Saúde mental no trabalho: Como cuidar e promover a saúde mental?

Dicas e iniciativas para fortalecer uma cultura saudável na sua empresa.
mulher com saúde mental no trabalho
Mais terapias de Rodrigo Roncaglio
5/5 - (2 votos)

Nos últimos anos, o olhar para a saúde mental no trabalho se tornou vital.

Falar sobre saúde mental é muito positivo! No entanto, as consequências das doenças mentais, muitas vezes, são subestimadas em comparação às doenças físicas. 

Nesse artigo vou falar sobre como colaboradores e empresas podem ter mais saúde mental no trabalho: que ações e cuidados podem ser tomados para diminuir os níveis de ansiedade, depressão, burnout e turnover. Como melhorar a saúde mental no trabalho e como falar sobre saúde mental no trabalho? Confira!

Sou Rodrigo Roncaglio, co-founder e CEO do Guia da Alma – a maior plataforma de Terapias Holísticas do Brasil para melhorar a saúde mental nas empresas. Boa leitura!

O que é saúde mental?

mulher meditando no intervalo do trabalho

Foto: Deagreez – Canva

De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde:

“Saúde mental refere-se a um bem-estar em que o indivíduo desenvolve suas habilidades pessoais, consegue lidar com os estresses da vida, trabalha de forma produtiva e encontra-se apto a prestar sua contribuição para a sua comunidade.”

Assim como as doenças físicas, as doenças mentais podem afetar pessoas de qualquer idade e origem. Algumas das formas mais comuns de doença mental são depressão e ansiedade, que podem afetar o desempenho do colaborador no trabalho.

Como empresa responsável, não se deve apenas trabalhar para remover o estigma em torno do tema, mas também oferecer apoio adequado para ajudar a cuidar da saúde mental dos colaboradores, seja de maneira emergencial e/ou preventiva.

Como o trabalho afeta a saúde mental?

homem com a saúde mental afetada pelo trabalho

Foto: Dean Drobot – Canva

É importante observar que, as doenças mentais afetam a sociedade e, por consequência, os ambientes de trabalho.

Portanto, aumentar a conscientização sobre o tema, nestes locais, pode ser benéfico e saudável, além de reduzir o estigma em torno das doenças mentais. À medida que os colaboradores ficam mais informados, descaracteriza-se um tabu e a forma de entendimento muda.

O aconselhamento de rotina para amenizar o baixo controle sobre a área de trabalho pode encorajar os colaboradores a gerenciarem sua saúde mental com mais confiança.

Alguns fatores tornam-se gatilhos para uma saúde mental comprometida, como:

  • Carga horária inflexível;
  • Más práticas de comunicação e gestão;
  • Objetivos organizacionais duvidosos;
  • Participação limitada na tomada de decisões;
  • Políticas inadequadas de saúde, que geram insegurança psicológica;
  • Pouco apoio, benefícios e ajuda aos funcionários;
  • Prazos muito apertados, que geram muita pressão emocional.

Oferecer apoio e profissionais especializados em atender e orientar o colaborador no ambiente corporativo é um grande benefício para cuidar da saúde mental de maneira emergencial e também preventiva, criando uma cultura empresarial mais humanizada.

Também é importante lembrar que cada colaborador é diferente e, portanto, seu progresso provavelmente também será da mesma forma.

O bem-estar do colaborador é importante para o sucesso de qualquer negócio. A saúde mental precária e o sofrimento emocional são problemáticos para as empresas e pode resultar em: 

  • Colaboradores descomprometidos;
  • Falhas na comunicação;
  • Alta rotatividade e turnover;
  • Baixo desempenho e foco no trabalho;
  • Declínio na produtividade;
  • Diminuição de lucros.

Quer conferir estudos que mostram como a saúde mental e trabalho estão relacionados?

Saúde mental no trabalho em tempos de pandemia

mãe fazendo home office durante pandemia

Foto: Georgijevic – Canva

Embora milhões de pessoas tenham perdido seus empregos, muitos dos que permaneceram em seus trabalhos, durante a pandemia, também encaram novas pressões. De fundadores, a RHs, gestores e colaboradores: a pandemia afetou a todos!

De um modo geral, muitos colaboradores estão sofrendo com o isolamento e incertezas e desenvolvendo quadros de ansiedade, depressão e Burnout (também chamado de “esgotamento profissional”).

Pais e mães que passaram a trabalhar em home-office durante a pandemia, se viram enfrentando responsabilidades adicionais em casa e um desequilíbrio entre vida pessoal e profissional, com o fechamento de escolas, creches e espaços públicos.

E por fim, a desproporção às mulheres na força de trabalho, exacerbou as disparidades de gênero existentes na carreira, nas oportunidades financeiras e na estabilidade profissional.

Quase que da noite para o dia, a pandemia do COVID-19, apresentou a muitos colaboradores uma série de fatores de risco simultâneos para problemas de baixa saúde mental:

  • Altos níveis de incerteza e medo;
  • Sobrecarga de notícias e informações;
  • Mudanças nos processos e demandas no trabalho;
  • Mudanças na dinâmica familiar;
  • Preocupações financeiras e de segurança;
  • E dificuldades relacionadas ao autocuidado.

Qual a importância da saúde mental no ambiente de trabalho?

mulher relaxando e calma em seu ambiente de trabalho

Foto: fizkes – Canva

Promover a saúde mental no trabalho, demonstra aos colaboradores que a empresa se importa, tornando o time mais engajado e satisfeito. Além disso, impacta positivamente no bem-estar da equipe e, consequentemente, no seu rendimento.

Para promover o bem-estar mental no trabalho, líderes e gestores precisam oferecer educação em gerenciamento de estresse e programas de saúde mental que atendam às necessidades e interesses dos colaboradores.

Também devem compreender as políticas sobre como fazer uma pausa para a saúde mental do trabalho, caso haja necessidade.

 

Como cuidar da saúde mental no trabalho?

profissionais relaxando durante intervalo no trabalho

Foto: fizkes – Canva

Aqui estão seis estratégias que os colaboradores podem usar para promover o bem-estar mental no trabalho:

 

  1. Conheça seus limites

Conheça seus limitesÉ fundamental reconhecer que precisa de ajuda ou ainda: que pode e deve comunicar essa limitação aos seus líderes, gestores e RH.

Caso sinta que seja necessário, faça alinhamentos sobre suas demandas e prazos. Estabeleça prioridades entre seus colegas.

O autoconhecimento é fundamental para evitar problemas graves. Por isso, fique atento aos sinais. Confira nossos testes e dicas sobre o tema:

  1. Compartilhe altos e baixos

Compartilhe altos e baixosPara ajudar a reduzir o estigma em torno da saúde mental, os colaboradores podem compartilhar mais de suas próprias experiências com outros colegas de trabalho, quando apropriado.

Trata-se mais de partilhar sua humanidade e vulnerabilidade, do que entrar em detalhes. Todos temos desafios, e compartilhar pode trazer mais empatia e proximidade entre os colegas de trabalho.

Pode ser através de reuniões 1:1, reuniões de feedback e, até mesmo, de dinâmicas em grupo.

*Lembrando que um bate-papo com colegas de trabalho não substitui os profissionais de saúde mental. Caso entenda que seus sintomas precisam de mais atenção consulte um médico e terapeuta.

  1. Pratique habilidades de resiliência durante o dia

Pratique habilidades de resiliência durante o diaPara lidar com os estressores diários do trabalho, os colaboradores podem praticar habilidades que promovam uma mentalidade, relacionamentos e auto imagem mais saudáveis. As ferramentas de enfrentamento podem incluir:

  • Comunicação saudável;
  • Priorização e foco em uma tarefa por vez para evitar sobrecarga;
  • Usar uma conversa interna positiva;
  • Respiração profunda e meditação. Teste fazendo um rápido exercício de Mindfulness de 3 minutos:

  1. Faça pausas para autocuidado

Faça pausas para autocuidadoPráticas do autocuidado durante as pausas, como a a hora do almoço por exemplo, são super importantes.

Os intervalos diários são mais do que apenas oportunidades para cuidar da sua alimentação ou tomar um cafézinho. Eles também são o momento perfeito para cuidar da mente.

Nesses intervalos você pode:

  • Ouvir playlists e palestras inspiradoras
  • Meditar
  • Fazer exercícios de respiração
  • Fazer uma curta caminhada
  • Alongar o corpo
  • Beber água e chás
  • Fazer sua refeição com calma
  • Praticar um hobby ou passatempo
  • Se possível, ficar offline
  1. Cuide de sua saúde física

Cuide de sua saúde físicaPara alcançar a saúde mental, a saúde física também merece atenção. Afinal, tudo está interligado! Isso inclui:

  • Visitar seu médico quando necessário
  • Ter uma boa noite de sono
  • Ter uma alimentação saudável
  • Praticar exercícios de uma a três vezes por semana

Ps. Encontre o Guia da Alma no app do Gympass!

  1. Cultive relacionamentos

Cultive relacionamentosCultivar conexões sociais no trabalho é fundamental para prevenir o isolamento social e a solidão no local de trabalho. Esteja aberto para o diálogo com seus colegas.

 

Como promover a saúde mental no trabalho?

mulher meditando durante o expediente de trabalho

Foto: wayhomestudio – Freepik

Apoiar a saúde mental no local de trabalho é essencial. Criar e/ou contratar soluções de bem-estar para ajudar seus colaboradores a ter mais produtividade e saúde é o primeiro passo.

Todos os colaboradores se beneficiam quando as empresas apoiam e promovem a saúde mental para aqueles que estão sofrendo e para aqueles que simplesmente não estão prosperando.

A má saúde mental e o estresse podem afetar negativamente o desempenho do colaborador no trabalho, o envolvimento e a comunicação com os colegas, bem como os resultados nos negócios.

Oferecer saúde mental corporativa é se concentrar em soluções que ajudem os colaboradores a se desenvolver pessoal e profissionalmente, além de fornecer suporte e acesso a cuidado terapêutico. Com compreensão, criatividade e apoio, as empresas podem fornecer os melhores programas de saúde mental.

Existem estratégias que as empresas podem usar para promover o bem-estar mental no trabalho. Confira algumas para RHs, gestores e empresários aplicarem:

 

  1. Implemente um programa de saúde mental

Implemente um programa de saúde mentalTer programas e momentos de saúde mental na empresa cria um clima mais humanizado e com segurança psicológica, demonstrando que a empresa valoriza esse assunto.

Aqui no Guia da Alma, além de oferecer mapeamento de saúde mental nas empresas, também temos:

  • Práticas de Mindfulness e Yoga em grupo;
  • Palestras sobre Saúde Mental, autoconhecimento e inteligência emocional;
  • Palestras para eventos como SIPAT e Setembro Amarelo;
  • Sessões de Terapia online;

Centenas de empresas já implementaram esses programas como rituais em suas empresas. Através de uma rede de profissionais especializados em atender o ambiente corporativo, apoiamos a saúde mental dos seus colaboradores. Conheça aqui o Guia da Alma para Empresas.

  1. Oriente os colaboradores a fazerem pausas

Oriente os colaboradores a fazerem pausasFicar longas horas trabalhando sem pausas, sobrecarrega nossa mente e, a longo prazo, pode ocasionar o Burnout (esgotamento profissional).

As pessoas precisam descansar, recarregar as baterias e se conectar com seus entes queridos para manter-se mentalmente sãs. Portanto, certifique-se de que muitas horas de trabalho não seja uma ocorrência regular.

Ambientes de trabalho tranquilos e bem organizados, oferecem aos colaboradores a oportunidade de fazer uma pausa para relaxar e desestressar, para depois retornarem ao trabalho com mais foco e energia. Igualmente importante, é tornar culturalmente aceitável fazer pausas e usar esses espaços.

Além do horário de almoço e café da tarde, é possível fazer uma prática em grupo, como as que citamos no tópico anterior.

Neste momento pandêmico é fundamental proporcionar pausas. Mesmo com o trabalho remoto, crie um ambiente corporativo saudável.

  1. Capacite líderes e gestores

Capacite líderes e gestoresOs líderes e gestores desempenham um papel fundamental para estabelecer uma cultura de saúde mental com seus times. Além de ter experiência no trabalho, devem desenvolver resiliência e empatia para gerenciar seus liderados.

 

  1. Ofereça benefícios e incentivos

Ofereça benefícios e incentivosAlém de estimular a visita ao médico, estimule também a prática de técnicas mentais e de fazer terapia para minimizar sintomas de esgotamento mental.

Ofereça um programa de assistência ao seu colaborador com acesso a terapeutas qualificados e uma variedade de serviços para ajudá-los a administrar suas vidas.

  1. Estimule atividades físicas e hobbies

Estimule atividades físicas e hobbiesCorpo são, mente sã!

Estimule a prática de atividades físicas durante e fora do horário de trabalho para manter a energia dos colaboradores elevada.

Estimule também os momento de lazer na vida pessoal com passatempos e/ou hobbies.

  1. Ofereça Terapias Holísticas e complementares

Ofereça Terapias Holísticas e complementaresRecentemente, muitas empresas tem recorrido à oferta de Terapias Holísticas para colaboradores como uma forma diferente de oferecer bem-estar mental.

Estas terapias, para o bem-estar mental, consideram todos os aspectos de uma pessoa, ponderando não apenas os sintomas, mas também os fatores sociais e emocionais.

As atividades holísticas aumentam o bem-estar geral, reduzindo os sintomas do estresse, ansiedade, depressão e burnout. Com a ajuda de terapeutas holísticos qualificados, é possível oferecer qualidade de vida com saúde física, emocional e mental aos colaboradores.

Algumas das Terapias Holísticas voltadas para o bem-estar mental que o Guia da Alma oferece nas Empresas, são:

  • Yoga Laboral: uma combinação de atenção plena e movimento físico, sem a necessidade de um tapetinho. Realizada no ambiente de trabalho, oferece muitas vantagens para o bem-estar mental e corporal, com alongamentos, exercícios respiratórios e relaxamento.
  • Meditação Mindfulness corporativa: prática que prepara a mente para melhorar seu nível de concentração e foco, através de um estado mental de relaxamento, calma e bem-estar.

Como disse a embaixadora da Organização Mundial da Saúde, Liya Kebede:

“Ajudar os outros não é uma tarefa árdua, é um dos maiores presentes que existem”.

Sua disposição de iniciar uma conversa honesta sobre saúde mental com seus colaboradores é exatamente o tipo de presente que tantas pessoas desejam e precisam agora.

Que tal começar agora mesmo? Conte com o Guia da Alma para isso:

5/5 - (2 votos)

Cofundador e CEO do Guia da Alma. Instrutor de Meditação Mindfulness para Empresas. Tenho diversas formações na área terapêutica como Reiki e Thetahealing. Ajudando a melhorar a saúde mental nas empresas!

AGENDAR!

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca
Precisa de Ações para
Setembro Amarelo na empresa?

Achou! Palestras, Rodas de Conversa e Práticas de Saúde Mental para engajar seu time!