Terapia Floral infantil funciona? Conheça seus benefícios!

Saiba como essas essências podem apoiar o bem-estar emocional das crianças e pais.
criança em terapia floral infantil
Terapeuta Certificado
Mais terapias de Daniely Jonas
4.7/5 - (3 votos)

A saúde mental infantil é uma preocupação crescente devido ao aumento dos diagnósticos de transtornos mentais em crianças e adolescentes. Nesse contexto, a Terapia Floral infantil surge como uma opção complementar para promover o equilíbrio emocional.

Neste artigo, discutiremos a importância do cuidado com a saúde mental na infância e os benefícios da Terapia Floral infantil.

Agende uma sessão de Terapia Floral!

Terapeutas Guia da Alma estão te esperando 🙂


A importância de cuidar da saúde mental infantil

imagem de A importância de cuidar da saúde mental infantil

Foto: fizkes – istock

Existem estatísticas que apontam um aumento dos transtornos mentais em crianças e adolescentes ao redor do mundo, que podem surgir até os 18 anos de idade. Isso ocorre devido à exposição constante a um ambiente negativo e tóxico, que pode variar de um nível leve a grave. Essa exposição pode envolver:

  • Violência física ou verbal;
  • Falta de afeto;
  • Negligência;
  • Cobranças excessivas;
  • Uso excessivo da internet e de jogos;
  • Entre outros fatores.

Em casos de crianças provenientes de ambientes socialmente mais vulneráveis, a desnutrição, principalmente na primeira infância, também pode causar um sério déficit no desenvolvimento intelectual.

Quanto mais tempo as crianças e os adolescentes ficarem expostos a essas situações, maior será a probabilidade de desenvolverem carências emocionais que podem levar a transtornos mentais mais graves e até mesmo a doenças físicas. Alguns dos problemas mais críticos observados são:

Infelizmente, tem-se observado um aumento preocupante nos casos de suicídio entre crianças e adolescentes em todo o mundo, chegando a 14 casos por dia.

Diante desse cenário, é de extrema importância que os adultos estejam atentos às crianças e aos adolescentes, observando de perto seu comportamento, especialmente em relação à influência negativa da internet.

É essencial oferecer um ambiente saudável e acolhedor, fornecendo apoio emocional adequado e procurando ajuda profissional sempre que necessário. O bem-estar mental e emocional das crianças e dos adolescentes deve ser uma prioridade, visando seu desenvolvimento saudável e prevenindo transtornos mentais no futuro.

O que é floral infantil e para que serve?

imagem de O que é floral infantil e para que serve

Foto: Blossom Drops

A terapia floral é uma técnica complementar e integral em saúde.

Florais são essências vibracionais que carregam a energia das flores e são transmitidas ao nosso campo energético através da água, com o objetivo de promover, manter e recuperar a saúde. Essas essências trabalham principalmente o campo emocional e mental, mas também podem beneficiar o corpo físico.

Por ser uma terapia completamente natural, os florais são indicados para todas as faixas etárias. Como não possuem princípios ativos, não apresentam contraindicações e podem ser utilizados em conjunto com outras terapias, sejam elas terapias integrativas ou alopáticas, sem interferir em seus resultados.

Na verdade, os florais potencializam outros tratamentos, pois atuam no campo emocional, que é fundamental para alcançar resultados significativos.

Segundo o CONAFLOR (Conselho Nacional de Autorregulamentação da Terapia Floral):

“A terapia floral é definida como uma terapia natural integrativa e complementar, que utiliza essências florais e outras essências de campo de consciência em sua prática clínica.

Ela deve ser exercida por terapeutas florais, como uma forma de trazer autoconhecimento e novas possibilidades de escolha, atuando como um catalisador no despertar de virtudes e qualidades, possibilitando assim processos de transformação da consciência que permitem a superação de conflitos e o resgate do bem-estar dos seres vivos.”

A terapia com essências florais é reconhecida pela OMS desde 1950 e faz parte das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde do SUS (Sistema Único de Saúde). É uma terapia que existe há quase um século e tem beneficiado pessoas em todo o mundo.

Essa terapia foi desenvolvida na Inglaterra pelo médico bacteriologista e homeopata Dr. Edward Bach. Durante sua prática clínica, Bach observou que pacientes com a mesma doença apresentavam evoluções diferentes mesmo com o mesmo tratamento, levando-o a concluir que a atitude emocional do paciente em relação à doença era determinante para alcançar ou não a cura.

Após atuar também como médico homeopata, Bach mudou-se de Londres para o campo a fim de desenvolver as essências florais, criando um sistema com 38 essências e a fórmula Rescue entre 1930 e 1936.

Ele percebeu que, além de tratar os sintomas, era fundamental olhar para o paciente como um todo, tanto que uma de suas frases célebres é “trate a pessoa, não a doença“.

Os Florais de Bach serviram de inspiração para o desenvolvimento de inúmeros outros sistemas florais em vários países, sendo o Brasil um dos principais campos de estudo e desenvolvimento desses sistemas.

Um exemplo é o sistema dos Florais de Saint Germain, que é amplamente utilizado. Esse sistema foi desenvolvido por Neide Margonari, artista plástica e arquiteta, que recebeu seu chamado na década de 1990 e desde então dedicou-se exclusivamente a essa atividade. Ela sintonizou 89 essências e 17 fórmulas prontas, a maioria delas com flores da nossa Mata Atlântica.

Terapia Floral infantil funciona?

imagem de Terapia Floral infantil funciona

Foto: Liudmila Chernetska – istock

A eficácia da Terapia Floral infantil é um assunto que pode variar de pessoa para pessoa e depende de diversos fatores, como a natureza do problema emocional da criança, a formulação adequada das essências florais e o acompanhamento profissional.

Muitos pais relatam resultados positivos ao utilizar a Terapia Floral como uma abordagem complementar para tratar questões emocionais e comportamentais em seus filhos.

Os florais podem ajudar a promover o equilíbrio emocional, lidar com o estresse, reduzir ansiedade, medos, impulsividade e melhorar a qualidade do sono, entre outros aspectos.

É essencial contar com um terapeuta floral qualificado e experiente, especialmente ao tratar crianças, pois cada caso é único e requer uma avaliação individualizada.

O terapeuta irá considerar as necessidades específicas da criança, sua idade, desenvolvimento e contexto familiar para indicar as essências florais adequadas e acompanhar o processo terapêutico.

Estudos sobre a eficácia dos Florais

ícone de Estudos

Como seria se seu filho tivesse um ótimo desempenho na escola, estudasse em um ambiente harmonioso, onde houvesse uma interação saudável entre professores e alunos, bem como entre os próprios alunos? E se esse ambiente apresentasse baixos índices de reprovação, bullying e conflitos? Acredite, esse sonho pode se tornar realidade!

Existem estudos que comprovam que a Terapia Floral infantil é uma aliada poderosa no contexto escolar, capaz de auxiliar seu filho a ter uma experiência cada vez mais positiva, leve e satisfatória durante seus anos escolares.

Duas obras relevantes sobre Terapia Floral na educação são os livros Experiência com os Florais de Saint Germain na Educação (2019) de Rosana Souto e Aplicações Práticas dos Florais de Saint Germain – Educação (2020) de Eliane Locks.

Rosana Souto é também pioneira no tratamento de autistas com a Terapia Floral, apresentando vários casos de melhora no comportamento, desenvolvimento, bem-estar e qualidade de vida, beneficiando também suas famílias.

Em seus projetos pilotos, as autoras utilizaram a Terapia Floral em escolas públicas e privadas, bem como em instituições sociais, abrangendo crianças de diferentes faixas etárias, níveis sociais e realidades diversas. Entre as questões tratadas estão:

  • Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD);
  • Transtornos de aprendizagem (como dislexia e Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade — TDAH);
  • Transtornos de conduta;
  • Florais para concentração, foco, memória e absorção de conhecimento;
  • Timidez;
  • Floral para medos diversos (como o medo de exposição ou falar em público);
  • Bullying;
  • Relações interpessoais;
  • Indisciplina;
  • Entre outros.

A forma de utilização escolhida foi o spray ambiente, por ser mais prático e econômico, tratando as turmas como um todo.

Através de reuniões periódicas com professores e coordenadores — um contato fundamental para obter resultados significativos — eram observados os principais pontos de cada turma, pois cada uma tinha uma identidade própria. A partir disso, cada turma recebia uma fórmula personalizada que beneficiava todas as crianças, e essa fórmula era adaptada conforme necessário.

Os resultados em todos os projetos realizados foram positivos em poucas semanas de uso:

  • Aumento no número de aprovações;
  • Melhoria no diálogo entre os alunos e no respeito entre alunos e professores;
  • Redução de advertências por indisciplina ou brigas;
  • Maior tranquilidade e harmonia;
  • Diminuição nos casos de bullying;
  • Aumento da expressividade de crianças tímidas;
  • Redução dos grupos fechados e, consequentemente, melhora na integração dos grupos;
  • Melhoria do desempenho geral, para citar apenas alguns exemplos.

Nós, pais, sabemos da importância de manter um contato direto com a escola para promover um trabalho em equipe que beneficie nossos filhos e os ajude a alcançar o melhor desempenho escolar possível.

Na implementação da Terapia Floral infantil no ambiente escolar, esse trabalho conjunto é essencial. Em alguns casos, é necessário que a criança, mesmo em contato com os florais na escola, faça um tratamento individual em casa, com a ajuda dos pais ou responsáveis, seguindo as orientações da terapeuta.

Além disso, é crucial estabelecer uma equipe de trabalho entre a terapeuta responsável e os colaboradores da escola em questão. Somente por meio dessa colaboração é possível mensurar adequadamente os resultados, por meio de reuniões periódicas (preferencialmente quinzenais), nas quais os professores podem compartilhar suas observações sobre o impacto da terapia em cada turma.

Assim como os pais, os professores também podem utilizar fórmulas florais individuais para tratar de suas questões pessoais e profissionais, principalmente por se tratar de um trabalho de grande responsabilidade que exige equilíbrio emocional.

Faz sentido pra você?

Agende uma sessão de Terapia Floral!

Terapeutas Guia da Alma estão te esperando 🙂

Dicas e tipos de floral infantil

imagem de Dicas e tipos de floral infantil

Foto: Freepik

Uma das essências mais recomendadas para bebês e crianças é a Lavanda SG. Essa essência auxilia no alívio de cólicas e refluxo, promove harmonia e fortalece a força interior dos pequenos.

A essência Leucantha é indicada para fortalecer o vínculo entre mãe e filho, enquanto a Fórmula Leucantha trabalha a insegurança. A essência Sapientum é importante para promover maturidade fisiológica, emocional e mental nas crianças.

Dentro do contexto escolar, além das essências mencionadas acima, existem várias outras que podem ser utilizadas:

  • Thea e Abricó: auxiliam na memória e concentração;
  • Sorgo: promove a união do grupo;
  • Curculigum: ajuda a estabelecer limites saudáveis;
  • Grandiflora: trabalha contra agressão física e verbal;
  • Sergipe: promove disciplina e força de vontade;
  • Pau Brasil: desperta a vocação;
  • Gloxínia: promove organização mental e priorização de tarefas;
  • Grevílea e Patiens: auxiliam no combate à impaciência e irritabilidade;
  • Mimosinha: indicada para crianças tímidas;
  • Aloe: auxilia na construção da autoestima;
  • Margarida SG: indicada para transtornos de aprendizagem e para promover a organização.

Todas as essências mencionadas fazem parte do sistema Florais de Saint Germain.

Como funciona a consulta e tratamento de Terapia Floral para crianças?

imagem de Como funciona a consulta e tratamento de Terapia Floral para crianças

Foto: Freepik

Uma consulta de Terapia Floral convencional consiste em uma entrevista com o indivíduo em busca de ajuda, onde ele compartilha suas questões emocionais a serem trabalhadas. Com base nisso, o terapeuta floral indica uma fórmula pessoal, geralmente de uso oral.

No caso de crianças, o terapeuta conversa informalmente com elas, observando seu comportamento, mas os pais também fornecem informações sobre os principais pontos a serem abordados.

A consulta pode ser direcionada para casos, como:

  • Floral infantil para ansiedade e para acalmar;
  • Floral infantil para dormir;
  • Floral para hiperatividade infantil;
  • Terapia floral para crianças com autismo;
  • Floral para adaptação escolar;
  • Florais para foco e concentração na escola.

O ideal é que tanto as crianças quanto os pais utilizem os florais simultaneamente, pois as crianças refletem os adultos ao seu redor. Portanto, ao tratar da família como um todo, os resultados serão mais rápidos e significativos.

Como mencionado anteriormente, até mesmo bebês recém-nascidos podem se beneficiar do uso de florais. Nesses casos, as essências podem ser administradas, por exemplo, na água do banho, já que são conservadas em conhaque.

Além disso, os florais infantis também podem ser usados em sprays para o ambiente ou em cremes de uso tópico. Independentemente da forma escolhida, os resultados serão visíveis em pouco tempo.

É importante ressaltar a importância de um acompanhamento mensal com o terapeuta, para observar o desenvolvimento das crianças. A cada entrevista, elas mostrarão melhorias em algumas áreas ou trarão novas questões, e a fórmula deve ser devidamente adaptada.

Ainda tem dúvidas sobre os inúmeros benefícios que a terapia floral pode proporcionar a você e seus filhos, tanto em casa quanto na escola?

4.7/5 - (3 votos)

Agende uma sessão de Terapia Floral!

Terapeutas Guia da Alma estão te esperando 🙂