Terapia do Renascimento: como funciona uma sessão?

Conheça o passo-a-passo desta prática fundamentada na respiração
terapias-holísticas-terapia-do-renascimento
Mais terapias de Miru Nunes
4/5 - (43 votos)

O uso dos elementos da natureza (Terra, Água, Fogo e AR), além da mudança da vibração dos pensamentos é a essência da Terapia do Renascimento.

Um(a) terapeuta capacitado em Renascimento, de alta qualidade, pode indicar o uso correto dos elementos, a mudança dos padrões de pensamentos com o uso de afirmações, mas, o mais importante no processo são as sessões de alta qualidade.

Para um bom entendimento e para desmistificação da Terapia do Renascimento, vou detalhar aqui o processo completo do que acontece durante uma sessão de Renascimento. Boa leitura!


 

Sessão de Renascimento de Alta Qualidade

Costumo dizer que a Sessão de Renascimento se inicia no momento que a agenda é feita.

Não é incomum a pessoa começar a sentir algumas sensações, fazer limpezas e ter insights, principalmente na véspera de iniciar a sessão. A energia age em nós de forma misteriosa e perfeita.

Sempre se estipula um horário pra iniciar a sessão, mas dependendo do processo de cada um, uma sessão pode levar muito mais que a duração padrão de duas horas.

Já tive casos de pessoas que ficaram mais de cinco horas em estado expandido, trabalhando questões variadas de sua vida, mas a grande maioria faz todo o processo no tempo padrão.

A Terapia do Renascimento nos convida para uma respiração consciente. É a arte de ensinar a respirar Energia, nos tornarmos conscientes de quem somos.

São inúmeros os Benefícios do Rebirthing (Renascimento) para corpo, mente, emoções. Dentre eles: superação de situações traumáticas, alívio da ansiedade, aumento da consciência sobre si.

Muitas pessoas costumam dizer que sentem que nasceram de novo, para uma nova vida!

Agende uma sessão de Renascimento!


Terapeutas Guia da Alma estão te esperando!

 

O começo da sessão de Renascimento

Antes de iniciar a sessão de fato, faz-se uma anamnese, colhendo alguns dados na primeira vez, avaliando o estado e acontecimentos desde a última sessão.

Na verdade, nenhuma informação seria necessária para conduzir uma sessão, mas, é muito importante que o terapeuta tenha algumas ferramentas para auxiliar os dramas mais fortes (caso venham a ocorrer), além da importância para o acompanhamento da evolução na terapia.

Após uma conversa que em média dura meia hora, com o ambiente devidamente seguro e organizado, o cliente deita-se num colchonete e busca a melhor acomodação para um relaxamento perfeito, então, inicia-se a primeira fase da sessão!

Agende uma sessão de Renascimento!


Terapeutas Guia da Alma estão te esperando!

As 6 fases da sessão de Terapia do Renascimento

Mulher em sessão de Renascimento sentindo os Benefícios do Rebirthing

Foto: Escola do Renascimento

A Terapia do Renascimento ocorre em 6 etapas principais. Vamos conhecer cada uma delas!

Fase 1 – Carga de Energia

É feita a conexão energética entre terapeuta e cliente e, com a devida permissão para o trabalho, a pessoa inicia a respiração circular até que todo o corpo esteja energizado.

O tempo varia para cada pessoa e cabe ao terapeuta avaliar da necessidade de alterar o padrão respiratório, mudar a posição do cliente, intensificar ou amenizar a respiração, até que toda a carga seja feita.

Nesta fase é comum que o cliente tenha sensações físicas, como vibração ou dormência no corpo.

Uma das principais barreiras que se enfrenta é o controle mental, pois a mente tenta de várias formas intervir no processo, criando sensações e medos para que haja uma interrupção e ela volte ao controle.

Porém, há vários truques que podem ser usados para que a mente fique relaxada ou ocupada para não intervir no processo, que normalmente funcionam bem e a grande maioria das pessoas alcança o êxito.

Fase 2 – Barreira de Urgência

terapias-holísticas-terapia-do-renascimento

Exemplo de uma sessão de Renascimento.

Após o corpo estar com energia suficiente, a mente chega a um dilema que chamamos de “Barreira de Urgência”, onde a pessoa precisa definir se vai adiante ou desiste da experiência.

Esta fase requer uma entrega muito forte ao propósito que se busca porque se não atravessada, só restarão sensações físicas e a experiência pode não ser tão proveitosa.

Quando se atravessa esta barreira (e a maioria das pessoas consegue), toda a experiência passa a ter um sentido especial, acessando o que precisa liberar, recuperando energia, transcendendo as barreiras, não importando onde as memórias estejam

Sempre digo que a pessoa vai trabalhar numa sessão o que ela mais precisa e o que ela dá conta naquele dia, e em cada sessão as experiências são normalmente muito diferentes.

