O que causa ansiedade: 12 tipos de pensamento ansioso!

Técnicas e dicas para lidar com padrões de pensamento ansioso. Você se reconhece neles?
mulher lidando com ansiedade: o que causa ansiedade?
Terapeuta Certificado
Mais terapias de Kathia Morini
5/5 - (3 votos)

O que causa ansiedade e como enfrentar o “mal do século”?

Ana parecia ter a vida perfeita. Executiva de sucesso, levava uma vida aparentemente sem complicações.

Aparentava ter saúde, uma vida financeira estável, uma família amorosa e um amplo círculo social.

E mesmo assim, dizia estar sempre tensa, irritada, sem paciência e com um medo indefinido, um frio no estômago que não a abandonava.

Havia uma sensação permanente de que algo de muito ruim estava por acontecer.

Ana sofria com o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG).

Se identificou com algum desses sintomas? Nesse artigo vamos entender o que causa ansiedade, 12 padrões de pensamento ansioso e o que você pode fazer para lidar. Boa leitura!


 

O que é o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)?

mulher com tag: o que causa ansiedade

Foto: Engin Akyurt – Pexels

Quando uma pessoa está caminhando pela floresta e encontra um animal perigoso, precisa agir imediatamente se quiser sobreviver.

O corpo é inundado por endorfinas para que possamos reagir. Passado o perigo, os níveis hormonais se regularizam rapidamente, sem nenhum dano para o corpo.

A ansiedade é uma defesa do organismo como reação a possíveis ameaças. Diante de um perigo, o corpo descarrega cortisol, adrenalina e outras endorfinas para facilitar a luta ou a fuga.

Só que atualmente vivenciamos os perigos de forma bem diferente do passado.

A tensão e o medo podem tomar conta do dia a dia, em doses pequenas, mas constantes:

Trânsito, falta de tempo, pressão no trabalho, falta de dinheiro, medo de doenças… tudo isso pode ser vivenciado como ameaça e com esse estado crônico de estresse, a bioquímica do corpo se desequilibra.

É assim que a ansiedade natural se transforma em patológica, sendo uma dessas patologias o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG).

Confira: Teste de Nível de Ansiedade

O que a ansiedade excessiva pode causar?

mulher ansiosa: o que causa ansiedade

Foto: Andrea Piacquadio – Pexels

Se você se sente preocupada e ansiosa diante de uma situação pontual, como uma entrevista de emprego ou um evento importante, saiba que está tudo bem.

Porém, pessoas com Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) têm uma preocupação exagerada com os eventos da vida cotidiana.

Sabe aquela pessoa que acorda no meio da noite pensando como vai ser a conversa com a professora do filho?

Ou que não pode esquecer de pagar as contas no dia seguinte?

Esse estado de alerta constante influencia o estado geral de saúde e o sono e pode afetar as relações com a família, colegas, trabalho e capacidade de aprendizado.

Quando não tratado, o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) pode se agravar, provocando:

  • Insegurança;
  • Crises de pânico;
  • Fobias sociais;
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC);
  • entre outras patologias.

 

Mas o que causa ansiedade excessiva?

homem ansioso: o que causa ansiedade

Foto: Mental Health America (MHA)

Durante anos de prática no consultório, pude notar que as pessoas têm pouca ou nenhuma consciência sobre as causas da ansiedade patológica.

É como se um fator externo qualquer levasse a isso.

Quando a pessoa com transtorno de ansiedade compreende o que se passa no corpo e na sua mente, consegue ter mais controle sobre seus pensamentos e ações e pode fazer melhores escolhas para a sua vida.

A chave da transformação é ter mais consciência.

Existem muitas causas da ansiedade. Porém, durante meus atendimentos, observei que existem padrões de pensamento que contribuem significativamente para um estado de ansiedade excessiva.

Você se reconhece em algum deles? Vamos conferir a seguir:

 

O que causa ansiedade: 12 padrões de pensamento ansioso!

mulher com tag: o que causa ansiedade

Foto: MART PRODUCTIONS – Pexels

Como saber se tenho ansiedade? O que causa ansiedade?

Faça o teste: você se reconhece em dois ou mais padrões listados abaixo?

Se estes padrões são frequentes, sua mente está alimentando a ansiedade.

