dentro do mar, a qual não vemos, né?

Pois é, essa imagem é bem representativa para nosso inconsciente: uma camada interna tão cheia de mistérios e de muitos aspectos que só com o autoconhecimento e um olhar mais carinhoso para isso, que poderemos ir trazendo à consciência essas questões. 

Na prática, são nossas crenças, padrões, memórias de antepassados, memórias de vidas passadas, etc. 

 

A importância dos exercícios de Autoconhecimento 

Foto: Marlon Schmeiski – Pexels

Buscar autoconhecimento é ir compreendendo o que é de fato meu e o que é do outro, do social, de dogmas, ou outras tantas maneiras de influências que moldam as nossas ações e atitudes.

Fazer exercícios de autoconhecimento é um processo, é longa e dolorosa essa jornada.

Dá trabalho. Requer que tenhamos tempo, energia e disponibilidade para isso, por isso a dificuldade em nos dedicarmos ao autoconhecimento. 

Então, por exemplo, alguém que começa a olhar para si, pode se questionar: será que devo mesmo fazer tal coisa que estão me dizendo que devo fazer?

Será que devo cursar tal faculdade só porque dá mais status, mais dinheiro? Será que quero me casar porque é o que todo mundo faz ou eu realmente quero fazer isso?

Será que quero ter filhos? Será que devo me vestir de tal forma?

E tudo começa com um único questionamento, ou com aquela pontinha de desconforto em fazer alguma coisa, em que vemos que sufoca nossa alma, não nos faz bem, não nos enche de alegria.

É claro que nós podemos fazer concessões, equilibrar. Somos seres sociais e precisamos manter a civilidade, acredito que isso é ok para compreender.

O ponto aqui é fazermos aquilo que amamos em questões que são essenciais para nossa alma. E é aí que entra o autoconhecimento.

Estamos tão distantes de nossa essência que muitas vezes nem sabemos o que nossa alma busca. Não sabemos se o que fazemos hoje é porque amamos ou porque era o que todos faziam. 

 

Como desenvolver o Autoconhecimento

Foto: Jessica Ticozzelli – Pexels

Haja terapia para isso! E há! Essa é a boa notícia.

Atualmente, existem centenas de terapias das mais diversas linhas para nos ajudar com exercícios de autoconhecimento, no aprofundamento do nosso inconsciente e para conhecermos cada vez mais nossa essência.

Para olharmos nossas sombras, nossos medos, nossas frustrações de forma gentil, com respeito e com a ajuda de profissionais preparados para isso. 

Eu acredito que, para começarmos a acessar nossas camadas mais subjetivas, precisamos nos questionar.

Questionar é uma postura ativa porque mostra a busca por respostas, mostra um potencial de entendimento, é um portal que se abre de novas possibilidades de enxergar uma situação.

Se a gente não questiona, é porque ainda não estamos prontos para esse portal, ou talvez porque ainda estamos confortáveis com a situação de ignorância, no sentido de não saber.

Então, questionar é o primeiro passo para essa conexão. 

Se qualquer exercício de autoconhecimento começa a partir de um questionamento, vou sugerir algumas perguntas para você se fazer:

  • O que mais está me incomodando atualmente? Isso tem a ver com as pessoas a minha volta ou comigo mesma? 
  • Será que estou feliz onde estou, fazendo o que estou fazendo?
  • Existe algum padrão que se repete na minha vida? Tipos de relacionamentos, de companheiros(as), tipos de trabalhos a qual sempre sou tratada de uma maneira específica, pessoas a minha volta que não me respeitam suficientemente? 
  • Sou reativa (o)  demais? Sou boazinha (bonzinho) demais? 

Deixa eu te contar uma pequena história: comecei a fazer terapia quando estava mergulhada em uma crise e minha terapeuta, amavelmente, perguntou-me: Ana, qual é o seu valor?

Claro, perguntava no sentido existencial, de “Ser”.

Eu não soube responder e, na verdade, a resposta que dei acendeu todos os alertas sobre minha baixa autoestima.  Aí comecei a trabalhar isso com toda a força.

Comecei a, de fato, fazer alguns exercícios de autoconhecimento. Olhar para minha menina interior, fazer exercícios no espelho, processos de expressão artística, dançar comigo mesma.

Tudo isso para descobrir meu valor. E como sou muito comprometida e dedicada nesse processo, logo fui vendo muita coisa se transformando em minha vida.