E se a pessoa não passar esta barreira, o que acontece? Nada, normalmente o corpo estará fazendo liberações, apenas sem as memórias e sem as experiências de conexão com a sua essência.

Fase 3 – Trabalhar as Memórias

Desde a nossa concepção nós temos memórias de tudo, então, a cura e liberação estão justamente em acessar e transcender as memórias que nos causam sofrimentos ou dores.

Nesta fase, a pessoa pode reviver suas memórias, compreender o que elas causam e transcendê-las, utilizando apenas a energia que carregou pela respiração.

A terapia chama-se Renascimento justamente porque podemos refazer nossa caminhada pela nossa história, liberando os nossos dramas, em qualquer tempo.

E a maioria deles está na primeira fase da vida, concepção, gestação, nascimento e primeiras horas de vida, motivos mais que importantes para concepções planejadas e conscientes.

Mas, como há uma história de vida, dramas podem ocorrer em qualquer tempo e o processo é sempre o mesmo: reviver e transcender.

É incrível o alívio que a pessoa sente quando refaz uma memória e libera a energia que esta consumia, permitindo-se também, curar-se dos males que ela causava.

A terapia agora em moda, chamada “salto quântico” não é nada mais que isso: recuperar a energia que nossa história consome de nós.

Tenho acompanhado pessoas acessarem e liberarem coisas incríveis, recuperarem sua alegria, disposição, criatividade e amor pela vida, todos os dias.

Agende uma sessão de Renascimento!


Terapeutas Guia da Alma estão te esperando!

Fase 4 – Êxtase divino (bônus)

Não é necessariamente uma fase separada, por isso chamo de “bônus”, pois nem todos a tem.

Porém, é muito comum que, após trabalharem dramas, as pessoas acessem um estado que chamados de “estado de bem-aventurança”, onde elas conectam-se com a mais pura energia do Universo, que pode ser traduzido em êxtase divino.

Neste estado, muitas vezes elas fazem viagens lúcidas por lugares lindos, tempos remotos, sentindo-se em plenitude e presença.

Há muitos relatos de pessoas que dizem ter encontrado seu Deus, ou sua Deusa ou mesmo outros seres da sua vida, mas o mais comum é que luzes e belezas indescritíveis inundem a percepção, num tempo que não há tempo, num mundo que não há formas, apenas beleza. São experiências incríveis de percepção da sua própria grandeza.

Fase 5 – Relaxamento

terapias-holísticas-terapia-do-renascimento

Após trabalhar o que for preciso – que não necessariamente é sofrimento, pois há pessoas que só tem experiências de alegria e prazer -, a pessoa entra numa fase de relaxamento profundo.

Após, ela vai retomando o controle do seu próprio corpo, mas de uma maneira absolutamente relaxada.

Uma sessão de alta qualidade, só termina quando o cliente está relaxado e sem nenhuma sensação física.

As dores ou incômodos, que eventualmente tivessem aparecido durante a sessão desapareçam completamente nesta fase, trazendo uma sensação de leveza, de libertação, de inteireza ao ser.

Muitos relatam que jamais haviam experimentado um estado tão prazeroso de paz e tranquilidade. As urgências do dia-a-dia desaparecem completamente neste estado.

Fase 6 – Integração

Nesta fase do Renascimento, há um compartilhamento das experiências, esclarecimentos das dúvidas e associações da vivência. O terapeuta faz suas anotações, refina a prática para as próximas sessões, mas principalmente: se faz presente para ouvir o cliente, fazer o acolhimento amoroso e fazer a desconexão energética entre eles.

Todos os dias experimento relatos incríveis, das coisas mais diversas, como acesso a registros de outras vidas, ou de momentos da vida atual da pessoa, além das experiências de conexão com o todo.

Costumo dizer que não há sessão perdida, porque mesmo que o cliente não acesse memórias, nem faça viagens, ao intensificar a energia em seu corpo, automaticamente o corpo está se limpando e sempre haverá benefícios significativos e perceptíveis.

Há algumas pessoas que dizem ter medo ou estarem ansiosas demais para ter a experiência, mas o que percebo cada vez mais é que ao iniciar-se o processo, a própria energia faz o papel de acalmar e deixar a pessoa segura para que a experiência aconteça. Raramente há casos de desistências da sessão, após o inicio.

O principal papel do terapeuta do Renascimento é estar presente e conectado com tudo o que estiver acontecendo com seu cliente, dando segurança e confiança para que tudo transcorra normalmente.

Há diferentes abordagens durante o processo. Eu particularmente gosto de interagir com o cliente, usando músicas relaxantes, fazendo toques sutis nos centros de energia (chakras), conforme a intuição determinar.

A intuição é a ferramenta mais poderosa do terapeuta, para auxiliar no processo do cliente, já que não há nenhum tipo de indução e nem sempre consegue-se perceber o que está se passando no universo do cliente.

4/5 - (43 votos)

Agende uma sessão de Renascimento!


Terapeutas Guia da Alma estão te esperando!

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca