Como perdoar? 9 práticas e reflexões de Perdão!

Há mais razões para perdoar do que sonha a nossa vã filosofia!
como perdoar a si mesmo e o outro - pessoas de mãos dadas

Como perdoar alguém? Como perdoar a si mesmo? Por que perdoar?

Este artigo apresenta práticas inspiradoras de diferentes tradições para perdoar de verdade, além da minha experiência de não-perdão e sua cura.

Sou Wiliam Farnesi (poeta e terapeuta holístico).


 

Perdoe, perdoe-se, peça perdão: minha história!

wiliam-farnesi-terapeuta

A dificuldade em perdoar foi a razão que me fez buscar as terapias holísticas.

Pensamentos, emoções e sentimentos insistentes e repetitivos de crítica, julgamento e condenação que se reapresentavam a qualquer momento e dos quais eu não tinha autodomínio.

O primeiro passo foi fazer os cursos de Reiki 1, 2 e 3 A e me auto aplicar a técnica e mantras para as curas física, emocional, mental e espiritual.

Em seguida, me interessei pelo EFT – Emotional Freedom Technique e consegui alívios significativos e bastante rápidos mesmo se não definitivos com o tapping nos pontos dos 9 meridianos e a repetição das frases típicas desta técnica quântica.

O passo seguinte foi o de estudar a radiestesia e a radiônica:  passei a me harmonizar diariamente com o pêndulo a cada desequilíbrio revelado pela Mesa Radiônica nos mundos externo e interno e nos campos físico, etérico, astral e espiritual.

Busquei também ajuda do Ho’oponopono, da Apometria, da Alquimia, das Constelações Familiares, do Thetahealing, do Yoga e da comunicação não-violenta.

Gradualmente, pude verificar por mim mesmo que os meus desequilíbrios tinham sua origem predominantemente no meu mundo interno e não no mundo externo, do qual eu me julgava vítima.

E que a revolta, a resistência, a não-aceitação intensificavam o conflito já existente e me tornavam insensível e mesmo cruel em meus pensamentos (como já alertavam as minhas leituras do filósofo Krishnamurti sobre este padrão de comportamento).

Percebi também que o imperativo de perdoar não me ajudava muito.

E que os mestres têm razão ao indicar que o perdão autêntico não nasce de uma regra moral ou de uma imposição religiosa. Mas surge da observação dos nossos estados emotivos carregados de negatividade e que impedem o perdão.

Fazer esta auto-observação aplicando um método sem julgamentos ou preconceitos, com completa atenção, sem pressão por qualquer conclusão e evitando o quanto possível os mecanismos de nomeação que são fortes gatilhos emocionais.

E ao ver as coisas o mais exatamente possível como são – não importa o quanto negativas, com sua carga de raiva, ódio, desejo de vingança, rancor, ressentimento ou mágoa – e, então assim, a nossa resposta não será mais mediada pelo tempo, mas sim imediata. E a cura desses estados se processará de um modo autêntico, genuíno, original e diferente para cada pessoa.

Ou seja, o perdão tem uma primeira fase necessária que está na coragem de buscar uma completa consciência para ver as coisas como são sem fuga ou tergiversações das negatividades.

Por isso, o caminho mais eficaz e duradouro do perdão me parece aquele que não o impõe. E, paradoxalmente, é desta consciência total dos estados negativos do não-perdão que o perdão genuíno começa a florescer mesmo que ainda cambaleante.

Mas além deste caminho pessoal mais profundo e enraizado no autoconhecimento encontrei outros caminhos para se obter o perdão e que complementaram o meu processo de cura ligados desta vez à fé, à devoção, a práticas espirituais e religiosas universalistas e sincréticas e à contemplação de verdades com as quais a consciência do meu Eu superior se identifica.

 

Como perdoar? 9 práticas e reflexões

como perdoar a si mesmo

Compartilho a seguir algumas reflexões, orações e preces para o Perdão.

Acompanhe e pratique somente aquelas que ressoam em você!

De um jeito ou de outro, iremos perdoar!

E como disse Estêvão e Paulo, num romance psicografado por Chico Xavier:

“Não te detenhas no passado! Ninguém é isento de erro!”