Estar aqui, falando sobre isso, foi uma das coisas que descobri que amo, depois de muito trabalho interno. Então, deixo mais uma pergunta para você refletir antes de seguirmos para as ações práticas:

O que está te impedindo de você fazer o que realmente ama? Isso não te diz muita coisa sobre estarmos conectados com o que há fora, e não dentro?

Tá vendo como as perguntas podem ser incríveis para o início de um despertar?

 

3 exercícios de Autoconhecimento na Prática: conecte-se com sua essência!

Foto: Anna Shvets – Pexels

Quero deixar aqui ações práticas de exercícios de autoconhecimento.

Para você começar a se conectar com sua essência, para voltar a enxergar aquela luz tão viva dentro de você.

Para você que tem buscado o autoconhecimento para dar mais sentido a sua vida, ou que está buscando formas de se conectar com seu propósito de vida. Vamos lá?

 

1. Exercício de autoconhecimento emocional

Exercício de autoconhecimento emocional

Foto: Thaís Silva – Pexels

Escreva uma carta para você. Essa é clássica e muito válida e eficiente.

Antes do processo, prepare o ambiente, coloque cheiros, plantas, flores, uma música inspiradora. Acenda velas, um incenso, siga seu coração para ambientar conforme sua alma pede.

Deixe tudo lindo para você.

Feche seus olhos, respire fundo várias vezes e deixe seu Eu Superior guiar.

Esqueça os desejos do seu ego e apenas determine que naquele momento, você se entrega a seu Ser mais profundo. É ele quem vai se expressar.

Comece a escrever como se fosse uma declaração de amor para o ser amado, que neste caso é você.

Expresse esse amor, traga nesta carta seus pontos fortes, os momentos em que você se orgulhou de você. Deixe o amor passar.

Lembre-se das coisas que faz/fez seu olhinho brilhar, das coisas que você sempre gostou de fazer na infância. Se a emoção emergir, entregue-se a ela. Viva esse momento que é só seu.

Para finalizar, coloque a carta em um envelope e guarde bem. Leia sempre quando precisar.

 

2. Exercício de autoconhecimento espiritual

Exercício de autoconhecimento espiritual

Foto: Daria Shevtsova – Pexels

Esse é um exercício de autoconhecimento para aumentar sua conexão com o divino, com essa força poderosa, que está em você. Como seres oriundos da Fonte Criadora, essa força nos constitui.

O exercício é, na verdade, uma afirmação do “Livro de Ouro de Saint Germain” e eu recomendo muito usar qualquer uma das 300 afirmações do livro, no cotidiano.

Tenho um carinho muito especial porque as uso há muitos anos e tive resultados práticos e palpáveis na minha vida. Bom, a afirmação que recomendo é essa: o meu coração se mantém ligado com firmeza à Invencível Presença “EU SOU” que preenche tudo e é a única vida em meu ser.

 

3. Exercício de autoconhecimento para alinhar sua vida profissional com o seu propósito de vida

Exercício de autoconhecimento vida profissional

Foto: Gabby K – Pexels

Este exercício tem como fonte o livro “O Propósito de Sri Prem Baba”.

Feche os olhos e silencie por um minuto. Faça algumas respirações profundas e comece a orar espontaneamente, estabelecendo um diálogo com o Mistério através de algumas perguntas: 

  • O que você quer de mim? O que você quer que eu faça? Onde você quer que eu esteja? 

Reflita por alguns instantes e, se possível, ponha-se a meditar por alguns minutos. A resposta para essas questões está dentro de você, mas nem sempre você está pronto para ouvi-las, justamente porque não está pronto para a entrega. Continue refletindo:

  • O que me impede de ser um canal do amor? Do que eu tenho medo? Por que não consigo confiar? 

Em seguida, faça uma oração espontânea. No entanto, o Prem Baba dá uma sugestão de oração também para quem sentir no coração:

“Que eu seja um contigo. Que cada palavra que saia da minha boca seja a expressão do teu santo verbo. Que cada ato por mim praticado seja a expressão da tua santa vontade. Que a nossa ligação nunca seja quebrada e que eu possa ser um canal do teu amor” 

Você sabia que existem ferramentas de autoconhecimento que te ajudam nesse processo de descobrir seu propósito de vida?

Confira dos Terapias Holísticas para Autoconhecimento no Guia da Alma 🙂

4.5/5 - (11 votos)
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca