Ginecologia Natural: sabedorias que toda mulher precisa aprender!

Inspire-se na Natureza para cuidar de seu corpo, emoções e ciclos.
imagem de ginecologia natural
Mais terapias de Iana Barcellos
5/5 - (1 voto)

Você conhece a Ginecologia Natural e tudo de bom que ela pode proporcionar para a saúde feminina?

Neste artigo te contarei o que significa e dicas práticas para absorver os benefícios da Natureza para tratamentos ginecológicos.

Eu sou Iana Moreira Andrade Barcellos, terapeuta que trabalha com Medicina Tradicional Chinesa (fitoterapia, acupuntura e massagem), Reiki, facilitadora em Constelações Familiares Xamânicas, Rituais Xamânicos e Alimentação natural. Boa leitura!


 O que é Ginecologia Natural e qual a sua importância

imagem de o que é ginecologia natural e qual a sua importância

Foto: IRINA KROLEVETC – istock

A Ginecologia Natural é uma forma de se conectar com a sua própria natureza feminina e seus ciclos.

É a maneira mais natural de se cuidar, de se conhecer e de se curar.

É sobre a conexão com a natureza mais íntima da mulher, na auto observação, no se acolher e no amor próprio.

Para muitas de nós é um caminho difícil, longo. Às vezes visto como impossível. Mas, com certeza, é um caminho de autocura.

todas nós, mulheres, e também os homens, temos uma natureza feminina, que é intuitiva, acolhedora, conectada, receptiva, transmutadora, criativa, encantadora e infinita, pois vive em seus ciclos.

Aquelas e aqueles que se conhecem profundamente e se respeitam em suas naturezas femininas e masculinas, ou sem identificação de gênero também, conseguem ter uma vida mais plena de felicidade e saúde.

A Ginecologia Natural baseia-se em conhecimentos ancestrais, vivenciados e passados de geração a geração.

Na verdade, muito do que se avançou hoje na ciência deve-se ao que já foi estudado e praticado, salvando muitas vidas no passado, resistindo em meio ao patriarcado, que é essencialmente o desempoderamento da sabedoria do feminino.

Atualmente vivemos um momento de resgate dessas sabedorias ancestrais, que têm uma grande importância para que tenhamos a condição de sermos livres, independentes, saudáveis.

E que não tem a ver com possuir a condição financeira melhor ou pior – que também é uma das bases do patriarcado: acumular mais do que precisa para ter mais poder sobre o outro, disputar, dominar.

É simplesmente reconhecer que somos a natureza e por isso nós somos cíclicos e quando nos afastamos, negamos essa natureza.

Surgem as chamadas desarmonias ou doenças, como se nomeia no Ocidente.

Felizmente, aos poucos, vamos nos apoiando, criando elos nessa corrente de levantar-nos e, sabendo ou não disso, nós mulheres somos parte fundamental dessa mudança.

Cansadas de reproduzir um modelo que falha em humanidade, amor próprio, empatia e em tantas outras qualidades importantes, que sem elas geram grandes distorções e disfunções, precisamos, ou melhor, necessitamos de mulheres e homens com o Sagrado Feminino e Sagrado Masculino curados, para que dessa força surja a transformação que a humanidade tanto necessita.

A importância do autoconhecimento é fundamental no empoderamento desse Yin Yang, feminino/masculino, pois somos seres capazes de sentir nosso corpo, emoções, respeitar nossos sonhos e destinos, escutar o nosso coração e o que ele anseia e o que ele tem medo.

É sobre estar atenta e conectada à sua alma, isso pode salvar a sua vida e ajudar a salvar tantas outras!

Precisamos de equilíbrio nas relações, no trato com nosso corpo, com o ambiente que nos cerca, isso é saber valorizar as qualidades do feminino.

Buscar a harmonia é um movimento feminino.

O ciclo menstrual e as fases da Lua

imagem de o ciclo menstrual e as fases da lua

Foto: Avesun – istock

Muitas mulheres se conectam com a Mãe Terra através da sua menstruação há milênios, plantando sua Lua (sangue menstrual) e devolvendo para a terra a dádiva da vida, que nos é dada toda lunação. Mais uma vida nova que se prepara para chegar, mas que sem a
fecundação, desce e volta para a Terra.

Sabendo que essa é uma energia muito poderosa, a da possibilidade de uma vida, essas mulheres sábias observaram que esse sangue tinha e tem muito poder, podendo ser usado de várias maneiras, como para adubar as plantas, por exemplo.

São muitas coisas lindas que se pode realizar neste ritual de plantar, tudo depende da conexão, entrega e confiança na sua energia de Deusa co-criadora e de portal de conexão com o universo.

O sangue menstrual e a mulher menstruada não são vistos assim atualmente, uma grande maioria diz que traz sofrimento e incapacidade, fraqueza e transtornos, mas não precisa ser assim!

O que eu e muitas mulheres temos observado é o contrário.

A sabedoria sobre nossos corpos e ciclos traz: empoderamento, cura, realização, saúde para todas nós quando estamos honrando essa ancestralidade, cuidando bem de nossa energia sagrada feminina, nos conectando com a natureza de nossos corpos e nos apropriando do nosso poder.

Durante esses muitos séculos de patriarcado tentaram nos desconectar desse prazer que é se renovar, de renascer a cada novo ciclo e se reinventar novamente e infinitamente.

O aparelho reprodutor feminino ou vísceras curiosas, como dizem os chineses, têm um formato interessante: as trompas e o útero formam uma meia lua que se conecta ao meio externo pela vagina e a vulva; uma flor cheia de mistérios e segredos.

As 4 fases da Lua são:

  • Nova
  • Crescente
  • Cheia
  • Minguante

Esse ciclo é de 28 dias.

As 4 fases da Menstruação são:

  • Fase da Menstruação
  • Fase Proliferativa
  • Fase Ovulatória
  • Fase Secretora

Também são ciclos de 28 dias, podendo variar entre sete dias a mais ou sete dias a menos.

Sendo assim, como somos a Natureza, não precisamos ir ao parque para nos conectarmos com a Natureza, entende? Ela vive em nós!

Precisamos buscar o caminho interno de se descobrir, se reconhecer e se reconectar com a Lua, ou seja, com esse feminino sagrado.

Toda a natureza é feminina e cíclica, as 4 estações: verão, outono, inverno e primavera.

Nós, animais, vivemos esse ciclo de: nascer, crescer, reproduzir e morrer, também.

A própria gestação também tem suas fases: o óvulo, depois que é fecundado embrião, o feto e o bebê.

As mulheres querem aproveitar ao máximo o seu potencial, mas isso fica impossível sem conhecer seu ciclo e suas fases.

Pois é uma verdadeira montanha russa de emoções e sentimentos, de muita energia ou a falta dela, saber que temos que aprender a acolher, recolher, parar o automático e mergulhar para dentro.

É o que o autoconhecimento traz como autoempoderamento.

Algumas crenças espirituais acreditam que o espírito é infinito, que nunca morre e é a conexão com o universo, o Grande Mistério, de onde viemos e para onde vamos.

E é aqui neste chão, planeta Terra, Pachamama, arquétipo da mãe e do feminino, Gaia, que viemos vivenciar essa experiência única: a de estar viva!

Ervas da Ginecologia Natural

imagem de ervas da ginecologia natural

Foto: Ekaterina Fedulyeva – istock

A Natureza em nós se assemelha à Natureza ao nosso redor, como se diz na Homeopatia e Naturopatia.

As plantas têm um papel fundamental nessa conexão.

Elas são seres muito evoluídos e que acompanham a evolução da humanidade. Ou melhor: a humanidade vem evoluindo porque compreende a importância das plantas nas nossas vidas.

As mulheres sábias, as benzedeiras, rezadeiras, curandeiras, xamãs são as guardiãs desse conhecimento ancestral.

Por elas e por todas nós, a Ginecologia Natural vem conseguindo se destacar como grande auxiliar em nossas vidas.

Toda uma sociedade se beneficia quando as mulheres ocupam o lugar ao qual lhes é digno. A esse estudo chama-se: Fitoterapia.

As plantas adquirem qualidades diferentes de acordo com o ambiente onde elas se desenvolvem, essas qualidades tem a ver com a energia do ambiente, como qualidades de plantas fitoenergéticas. Exemplo:

  • Peumus boldus ou Boldo do Chile, o que nasce nas terras chilenas que é o medicinal ou o mais estudado e atestado em suas propriedades.
  • E a Arnica Montana, que nasce em regiões montanhosas, possui essas características deste habitat onde se desenvolve.

Existem outros tipos de arnica e boldo mas essas espécies são as mais estudadas e com comprovação científica.

Existe uma variedade imensa de espécies que já são usadas há milênios para ajudar no restabelecimento da saúde que já foram estudadas e hoje reconhecidas por todos.

Quem nunca tomou um chá de camomila para se acalmar, ou um chá de erva doce para aliviar os gases, ou mesmo de hortelã para ajudar na digestão?

Quem nunca provou, deve provar, pois o poder medicinal das plantas sempre nos ajudou!

Sabendo usar com a indicação correta, que é fundamental para se ter bons resultados.

Atenção: Não é por ser natural que se pode tomar de qualquer jeito!

Por isso, a importância de consultar com um terapeuta especializado!

Agende uma sessão de Fitoterapia Online comigo e receba as indicações corretas para seu autocuidado natural 🙂

  • Tem a dose certa, a maneira, meio de ingestão, tratamento correto para cada caso.
  • Podem ser extratos secos em cápsulas, extratos líquidos de tinturas em gotas, chás, banhos de assento, banhos de imersão, vaporização, saunas… essas são algumas formas de usufruir dos benefícios das ervas.

Vou citar algumas que eu considero importantes para a saúde feminina:

Calêndula ou Calendula off

ícone de calêndula ou calendula off

Cicatrizante, excelente para problemas de pele: como manchas, alergias, coceiras. Podem ser utilizadas externamente em banhos de imersão ou assento, para higiene íntima da mulher.

Camomila ou Matricaria recutita

ícone de camomila ou matricuria recutita

Usada em forma de banhos de assento para tratar os sintomas da candidíase. Tomada como chá para acalmar as cólicas menstruais e espasmos dolorosos. Tem alto poder sedativo.

Agoniada ou Plumeria lancifolia

ícone de agoniada ou plumeria lancifolia

Indicada para inflamações do útero, ovários e problemas menstruais, como regulador menstrual, infertilidade feminina, dismenorréia e outros problemas ginecológicos.

Maconha ou Cannabis Sativa

ícone de maconha ou cannabis sativa

Ansiolítico, relaxante, antiinflamatório, trata cólicas menstruais, enjoos e náuseas de gestantes, endometriose, candidíase, dificuldade em ter prazer sexual. É usado principalmente por via oral do extrato oleoso tomado em gotas, inalado por vaporizadores ou em sprays e cremes de uso tópico.

Sálvia

ícone de sálvia

Existem muitos tipos. As mais conhecidas são:

  • Sálvia esclaréia: reguladora hormonal;
  • Sávia chinesa: metrorragia, dor abdominal pós-menstrual;
  • Sálvia branca: facilita o parto.

Barbatimão ou Stryphnodendron barbadetiman

ícone de Barbatimao Stryphnodendron barbadetiman

É a casca da árvore do Barbatimão que se usa, no pós parto, como banho de assento para cicatrização, regeneração de tecidos lacerados durante o parto, para ajudar o útero e vagina a retornar ao seu tamanho original, para vaginites, esgotamento, anti-hemorrágico na metrorragia, possui a qualidade fitoenergética adstringente, depurativo e tônico.

Dong Quai ou Angelica sinensis

ícone de Dong Quai Angelica sinensis

Tonifica o sangue e regula a menstruação. Indicado para amenorréia (ausência de menstruação), dismenorréia (dores, cólicas menstruais) tontura, palpitação e redução de inchaço.

Banho de Assento e Ginecologia Natural

imagem de banho de assento e ginecologia natural

Foto: Puhha – Shutterstock

O banho de assento pode ser feito em banheiras ou bacias grandes, para que haja uma boa absorção no corpo, além de ser um momento de relaxamento, de prazer e de cuidado com você mesma.

Podemos usar tanto ervas secas como frescas, alguns óleos essenciais também.

  • Para fazer um banho de assento:

Precisa de água quente, uma banheira ou uma bacia e as ervas escolhidas, deixar um pouco em infusão e depois colocar mais água fria pra ir temperando até ficar agradável para você desfrutar desse momento.

Fique sentada, no caso da bacia, ou entre, no caso de banheira.

Fique por uns 40 minutos ou até que esfrie a água.

Algumas gotas do óleo essencial ou as flores e galhos da lavanda são maravilhosos para acalmar, trazer tranquilidade e melhorar o sono.

  • Banho de assento ou de imersão para facilitar o trabalho de parto:

É feito com Sálvia Branca (a erva seca), folhas de Nabo secas ou frescas e Mentrasto ou Erva de São João, fresco ou seco.

Atenção: Não é por ser natural que se pode fazer de qualquer jeito! Tenha a orientação e ajuda de um profissional qualificado.

Ginecologia Natural: Receita de Vaporização do Útero

ícone de ginecologia natural receita de vaporização de útero

Melhor fazer no banheiro ou no quarto, que geralmente são ambientes fechados, onde você vai fazer tipo uma mini sauna.

  • Coloca água em uma panela grande, não precisa ser cheia;
  • Deixa a água ferver, depois coloca as folhas do Poejo, Lavanda ou outra erva da sua escolha na panela e desliga.
  • Pega essa panela e coloca no chão, embaixo das suas pernas e fica sentada num banquinho.

Em pé ou de cócoras, escolha a posição que for mais adequada para o seu momento, condição e necessidade, deixando o vapor entrar no seu templo de conexão com o universo.

Fique o tempo que achar agradável. Se tiver uma saia longa e rodada ajuda bastante a enviar o vapor para a região certa.

Ginecologia Natural e Corrimento

ícone de ginecologia natural e corrimento

O corrimento é algo natural, ele acontece com a maioria das mulheres.

As calcinhas de tecidos respiráveis, como de algodão, são melhores para a saúde de toda região feminina.

Os tecidos sintéticos e as roupas muito justas podem aquecer demasiadamente o ambiente interno e a vulva e a vagina irão sofrer com isso, podendo ser uma das causas do aparecimento de problemas como fungos e bactérias que gostam de se desenvolver em lugares quentes e úmidos.

O stress também é um fator importante que desencadeia a baixa na imunidade e por consequência, o aparecimento desses tipos de problemas.

  • Então deixe a sua vagina respirar, isso é bem importante!
  • Não fique com roupa de banho, maiô ou biquíni molhados por muito tempo, pois isso também aumenta a umidade e os bichinhos adoram!

Quando aparece um corrimento que tem um cheiro forte, cor amarelada escura acompanhado de coceira é sinal de algum desequilíbrio na flora vaginal.

Por isso a importância de se auto observar sempre, e sempre ter acompanhamento de terapeuta e ginecologista.

Ginecologia Natural e Candidíase

ícone de ginecologia natural e candidíase

Tratar a famosa candidíase tem sido um grande desafio para muitas mulheres, justamente por ela ser deflagrada por processos emocionais, como traumas de abuso e violência, stress e dificuldades com o feminino.

Esses são alguns gatilhos, sistemicamente falando.

Um feminino que foi muito magoado e ferido, no passado, pode gerar um quadro de candidíase crônica no futuro.

É vital olhar com aceitação, acolhimento e respeito para suas feridas e saber que elas são importantes para a descoberta de quem você é e de quem quer ser.

Cada ancestral sua vive dentro de você e de alguma maneira se manifesta aqui no tempo presente.

Quantas coisas carregamos sem ter consciência?

Estudos e a prática de muitas mulheres têm comprovado a eficácia do alho para tratar a candidíase.

É um poderoso antibiótico natural, tendo muitas indicações na saúde em geral e na ginecologia natural.

O famoso alho tem o seu destaque pela facilidade de encontrar e a grande eficácia.

Pode ser usando as cápsulas vaginais do óleo de alho. Passa uma noite com ele dentro e depois de manhã retira.

Lembrando que esta é uma dica de Ginecologia Natural para casos leves. Nunca deixe de ter acompanhamento de terapeuta e ginecologista!

Ginecologia Natural e Endometriose

ícone de ginecologia natural e endometriose

A endometriose é o aparecimento anormal das células do endométrio fora do local adequado, ou seja, nos ligamentos do útero, bexiga, ovários, intestinos e toda área pélvica fora das cavidades intra uterinas.

O endométrio é o conjunto de células que formam as camadas do útero.

Quando ocorre a menstruação são essas células do endométrio que são eliminadas. A inflamação crônica do organismo gera um quadro de propensão a esse desequilíbrio.

O tipo de organismo ou genética, o estilo de vida e a alimentação serão determinantes para deflagrar um quadro de endometriose.

Ainda é um mistério para ciência como estas células vão parar onde não é o lugar delas.

O que se sabe é que devemos evitar ter um organismo inflamado e para isso vai a dica: cuide do que come!

Evite todos os alimentos alergênicos que causam inflamação, como glúten, lactose, alimentos processados, açúcar e alimentos industrializados.

Observe como andam as suas emoções! Se houver processos sistêmicos (traumas, etc) peça ajuda de um terapeuta ou profissional que trabalha com as práticas integrativas (PICs) e/ou constelação familiar e veja como medicinas alternativas podem te ajudar.

O autoconhecimento, repito mais uma vez, é fundamental na cura real de qualquer enfermidade.

Temazcal ou Sauna Sagrada

ícone de temazcal ou sauna sagrada

Essa cerimônia é muito antiga e que muitos povos tradicionais da Mãe Terra já fazem há milênios. É o útero da Pachamama simbolizado.