E bola pra frente 🙂

 

1. Oração para perdoar: Seicho-no-ie

Eu o (a) perdoei e você me perdoou
eu e você somos um só perante Deus.
Eu o (a) amo e você me ama também;
eu e você somos um só perante Deus.
Eu lhe agradeço e você me agradece.
Obrigado, obrigado, obrigado.
Não existe mais nenhum ressentimento entre nós.
Oro sinceramente pela sua felicidade.
Seja cada vez mais feliz.

 

2. Prática do perdão segundo a Cura Prânica

Mestre filipino Choa Kok Sui

Coloque as duas mãos ligadas palmo a palmo na frente do coração. Imagine a pessoa a quem queira perdoar ou pedir perdão à sua frente.

E diga imaginando olhar para os seus olhos:

NAMASTÉ ATMA NAMASTÉ (*).

Eu te perdoo.

Que Deus te abençoe.

OM SHANTI SHANTI OM (*).

Glossário:

NAMASTÉ é uma palavra sânscrita e é um cumprimento, uma saudação que significa: o Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você.

ATMA é uma palavra sânscrita que significa alma ou sopro vital.

SHANTI significa paz, tranquilidade, cessação.

OM é o mantra mais importante do hinduísmo, o som do universo e a semente que fecunda outros mantras.

 

Neste vídeo da Uniprana, toda a explicação desta prática:

 

3. Perdão e o hábito da felicidade

Nós merecemos perdoar!

Tsering Paldron é uma mestra budista portuguesa. Ela é autora do livro “O hábito da felicidade” (editora Bubok Portugal). Vive na cidade do Porto.

A seguir, alguns trechos do vídeo:

“Todos temos momentos bons e momentos maus na vida. E todos nós também num momento ou noutro, achamos que o culpado por nossos problemas ou dos nossos dissabores é uma outra pessoa. E não só ficamos zangados naquele momento e ficamos magoados com essa pessoa.

Como às vezes, alguns de nós, tem a tendência a prolongar este sentimento muito para além do acontecimento. Chama-se isso ressentimento. Ou, no pior dos casos, um rancor ou mesmo um ódio. E às vezes, nós ficamos presos nestes sentimentos, incapazes de sentir confiança ou de sentir alegria perante às diferentes situações da vida. Algumas situações até bastante felizes e teríamos todas as razões para estar contentes, mas fica sempre aquela mágoa, aqueles pensamentos negativos, a rodar na nossa cabeça.

E um dos argumentos que nós dizemos para conosco, quando alguém nos propõe: “Mas por que não deixas isso de lado, por que não passa a outra coisa?”. E nós dizemos: “Mas esta pessoa não merece perdão”. E quando dizemos isso estamos redondamente enganados. A verdadeira questão e aquilo que nós temos sempre que lembrar quando estamos em situação deste gênero é que não é tanto o fato da pessoa merecer ou não o perdão.

O fato é que por não perdoarmos estamos no fundo admitindo que ela queria nos magoar. O que muitas vezes não é voluntário. Ao não perdoar estamos colaborando com ela, num certo sentido. Ou seja, fazendo com que os efeitos daquilo de negativo que ela nos tenha feito se prolonguem. Enquanto que ela não teria nunca mais oportunidade e paciência eventualmente para passar o dia a martirizar-nos com coisas que nos magoam. E nós fazemos isso a nós próprios.

Repetindo na nossa cabeça vezes e vezes sem fim. Portanto, o não-perdoar nos magoa a nós mesmos. De uma certa maneira, não é se aquela certa pessoa merece o perdão. É mais: eu mereço o perdão para finalmente ter paz de espírito”.

 

4. Mantra do Ho’oponopono

Repita o mantra:

EU SINTO MUITO.

ME PERDOE.

EU TE AMO.

SOU GRATO.

 

5. Revelação Divina da Grande Harmonia de 15/1/1931

Mestre japonês Masaharu Taniguchi

Reconcilia-te com todas as coisas do céu e da terra. Quando se efetivar a reconciliação com todas as coisas do céu e da terra, tudo será teu amigo. Quando todo o Universo se tornar teu amigo, coisa alguma do Universo poderá causar-te dano.

