EFT: Amor Próprio e os relacionamentos interpessoais

Saiba como o amor aplicado em si mesmo através da EFT pode resolver traumas passados.
mãe e filha interagindo

As pessoas me procuram muito para tentar resolver seus problemas de relacionamentos atuais, principalmente para conseguir encontrar uma pessoa bacana para elas, onde possam sentir-se elas mesmas e de bem com a vida.

Mas o que a maioria quer esquecer é que existem coisas em seus passados que fazem com que elas atraiam relações difíceis no momento atual, justamente porque elas não extraíram o melhor desses eventos anteriores.

Saiba como a EFT e o amor próprio podem te ajudar a ter relações pessoais e interpessoais mais saudáveis!

 

Somos um reflexo de nossa infância

Se uma pessoa teve um pai alcoólatra (violento ou não durante o uso da bebida), é muito provável que tenha dificuldade em confiar em alguém, principalmente na imagem masculina, devido a momentos repetitivos de instabilidade emocional do alcoolizado.

Já por sua vez, se durante seus momentos de descontração na infância, sempre via seus pais entre brigas e discussões, a condição de insegurança vai estar também presente, indiferente de quem tenha realmente razão.

Isto pode ocorrer imprimindo ainda uma condição complementar ao sistema nervoso de que relaxar é sinônimo de “mau tempo”, por isso, muitas vezes não se sente segura para relaxar ou ter momentos de descontração, pois lembra que em breve o “mau tempo emocional” virá.

Se alguém na infância não recebeu amor, reconhecimento ou atenção quando mais precisou, normalmente será um tipo de pessoa muito exigente na quantidade de atenção que busca do companheiro, sem entender porque não consegue ter o que procura, pois o que lhe falta é cuidar de sua própria criança ferida ou birrenta.

 

O arquétipo da “Criança Birrenta”


A criança birrenta, tem uma criança ferida escondida, mas quer que o adulto que a feriu se redima, ou não vai sair de onde está, no ponto de obsessão por aquele cuidado de tal ente querido.

Isso torna as relações posteriores muito difíceis e insustentáveis, e normalmente as pessoas ficam sozinhas, pois cansam de procurar por atenção e reconhecimento que nunca encontram. Ou mudam constantemente de relacionamento na busca frenética de integralidade pessoal.

Os casos de ninfomaníacos podem estar enquadrados nessa condição, por exemplo, quando transferem suas carências para a insatisfação sexual.

 

Amor próprio: aceitando quem somos

O maior erro das pessoas é acreditar que o amor que elas precisam para se sentirem completas e satisfeitas venha de outra pessoa.

Esse tipo de pensamento torna as mesmas explosivas nas relações, possessivas, ciumentas ao extremo, briguentas e desaforadas, ou todas essas condições reunidas. Isto gera rejeição de si e afastamento do ente querido, pois o mesmo não aguenta tantos descontroles e intempestividades.

E não estou aqui incentivando que as pessoas transformem a visão sobre seus passados para poderem ter alguém!

Mas que façam dessa oportunidade desconfortável, uma chance de olharem para seu passado, para se darem uma carta de alforria e poderem viver no presente com sua integralidade.

Isto é uma prova de amor por si, apesar de terem partes suas que não combinam com o que reconhecem como sendo espiritual e produtivo.

Precisamos ter a consciência de que o autocuidado e aceitação é uma prova de amor a nós mesmos.

 

Como a EFT me ajudou?

Eu me lembro quando tive que usar EFT (Técnica de Libertação Emocional) para trabalhar uma lembrança de criança minha ferida.

A EFT é uma técnica terapêutica natural que nos ajuda a liberar emoções reprimidas que não estão nos deixando viver com felicidade e plenitude.

Aos 4 anos queria a atenção da minha mãe, em um episódio em que por acidente fui queimada com a bagana de cigarro. Mesmo, com a queimadura doendo muito, fui repreendida por ter vindo para um local que não era para estar, pois o assunto com a vizinha era muito importante e de adultos.

Lembro que demorou para mim 3 semanas de Terapia EFT para conseguir que essa parte minha aceitasse que era melhor seguir a vida a ficar esperando o reconhecimento e atenção de uma pessoa específica.

Nas falas, que usei de EFT para a minha criança ferida expressar suas frustrações, estavam a necessidade que fosse a mãe que lhe desse atenção. E como não era aceitável ter isso vindo de outra pessoa, já que tinha sido ela que não tinha suprido quando precisava de colo.

 

Aceitando nossas imperfeições com Amor

Confesso que tive que ter paciência mesmo, porque sabia o quanto era importante ter essa parte birrenta de mim de volta ao tempo presente. Ela estava atrelada à minha determinação, foco e obstinação, características importantíssimas para ir avante e chegar ao final de projetos (materiais ou não).

Não adiantava eu fingir que essa parte de mim não existia, nem que era melhor me manter longe desse arquétipo, porque negar essa parte faz com que todas essas características não possam ser usadas na íntegra.

Um erro muito comum é negar a existência das partes consideradas imperfeitas pessoais. São essas partes que escondem os maiores tesouros aplicáveis.

O amor aplicado em si mesmo, em primeiro lugar, é oportunidade de treinar como amar também aos outros com todas suas imperfeições e contratempos, devido ao fato de ter esse casamento interior indissolúvel, que é o que se tem por si como tudo o que vem no pacote pessoal que somos.

Quando praticamos esses gestos de amor pessoal, o primeiro bônus é o bem-estar que sentimos, indicando que estamos no caminho certo para nossa etapa de vida.

A notícia boa foi que no final de 3 semanas de EFT para deixar a criança birrenta em mim falar, senti-me mais energizada, mais produtiva, ativa, centrada e confiante para realizar mais! E também saber como passar melhores atalhos para às pessoas que chegavam para atendimentos individuais ou para cursos com situações semelhantes.

 

Dar atenção a você é se dar amor, bem como, dedicar-se a si e ter paciência consigo.

Se não conseguir fazer essa experiência de autocura através da EFT sozinha(o), faça um atendimento individual de EFT!

 

Agende uma sessão de EFT!


Terapeutas Guia da Alma estão te esperando!