1. Pensamentos catastróficos

ícone de pensamentos catastróficos: o que causa ansiedade

Sempre imaginar que vai acontecer o pior diante de situações novas ou desafiadoras.

2. Autocobrança excessiva

ícone de autocobrança excessiva: o que causa ansiedade

Hábito de se cobrar sobre o que você “deveria” ser ou fazer – você nunca é boa o suficiente, tem sempre que melhorar alguma coisa.

3. Cegueira ao que é positivo

ícone negativismo

Não notar as coisas positivas que acontecem, percebendo só as negativas e/ou não dar crédito às suas conquistas.

4. Conclusões precipitadas

ícone de conclusões precipitadas

Não considerar todos os fatos e pontos de vista e chegar a conclusões que não necessariamente contemplam o cenário completo.

5. Culpa e autocrítica

ícone de culpa e autocrítica

Estes sentimentos diminuem a autoestima e a confiança em si mesma, podendo gerar paralisia e desânimo.

6. Personalização

ícone de personalização

Quando você acha que tudo o que acontece é por sua culpa, sentindo-se responsável pelo bem estar de todos ao seu redor.

7. Polarização

ícone de polarização

Atitude de “tudo ou nada” se reflete em palavras como “sempre” ou “nunca” e em expressões como “não consigo”, “nunca vou poder fazer tal coisa”.

8. Exagero

ícone de exagero

Quando a cada deslize – por exemplo, você sente exagero e ansiedade no trabalho ou em tarefas cotidianas – você tem pensamentos como “eu realmente sou uma péssima profissional” ou “eu nunca vou saber administrar minha vida”.

9. Generalização

ícone de generalização

Quando você tem uma situação específica e extrapola como se fosse para sempre, por exemplo, quando você termina um namoro e pensa que vai ficar solitária para o resto da vida.

10. Raciocínio emocional

ícone de raciocínio emocional

Isso acontece quando você tem um sentimento e, por conta disso, imagina que uma situação seja real baseada apenas em sua emoção, sem evidências que apoiem o fato. “Se sinto isso, é porque deve ser verdade”.

11. Reclamação

ícone de reclamação

Muitas vezes não sabemos lidar com expectativas frustradas, e durante muitas vezes no dia, nossa voz interior nos diz o quanto somos “burras” ou “idiotas” ou achamos tudo “um saco”.

Essa atitude suga nossa energia e afeta negativamente nossa autoestima.

12. Preocupação

ícone de preocupação: o que causa ansiedade

Se não estivermos atentas é muito fácil imaginar um futuro sombrio, simplesmente porque estamos com medo de uma situação nova.

É inútil preocupar-se, ou seja, ocupar-se de algo sem que tenha acontecido.

 

  • Você se identificou com alguns desses padrões de pensamento ansioso?

Calma, agora vou dar dicas do que fazer para cada um deles.

E se precisar de apoio emocional, agende uma sessão online de Terapia para Ansiedade!

 

O que fazer para controlar a ansiedade? Dicas e técnicas!

mulher com medo: o que causa ansiedade e como controlar?

Foto: MART PRODUCTIONS – Pexels

Essa é a pergunta de 1 milhão de dólares… mas vou deixar aqui alguns aprendizados e dicas.

Lembrando que nós, terapeutas, temos ferramentas e técnicas que podem facilitar e agilizar a sua jornada de autoconhecimento.

Minha primeira dica é: reconhecer o que causa ansiedade em você e como esses pensamentos tóxicos acontecem no dia a dia.

Apenas tome consciência, veja o pensamento passar, como se fosse uma nuvem. Lembre-se que ele foi apenas uma ideia, como poderia ser qualquer outra.

Note que, para ter consciência dos pensamentos, é preciso que você esteja mais ancorada no momento presente.

Já percebeu que, no dia a dia, fazemos ações de maneira automática, sem estar realmente atentas ao que acontece com nosso corpo e ao nosso redor?

Experimente ter mais foco no aqui e agora através dos 5 sentidos e da respiração.

O próximo passo é entender o que você pode fazer com cada um desses padrões de pensamento geradores de ansiedade. Vamos lá?

1. Pensamentos catastróficos

ícone de pensamentos catastróficos

Pergunte-se por que o hábito de imaginar o pior, se você pode imaginar qualquer coisa?

Ou melhor ainda: como seria abandonar as expectativas sobre o futuro?

2. Autocobrança excessiva

ícone de autocobrança excessiva

Somos pontes entre o Céu e a Terra, entre o sagrado e o profano. Que tal aceitar que você é apenas um ser humano que sempre faz o seu melhor?

3. Cegueira ao que é positivo

ícone de pensamento negativo

Todos os dias, antes de dormir, encontre 3 coisas que aconteceram pelas quais você sente gratidão, e agradeça mentalmente. Se puder escrever, fica ainda mais potente.

4. Conclusões precipitadas

ícone de conclusões precipitadas

Que tal abrir espaço para conversar e entender outros pontos de vista? Peça que pessoas de confiança tragam suas opiniões e construa um quadro mais completo da situação.

5. Culpa e autocrítica

ícone de culpa e autocrítica

Em quais mentiras você acredita que te impedem de reconhecer o ser divino que você já é?

6. Personalização

ícone de personalização

Você só é responsável por você mesma! Por mais que ame outras pessoas, elas devem cuidar de suas vidas. Estabeleça limites saudáveis.

7. Polarização

ícone de polarização

Está comprovado que as palavras têm poder, já que são a primeira forma de manifestação das ideias no plano concreto.

Tome consciência do seu vocabulário e substitua as palavras negativas por expressões positivas e poderosas.

8. Exagero

ícone de exagero

Treine a autocompaixão. Compreenda que erros são inevitáveis e fazem parte da nossa jornada de evolução.

9. Generalização

ícone de generalização

Relembre seu passado e perceba que, no final, as coisas acabam se reorganizando, mais cedo ou mais tarde. Nada é absoluto, nada é para sempre.

10. Raciocínio emocional

ícone de raciocínio emocional

Como seria sentir e expressar a emoção, sem julgar? Também neste caso, buscar outras opiniões e pontos de vista pode ajudar a ter mais clareza.

11. Reclamação

ícone de reclamação

Aqui se requer um exercício de mudança consciente e autoamor. Recuse os rótulos autoimpostos.

Entenda que a vida é assim mesmo, cheia de desafios e que eles são fonte de aprendizados.

12. Preocupação

ícone de preocupação

“Dançar conforme a música”, percebendo que temos os recursos para lidar com tudo o que se apresenta.

E se não tivermos, vamos buscar no momento necessário.

Que tal fazer uma lista dos seus dons, poderes e ferramentas?

De qualquer maneira, é impossível prever todas as possibilidades futuras.

A pandemia já nos mostrou que eventos inimagináveis acontecem. Então para que sofrer antecipadamente?

É claro que tudo é um processo, e as ações que sugeri acima levam tempo para a mudança acontecer.

Escolha 2 pontos por vez e trabalhe neles com paciência e constância.

Gostou das dicas? Agora que você entendeu melhor o que causa ansiedade e como lidar com os pensamentos ansiosos, quero te dar uma:

Dica extra: tenha apoio profissional

ícone terapia para ansiedade

Uma forma altamente recomendada de lidar com todos esses tipos de pensamento ansiosos a longo prazo é: fazer Terapia.

Como exemplo disso, trago a Andrea: uma carioca de 48 anos que chegou até mim com queixa de ansiedade, compulsão alimentar e fibromialgia.

No início, ela me contou que seu objetivo é ter mais saúde emocional e mental e cuidar bem do corpo. Depois de apenas 3 meses de terapia integrativa, Andrea diz que os sintomas da ansiedade diminuíram em 80%.

Outro caso de sucesso é a Angelica: paulista de 40 anos que chegou muito ansiosa por conta do trabalho.

Ela dormia pouco e mal, estava muito nervosa e não sabia como gerenciar o volume de tarefas. Sua vida familiar também estava sendo afetada, já que tinha pouco tempo para a filha e o marido.

Após 3 meses de terapia holística, Angelica diz que está mais calma, menos ansiosa, dormindo bem e que as relações familiares voltaram a ser harmônicas.

Você sente algum desses sintomas e também gostaria de virar essa chave?

Agende suas sessões online de Terapia para Ansiedade na Guia da Alma 🙂

5/5 - (3 votos)