Se és ferido por algo ou se és atingido por micróbios ou por espíritos baixos, é prova de que não estás reconciliado com todas as coisas do céu e da terra. Reflexiona e reconcilia-te. Esta é a razão por que te ensinei, outrora, que era necessário te reconciliares com teus irmãos antes de trazeres oferenda ao altar. (…)

Reconciliar-se com todas as coisas do Universo significa agradecer a todas as coisas do Universo. A reconciliação verdadeira não é obtida nem pela tolerância nem pela condescendência mútua. Ser tolerante ou ser condescendente não significa estar em harmonia do fundo do coração.

A reconciliação verdadeira será consolidada quando houver recíproco agradecer. Mesmo que agradeça a Deus, aquele que não agradece a todas as coisas do céu e da terra não consolida a reconciliação com todas as coisas do céu e da terra. Não havendo a reconciliação com todas as coisas do Universo, mesmo que Deus queira te auxiliar, as vibrações mentais de discórdia não te permitem captar as ondas da salvação de Deus. (…)

Agradece a todas as coisas do céu e da terra. Somente dentro desse sentimento de gratidão é que poderás ver-Me e receber a Minha salvação. Como sou o Todo de tudo, estarei somente dentro daquele que estiver reconciliado com todas as coisas do céu e da terra. (…)

Se queres chamar-Me, reconcilia-te com todas as coisas do céu e da terra e chama por Mim. Porque sou Amor, ao te reconciliares com todas as coisas do céu e da terra, aí, então, Me revelarei.”

 

6. Oração da Fraternidade Branca para o Perdão

 Saint-Germain (*), escuta-nos, abençoa-nos e liberta-nos!

Dá-nos luz e liberdade através da lei do perdão! (3 vezes)

Chama violeta, inunda, inunda, inunda meu coração agora!

Chama violeta, penetra todas as células do meu ser.

Chama violeta, purifica meu corpo, minha mente, minha alma.

Chama violeta, purifica meus pensamentos e sentimentos, consumindo com todos os meus ódios, rancores, mágoas e ressentimentos.

Está feito! Está feito! Está feito! Assim é! Amém.

(*) Saint-Germain é um mestre ascensionado da Fraternidade Branca. Os mestres ascensionados viveram como nós na terra e conseguiram a iluminação. Saint-Germain é o senhor do sétimo raio de cor violeta, aquele que promove a transmutação do carma e de toda negatividade e se manifesta como chama.

 

7. Perdão: frases e sentenças para contemplar e perdoar!

  1. Julgar é errar
  2. “O amor supera o castigo”, título de livro de Masaharu Taniguchi, fundador da Seicho-no-ie
  3. “A ira dos homens não opera a justiça de Deus”, Tiago.
  4. Os seres sencientes procuram sempre a felicidade, mas só encontram a infelicidade porque não conhecem as causas da verdadeira felicidade. (Contemplação de origem budista para gerar a compaixão)
  5. “Que lástima tenha a humanidade acreditado por tanto tempo que se pode curar o ódio, a condenação e a crítica com essas mesmas impropriedades. Que fútil e trágico este falso conceito. Acreditai-me, filhos de luz, o ódio nunca curou o ódio e nunca o curará”, Saint-Germain
  6. “Culpar e punir os outros são expressões superficiais de raiva. Se desejamos expressar plenamente nossa raiva, o primeiro passo é eximir a outra pessoa de qualquer responsabilidade por nossa raiva. Em vez disso, fazemos brilhar a luz da consciência sobre os nossos próprios sentimentos e necessidades. Ao expressar nossas necessidades, é bem mais provável que elas sejam atendidas do que se julgarmos, culparmos ou punirmos os outros”, Marshall Rosenberg, criador da Comunicação Não-Violenta
  7. “Não vos compete julgar a outrem, porque vós não conheceis as forças nem as condições que os influenciam”, Saint-Germain.
  8. Não amaldiçoar, mas praticar a alegria e a esperança.
  9. “As vinganças geram processos obsessivos extremamente prejudiciais ao desenvolvimento moral do espírito, prendendo-o irresistivelmente ao passado”, Edgard Armond
  10. “Vocês devem sair do papel dos que desejam fazer justiça, para assumir a função daqueles que vêm para esta vida para ajudar. Quem critica está preso à condição de vítima e algoz, vivendo por muitas vidas uma oscilação infeliz entre os dois extremos. Quem critica não ensina, não ajuda, não ama e não perdoa. As coisas não precisam ser destruídas, mas transformadas”, Mestre Sananda, canalizado por Maria Silvia Orlovas.
  11. “O ódio não é senão o próprio amor que adoeceu gravemente”, Chico Xavier
  12. A pretensa boa razão do revide e da revanche é o princípio do mal
  13. “É muito importante que façais algo para não abrigar um sentimento contra pessoas, lugares, coisas ou condições, porque estas se juntam e ficam gravadas em vossa atmosfera”, Saint-Germain
  14. “Ante uma criatura de quem recebeu ou esteja recebendo ofensa ou dificuldade, medite no valor de que essa mesma pessoa se reveste para os outros e esqueça qualquer motivo de mágoa que lhe tenha chegado ao coração”, André Luiz
  15. “Só se cura das próprias dores, se se sair do processo de julgamento. Tudo acontece porque tem que acontecer. E acontece tudo porque atrás tem um aprendizado”, Andresa Molina
  16. “Em vez do homem buscar a paz no coração, única felicidade verdadeira nesse mundo, ele procura com avidez tudo o que possa agitá-lo e perturbá-lo”, Fénelon
  17. Quem não perdoa, não ama a si mesmo, porque se condena a uma vida de escravidão.
  18. “Perdoar significa apenas liberar mágoas, ressentimentos, raiva, revolta e eliminar completamente o sentimento de vitimização. Perdoar não significa concordar ou aprovar o que alguém fez. Perdoar também não significa que você tenha que conviver com uma determinada pessoa que é potencialmente perigosa pra você. Você pode perdoar e se afastar ao mesmo tempo. Perdoar é voltar a ficar em paz. É poder lembrar das coisas que aconteceram sem sofrimento algum. O sentimento é curado, o que fica é apenas o aprendizado das experiencias”, André Lima
  19. “Todo bem ou mal é ativado se existirem latentes na consciência rebeliões, ressentimentos, ou inclinações a julgar”, Saint-Germain
  20. Perdoe, perdoe-se, peça perdão.

 

8. Duas Músicas de Perdão para Inspirar

“Não há o que perdoar, por isso

é que há de haver mais compaixão”

“Drão” – Gilberto Gil

 

“Pai! Perdoai, eles não sabem o que fazem!” 

A Escola de Samba Mancha Verde, campeã do carnaval de São Paulo de 2019 e vice-campeã em 2020, desfilou este ano com um enredo sobre o perdão: “Pai! Perdoai, eles não sabem o que fazem!”. E o primeiro verso já nos dá uma possível receita para o perdão: “Só o amor pode curar o mundo”.

Aqui o clipe oficial do samba enredo da Mancha verde:

 

9. EFT do Perdão

A EFT é uma técnica de Libertação Emocional para trazer alívio de emoções negativas, tensões e ansiedades.

O método é simples e rápido, e pode promover a limpeza de cenas do passado e de emoções que bloqueiam nossa felicidade, alegria e prosperidade.

Através da minha experiência de vida e de minha formação profissional, desenvolvi este método de EFT do perdão, para quem precisa de ajuda para perdoar alguém ou perdoar a si mesmo.

Terapeuta holístico e integrativo com uso das técnicas da Radiestesia e Radiônica (indentificação de desiquilíbrios externos e internos e harmonizações com o pêndulo) e EFT-Emotional Freedom Technique (auto-acumpuntura com os dedos). Astrólogo e reikiniano.

AGENDAR!

Atende online
Presencial em Praia Grande - SP

Sessão de EFT para liberar raiva e outras emoções reprimidas!

Agende com Terapeutas certificados Guia da Alma!