Consiste em uma cabaninha feita na terra com galhos de árvores (chorão ou bambu mais comum no Brasil) e muitos cobertores, bem baixinha só se entra de joelhos, engatinhando igual bebê.

Toda fechada e escura como um útero.

No meio dela tem um buraco, lugar onde se colocam as avós pedras que são tão antigas que trazem a memória das etapas de vida da terra, elas são aquecidas previamente até ficarem bem incandescentes num fogo rezado, pelo homem ou mulher fogo.

Depois de trazer as pedras para dentro do centro, vem as ervas, em cima das pedras e depois a água.

Isso se repete 4 vezes, a cada porta que se abre vem mais abuelas pedras, mais ervas medicinais nas pedras e a água, rezos fortes e cantos.

A primeira porta é a bebê, a segunda a adolescente, a terceira a mulher madura e a quarta a anciã.

Simbolicamente representam, também, primeiro o nascimento (humildade), segunda (intenção), terceira (a cura, poder) e a quarta (gratidão).

Esse trabalho de cura é muito poderoso, pode curar traumas de parto, problemas de infertilidade nos casais, pode acontecer até um parto dentro da sauna.

Temazcal pode ser misto ou só para mulheres. É um processo de renascimento.

Quando saímos do ventre, simbolicamente, nos sentimos renovadas e com a pele macia do calor que retira as células mortas; o suor também nos ajuda a desintoxicar, desinchar, relaxar e dormir igual a um bebê.

A Saúde Emocional da Mulher e Heranças Genéticas

imagem de saúde emocional da mulher e heranças genéticas

Foto: Adene Sanchez – istock

Sem generalizar, cada ser é único e possui sua natureza emocional e racional. Mas as mulheres tendem a ser emotivas e os homens reservados.

Geralmente as mulheres são mais abertas a se trabalhar, fazer grupos, terapia, falar das emoções com as amigas ou terapeuta.

Será por que suas ancestrais sofreram muito no passado e elas tem o impulso de querer fazer diferente?

Ou será porque elas, com sua natureza mais sensível, têm mais necessidade e espaço para essas coisas?

Na verdade, não importa: fazer terapia sempre será importante, para todos os tipos de pessoas que queiram melhorar a si e a suas relações.

Alguns traumas e situações do passado podem estar influenciando, na maioria das vezes, o nosso campo morfogenético (das informações transgeracionais que carregamos).

São os padrões de comportamento repetitivos, as crenças limitantes e negativas, os traumas que não foram ressignificados e continuam se repetindo a cada geração.

Precisamos falar desse abandono, dessa violência, desse abuso… para dar lugar ao perdão, ao amor próprio e à saúde.

O que a mente cala o corpo sente. Os desequilíbrios da saúde feminina têm essa raiz, a mente que representa o racional e o coração o emocional.

Sentimos tanto que não conseguimos raciocinar e/ou raciocinamos tanto que não conseguimos sentir!

A importância de um acompanhamento terapêutico é imprescindível! De um ambiente seguro, alguém que passe conforto, acolhimento, respeito e onde você possa se expressar sem ser julgado.

É bom ter alguém para te ajudar a organizar as coisas.

  • Não tem problema ser sensível, se isso não for te atrapalhar na vida prática;
  • Nem ser mais racional, mas nunca ter contato com as emoções pode te afastar das pessoas que são importantes para você e deflagrar as chamadas desarmonias, desequilíbrios ou doenças.

A Fitoterapia utiliza a Natureza para reequilibrar seu corpo e tratar desordens e doenças no corpo terreno.

Os princípios ativos das plantas são os mesmos que as indústrias farmacêuticas utilizam para a produção dos remédios, só que com as fórmulas magistrais estes componentes são mantidos nas suas características naturais, não tendo os efeitos colaterais dos remédios quimicamente produzidos.

Ficou interessada? Que tal experimentar?

Você pode agendar uma sessão comigo para ver como irá se sentir

Perceba por si mesma os benefícios desta técnica milenar na sua nova rotina!

5/5 - (1 voto)

Terapeuta Xamânica, Consteladora Familiar, Acupunturista, Massoterapeuta e Reikiana. Atendimentos online e em Florianópolis - SC

AGENDAR!

Atende online
Presencial em Florianópolis - SC

Agende uma sessão de Fitoterapia!

Terapeutas Guia da Alma estão te esperando 🙂

Mais terapias de Iana Moreira Andrade Barcellos

Ver Perfil de Terapeuta
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca