O que é Fitoterapia? Saiba como as plantas podem nos ajudar!

Entenda mais sobre a sabedoria da natureza.
guia-da-alma-fitoterapia-pata-de-vaca
Mais terapias de Angela Hoppen
5/5 - (1 voto)

O que é Fitoterapia?

A Fitoterapia é o estudo das plantas medicinais e suas aplicações no tratamento e prevenção das doenças.

Neste artigo irei te mostrar como funciona essa sabedoria milenar. Boa leitura!


O que é Fitoterapia? Significado

imagem de o que é fitoterapia

Foto: Helin Loik-Tomson – istock

De forma sintética, é possível definir a fitoterapia como o estudo das plantas para fins medicinais com a função de tratar e prevenir doenças.

Ela é útil em diferentes meios, como: chás, alimentação saudável, pomadas, emplastros e até mesmo para a ginecologia natural.

Os profissionais capacitados para indicar a fitoterapia são:

  • Médicos;
  • Farmacêuticos;
  • Nutricionistas;
  • Terapeutas holísticos e integrativos com formação na área.

Há uma diferença, portanto, entre a utilização da fitoterapia (onde utiliza-se as plantas unicamente para tratamentos) e os medicamentos fitoterápicos, que são formulados através das essências das plantas.

Como afirma a Profa. Dra. Ana Flávia Marçal Pessoa, coordenadora da Especialização em Fitoterapia e Plantas Medicinais da Escola de Educação Permanente do Hospital das Clínicas (EEP-HCFMUSP):

“O medicamento fitoterápico já passou por um processamento, chamamos de ‘ derivado vegetal’, já foi feito um extrato, uma concentração dos fitoquímicos presentes na planta medicinal.

Já a Planta medicinal ou droga vegetal é assim chamada quando é usada in natura, fresca ou seca, sem processamentos químicos – pode ser usada a planta inteira, ou apenas sua casca, seu caule, flores… Depende bastante da planta em si”.

Origem da Fitoterapia Chinesa e Brasileira

imagem de origem da fitoterapia chinesa e brasileira

Foto: Ekaterina Fedulyeva – istock

A fitoterapia é utilizada na naturopatia e surgiu de maneira independentemente na maioria dos povos.

A origem da palavra vem do grego (therapeia = tratamento e phyton = vegetal).

Vamos ver sobre a origem na China e no Brasil.

Fitoterapia Chinesa

ícone de fitoterapia chinesa

Na China, surgiu por volta de 3000 a.C. com a descrição das propriedades do Ginseng e da Cânfora.

A Fitoterapia Chinesa pode ser entendida como uma vertente da Medicina Tradicional Chinesa, com base na teoria Yin Yang, dos cinco elementos e no sistema de meridianos para utilizar as plantas medicinais como fórmulas herbáceas.

Fitoterapia no Brasil

ícone de fitoterapia no brasil

Aqui no Brasil nossos índios há muitos anos já utilizavam dessa técnica para cura.

De acordo com a FUNAI, muitos vegetais usados pelos indígenas como medicamentos apresentam de fato resultados surpreendentes e os conhecimentos técnicos, muitas vezes complexos, dos índios brasileiros estão presentes tanto no combate às doenças, quanto na caça e na pesca (através da utilização de venenos), na ecologia, na astronomia, na fabricação de sal, de objetos de borracha, de tecidos e na guerra (uso de gases asfixiantes).

A fitoterapia não é apenas o conhecimento da erva e do seu benefício medicinal!

Nós também precisamos saber quando e para quem indicá-la, assim como qualquer outro medicamento, até porque hoje muitos medicamentos têm como princípio ativo substâncias de plantas, então é fato que o conhecimento da planta e a análise do paciente são imprescindíveis.

É preciso saber, sempre, como as medicinas alternativas podem nos ajudar, para evitar riscos.

Apesar disso, a técnica nos traz efeitos ótimos com reações adversas quase nulas.

Equilibre sua saúde de maneira natural!

Agende uma sessão de Fitoterapia no Guia da Alma 🙂

Plantas medicinais e fitoterapia: benefícios e riscos

imagem de Plantas medicinais e fitoterapia: benefícios e riscos

Foto: Elenathewise – istock

São inúmeras as plantas que podemos utilizar como tratamento.

Cada país e até mesmo região tem suas particularidades nas plantas, e não só isso!

Podemos observar o quanto a natureza é sábia e nos dá o que precisamos para cada estação.

Por exemplo, eu que moro no sul do Brasil, região de clima mais frio, com invernos rigorosos, tenho no quintal da minha casa árvores de laranja e vergamota (também chamada de mexerica ou mimosa), que me dão frutos a partir de maio.

Agora vocês devem estar se perguntando: por que eu estou falando isso? Que relação um fruto tem com a fitoterapia?

Vou explicar pra vocês: tanto as laranjas, quanto as bergamotas e os limões, bem como suas folhas, são ricos em vitamina C!

Essa vitamina, cujo nome científico é ácido ascórbico, não pertence à classe de vitaminas que sintetizamos, ou seja, temos que consumi-la nos alimentos.

Ela é uma potente auxiliar do nosso sistema imunológico.

Sendo assim, no inverno, quando o frio deprime nosso sistema, as plantas nos dão frutos que o incrementam, para que nos mantenhamos saudáveis, lindo não?

O estudo das plantas medicinais e o isolamento do princípio ativo (prioridade da farmacologia) estão cada vez mais avançados.

Finalmente encontramos na natureza o alicerce para prevenir e tratar seus problemas de saúde.

Mas quero deixar claro que não devemos sair tomando qualquer chá de forma indiscriminada!

Como já falei acima, as plantas possuem princípios ativos, e mesmo que brandos podem ocorrer efeitos colaterais.

Algumas substâncias podem ser úteis para as pessoas, outras prejudiciais.

Um exemplo é a cafeína, um alcaloide, no ser humano deixa a pessoa desperta, mas em um inseto que tenta predar a semente do café, pode ter uma reação muito forte, que leva este a perda de apetite, podendo levá-lo à morte.

Significado de plantas para a saúde

imagem de significado de plantas para a saúde

Foto: fcafotodigital – istock

Um fato bem curioso da medicina chinesa é que a forma das plantas indica para que ela é boa!

Por exemplo, o feijão se parece com um rim, e é ideal para quem quer prevenir cálculos renais por possuir propriedades diuréticas.

O mesmo ocorre com as ervas:

Como exemplo posso citar a pata de vaca, uma árvore cujas folhas tem forma parecida dos rins.

O chá dessa folha tem grande capacidade diurética, além de ser utilizado para pacientes com diabetes com objetivo de reduzir a glicose no sangue.

São inúmeras as plantas que podem auxiliar na nossa saúde.

Lista de plantas medicinais utilizadas em Fitoterapia no SUS (Sistema Único de Saúde)

ícone de Lista de plantas medicinais utilizadas no Sistema Único de Saúde (SUS)

A Fitoterapia é uma das técnicas oferecidas no SUS, como Práticas Integrativas e Complementares (PICS).

Segundo o site do governo brasileiro:

“A fitoterapia é um tratamento terapêutico caracterizado pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas, sem a utilização de substâncias ativas isoladas, ainda que de origem vegetal. A fitoterapia é uma terapia integrativa que vem crescendo notadamente neste começo do século XXI, voltada para a promoção, proteção e recuperação da saúde, tendo sido institucionalizada no SUS por meio da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC) e da Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF).”

Algumas das principais plantas utilizadas são:

  • Alcachofra: Dispepsia funcional, hipercolesterolemia
  • Aloe ou babosa: Queimaduras, psoríase
  • Aroeira: Uso ginecológico
  • Camomila: Usada na fitoterapia para ansiedade e irritações
  • Cáscara sagrada: Obstipação intestinal
  • Cavalinha: Usada na fitoterapia para infecção urinária
  • Espinheira-santa: Gastrite, úlcera duodenal
  • Garra-do-diabo: Dor lombar baixa aguda, artrose
  • Guaco: Bronquite, tosse
  • Hortelã: Síndrome do cólon irritável
  • Isoflavona-de-soja ou soja: Sintomas do climatério
  • Plantago ou psylliumObstipação intestinal, síndrome do cólon irritável
  • Salgueiro ou salgueiro-branco: Dor lombar
  • Unha-de-gato: Artrite e artrose

Lembrem-se sempre de buscar um profissional habilitado e qualificado para prescrever o uso de fitoterápicos!

Ainda podemos recorrer a profissionais não médicos, desde que possuam conhecimento técnico sobre isso.

O conhecimento cultural nos dá muitas informações, mas atentem-se sempre ao individualismo de cada ser. Com saúde não se brinca!

 

Vamos fazer um acompanhamento fitoterápico personalizado para você?

5/5 - (1 voto)

Equilibre sua saúde de maneira natural!

Agende uma sessão de Fitoterapia no Guia da Alma 🙂

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca
chakra
Libere os bloqueios que te impedem de progredir!
Alinhe suas energias ✨