image-ayurveda-a-maravilhosa-medicina-oriental
Ayurveda Terapias

Ayurveda: a maravilhosa medicina oriental

Conheça mais sobre esta medicina milenar baseada no equilíbrio dos doshas.

icon-share
83 compartilhamentos

Olá, antes de começar a falar sobre a Ayurveda, sugiro a todos a leitura do meu artigo sobre medicina chinesa, para que juntos possamos tirar algumas conclusões sobre essas antigas formas de medicina.

Assim como a medicina chinesa, a ayurveda é um dos mais antigos sistemas medicinais, originado na Índia há cerca de 7 mil anos. Em sânscrito ayur significa vida e veda ciência, então basicamente Ayurveda é a ciência que estuda a vida.

 

Os doshas e os elementos

A ayurveda, utiliza os cinco elementos da natureza para formar um diagnóstico e, consequentemente, uma forma de tratamento, porém dois elementos mudam em relação à Medicina Tradicional Chinesa: o ar e o éter. A filosofia da arte médica ayurvédica é baseada no samkhya, que utiliza os elementos água, fogo, ar, éter e terra para justificar toda a existência e todas as doenças a partir do desequilíbrio dos elementos.

Segundo essa filosofia, os seres humanos são regidos pelos elementos e influenciados por eles por meio dos doshas:  o dosha Pitta (regido por fogo e água), Vata (regido por ar e éter) e Kapha (regido por terra e água).

tridosha-ayurveda

Todas as pessoas possuem os três doshas, mas em diferentes proporções, justamente pelo fato de possuirmos em nossa constituição todos os elementos e o equilíbrio deles ser fundamental para nossa saúde.

 

Equilíbrio e saúde

Assim como os chineses, os indianos acreditam que nascemos com todos os elementos em equilíbrio e conforme vamos nos desenvolvendo os desequilíbrios são gerados.

A doença, para a Ayurveda, é muito mais que a manifestação de sintomas desagradáveis. Ela considera que a enfermidade inicia-se muito antes de sua manifestação. Assim, pequenos desequilíbrios tendem a aumentar com o passar do tempo, se não forem corrigidos, originando a enfermidade muito antes de podermos percebê-la.

Um dos principais métodos de diagnóstico é o exame do pulso onde se observa como os doshas circulam pelos nadis, que basicamente  são os meridianos onde a nossa energia circula. A partir da análise do pulso o terapeuta consegue estabelecer a qual dosha o indivíduo pertence e se seu organismo está em equilíbrio. >> Para quem se interessa pelo assunto sugiro que leia o Ayurveda text book do Dr. Vasant Dattatray Lad, que relata mais especificamente esse tema.

O estado de saúde é medido pelo terapeuta a partir do agni (fogo digestivo). Ter um bom agni significa ter a capacidade de extrair dos alimentos ingeridos todos os nutrientes necessários para a manutenção da saúde e da vida. E é exatamente por esse motivo que uma das principais formas de tratamento da Ayurveda é a alimentação.

Para os indianos a alimentação deve estar baseada nos doshas, como uma forma de alimentá-los e assim mantermos uma boa saúde. Por exemplo, pitta é regido pelo fogo e pela água, suas características são o calor, a leveza e a oleosidade, logo, a fim de não aumentar o fogo digestivo, a pessoa não deve ingerir alimentos picantes e salgados.

Além da alimentação existem outras formas de tratamento como fitoterapia, massagem, yoga e meditação.

O objetivo desta medicina é equilibrar os doshas e consequentemente evitar o surgimento de doenças. Difere da medicina ocidental por ser mais preventiva e não predominantemente curativa: a ênfase do tratamento está na raiz do problema e na harmonização dos doshas.

 

Como pudemos ver, as medicinas orientais são extremamente parecidas, seja no diagnóstico, no tratamento e também no âmbito preventivo, e é exatamente nesse ponto que eu gostaria que vocês compartilhassem comigo a resposta de alguns questionamentos:

Se essas medicinas são tão antigas (e pensando que a 7 mil anos atrás não existiam meios de comunicação tão eficientes), como elas podem se parecer tanto? Seriam influenciadas umas pelas outras ou o fato delas se parecerem apenas nos confirma que são filosoficamente corretas?

Particularmente eu fico com a segunda opinião. Elas podem até se influenciar mas principalmente garantem a confirmação de estarem corretas. E vocês, o que acham?

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdos para a sua evolução da consciência, uma vez por semana.




Angela Hoppen

Atendimento online e presencial em Joaçaba SC e Palmas PR. Especialista em Acupuntura e Medicina Chinesa, Naturoterapia, Reiki. Formada em Fisioterapeuta e estudante de Medicina, apaixonada pela cura e em busca da evolução da consciência e do autoconhecimento! Agende sua sessão!

13
0

Com 16 anos teve o despertar através do livro Mãos de Luz, a partir daí começou a busca pela evolução da consciência. Apaixonada pela cura e pelo cuidado ao próximo, descartou as exatas, tradição da família, e optou pela fisioterapia como seu primeiro curso, antes de terminá-lo iniciou a especialização em acupuntura e medicina chinesa. A medicina chinesa despertou o interesse pelo conhecimento das terapias naturais, realizando então este curso. Não contente com a abrangência ...

Deixe seu comentário e contribua com a troca

O Guia da Alma é o Portal que conecta pessoas e Terapeutas para uma vida mais leve com Terapia Holística e Integrativa online ou presencial em todo Brasil!

Descubra também o Autoconhecimento, Espiritualidade e Bem-estar no conteúdo original do nosso blog!

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdo para a sua evolução de consciência.

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!