O papel do Pai na Constelação Familiar: como harmonizar?

Honre a sua ancestralidade e tenha um novo olhar para sua história: saiba como!
o papel do pai na constelação familiar e sagrado masculino - avo, pai, filho

Olá! Neste artigo vamos conhecer o papel do pai na Constelação Familiar e quais as consequências e impactos da má relação entre pais e filhos.

Se você deseja harmonizar-se com sua ancestralidade e ter um novo olhar para sua história, fique comigo até o fim! 🙂 Sou Susy Brito, Terapeuta Holística, Integrativa e Psicanalista.


 

A constelação Familiar e as 3 Ordens do Amor

as 3 leis do amor na constelação familiar

A Constelação Familiar é um corpo de conhecimento onde somos convidados a conhecer e observar as dinâmicas ocultas do Sistema Familiar. É um trabalho filosófico, terapêutico e fenomenológico desenvolvido por Bert Hellinger, filósofo e terapeuta alemão.

O que significa um trabalho fenomenológico? Em uma Constelação o que está oculto vem à luz, então nós observamos tais dinâmicas sem julgamento ou intenção, é um processo de contemplar e ficar com o que se apresenta. 

Da observação fenomenológica do processo das Constelações Sistêmicas, Bert Hellinger compreendeu que há uma consciência que busca a ordem no sistema, a qual denominou: As Ordens do Amor, ou Leis do Amor.

Aqui explico brevemente cada uma dessas ordens para que possamos ter uma melhor compreensão da base do pensamento sistêmico que fundamenta a Constelação Familiar e o papel do pai na Constelação Familiar.

 

1. Pertencimento

constelacao-familiar-sistemica-xamanica-ordens-do-amor-inclusao-de-todos

“Aqueles que pertencem a um sistema têm o direito de pertencer a esse sistema e têm o mesmo direito que todos os outros.”

Bert Hellinger

Toda exclusão exige uma compensação que será representada por um dos membros do sistema. Destaco aqui que esta Lei não libera a pessoa das consequências de suas ações, porém garante o seu direito de fazer parte. 

A Ordem do Amor da Inclusão ou Pertencimento demanda a liberação do julgamento em favor da inclusão pelo bem maior do sistema, o que evita a criação de um emaranhamento, um bloqueio do fluxo de amor.

 

2. Hierarquia

guia-da-alma-ordens-do-amor-hierarquia-ordem-cronologica-ancestralidade

A Ordem do Amor da Hierarquia ou Ordem Cronológica diz respeito a reconhecer quem ou o que chegou primeiro. Por exemplo, os pais têm precedência com relação aos filhos e o relacionamento deles como casal tem precedência com relação à paternidade.

 

3. Equilíbrio entre dar e receber

ordens-do-amor-Ordens do Amor na Constelação Familiar: Equilíbrio Mãe Terra

“Bem no fundo da alma, existe a necessidade de equilíbrio. Quem recebe algo tem a necessidade de recompensar, na mesma medida em que recebeu. Isso tem uma função social muito importante: possibilita o intercâmbio e a solidariedade. Um grupo mantém-se unido quando todos dão e recebem de modo equilibrado.”

Bert Hellinger

Quando um dá mais que o outro pode retribuir, consciente ou inconscientemente, o outro começa a sentir um peso de estar na relação porque começa a ter um sentimento de culpa por receber muito.

A culpa é sentida como se fosse uma obrigação. Quanto menor o grupo, mais a Ordem do Amor do Equilíbrio é percebida.

  • Identificou alguma dessas Ordens em desarmonia nos seus relacionamentos? Agende a sua sessão de Constelação Familiar Online comigo ou continue lendo o artigo para saber mais sobre o papel do Pai na Constelação Familiar.

 

Os papéis da Constelação Familiar: pais e filhos

o papel do pai na constelação familiar os papéis da Constelação Familiar

Imagens: Pexels

O nosso sistema familiar é um campo de energia que contém todas as informações conscientes e inconscientes de cada membro da família. Neste campo, cada um ocupa o seu lugar único e somente neste lugar é que podemos desempenhar o nosso papel neste mundo.

A nossa clareza de lugar no mundo tem como base o posicionamento no seu lugar de origem, a família.

As figuras essenciais para a Constelação Familiar são os pais e os filhos e todos nós já exercemos pelo menos um desses papéis, o de filho.

Na visão sistêmica o nosso relacionamento com os nossos pais está diretamente relacionado com o nosso movimento na vida e para a vida.

“O que significa “pais e filhos”? Significa que os filhos receberam a vida desses pais específicos. Não existem outros pais a não ser esses. Por esse motivo, são os melhores pais: os únicos possíveis e, por isso, os únicos certos. 

A pergunta é: de onde vem a vida que nossos pais nos transmitiram? Eles a receberam de seus pais, e estes, por sua vez, de seus pais. A vida vem de longe, o quão longe não sabemos. Ela se perde em algo não reconhecido e desconhecido para nós. 

Mesmo assim, a vida que flui por essas gerações é sempre a mesma. Nada se altera nela. Por isso, não faz diferença como foram os pais. Todos são iguais naquilo que receberam e transmitiram.”

Bert Hellinger – Olhando para a Alma das Crianças

 

O papel do pai na Constelação Familiar

o papel do pai na constelação familiar

No pensamento sistêmico, o papel de cada um significa o seu lugar no Sistema e tudo o que isso representa e requer.

Quando identificamos que um membro da família está ocupando o lugar que, naturalmente, deveria ser ocupado por outro membro, vem à luz um emaranhamento do sistema.

O papel do Pai na Constelação Familiar, primeiramente é, junto à mãe, perpetuar a vida no sistema familiar.

Além disso, o pai representa e transmite aos seus descendentes o masculino ancestral e tudo o que esta força representa: 

  • Ordem
  • Comunicação
  • Socialização
  • Força
  • Energia Ativa
  • Mundo externo
  • Ir para o mundo
  • Vontade para conquistar

“Somente na mão do pai a criança ganha um caminho para o mundo. O Pai representa o espírito. Por isso o olhar do pai vai para a amplitude.”

Bert Hellinger

O movimento de progresso de cada um vai da mãe para o pai e através do pai para o mundo. Assim, o filho se completa.

É essencial para a nossa harmonização e força alinharmos a imagem de pai em nós à consciência de tudo o que ele representa.

Olhar para o pai e se permitir percebê-lo além de qualquer julgamento que tenhamos do homem que está neste papel, e se conectar com a força da vida e do sagrado masculino que chega até nós por meio dele.

Esta consciência é libertadora e nos traz cada vez mais clareza de quem somos.

 

Exercício de Harmonização

o papel do pai na constelação familiar harmonização

Para harmonizar o papel do Pai na Constelação Familiar e na sua vida, sugiro aqui um exercício simples, porém bastante e expansivo:

Faça uma respiração profunda, feche os olhos e se recolha ao seu centro.

Imagine que seu pai está a sua frente e que você o olha como uma criança olha para o pai: com olhos grandes e um amor incrivelmente profundo.

A maior entrega que jamais havíamos vivido foi esse olhar para nossos pais.

Se você não conheceu o seu pai, imagine como seria se ele estivesse a sua frente quando você era uma criança.

Perceba que atrás dele está o pai dele, o avô, bisavô e toda a linhagem masculina dele, que é a sua linhagem. A vida vem de geração a geração, com toda a sua força e energia e, por meio dele, seu pai, chegou até você.

Tome essa vida que chega a você. 

Agora se vire, seu pai fica atrás de você, do lado direito, e você olha adiante, olha para um lindo caminho de luz que é a sua vida. 

Sinta que a mão do seu pai está em seu ombro direito e receba dele, e de toda a sua ancestralidade masculina, a benção e a força para seguir em frente e fazer o seu melhor.

Fique com essa imagem e abra os olhos.

 

As consequências da má relação com o pai na Constelação Familiar

má relação com o pai na Constelação Familiar

Quando o pai não é aceito pelo filho, quando esse filho julga o pai, o nega, o exclui, está negando e excluindo uma parte de si mesmo.

Muitas vezes, como filhos, temos dificuldade de olhar para os pais como realmente são, esperamos e até exigimos deles o que eles não têm para dar, ou não tem que dar.

Como o papel do pai na Constelação Familiar é da ordem, da autoridade e da energia ativa, muitas vezes projetamos em nosso pai um amor idealizado e entramos em conflito com a presença real do masculino.

Quando estamos desconectados dessa presença paterna, temos dificuldade de apresentar e nos relacionarmos com tais características no mundo. 

Bert Hellinger ensina a deixarmos com os pais o que pertence ao destino deles, reconhecê-los como seres humanos, ou seja, pessoas normais como nós, e que vieram de seus próprios conflitos e emaranhamentos familiares.

  • Sentindo que precisar harmonizar o relacionamento com seu pai? Agende a sua sessão de Constelação Familiar Online comigo ou continue lendo o artigo para saber mais sobre o papel do Pai na Constelação Familiar.

 

A constelação familiar e o Pai ausente

o papel do pai na constelação familiar

Quando o pai é ausente na vida do filho, seja uma ausência física quanto a ausência de alguém que estava presente fisicamente, mas não exerceu o seu papel, é uma situação que pode gerar feridas e compensações na vida no filho. 

É algo que é carregado durante toda a vida, que deixa cicatrizes e uma sensação de vazio, até que possamos olhar para essa história de uma forma diferente e damos um lugar para esse pai em nosso coração. 

Quando eu digo: “Pai, você sempre terá um lugar no meu coração”, começo a curar essas feridas e a preencher esse vazio.

 

Constelação familiar, pais e filhos: como harmonizar esta relação

o papel do pai na constelação familiar: ancestralidade masculina: geração avo, pai e filho

Não digo que seja fácil dar esse lugar no coração para aquele que não cumpriu o seu papel. Mas nos cabe escolher manter as feridas ou curá-las.

O pai ausente é aquele que não soube ser pai, muitas vezes repetindo um padrão familiar, ou seja, não nos deram porque também não receberam.

Quando olho para o meu pai como aquele que me deu a vida, aquele que é um Portal para o Divino, um Portal da vida, me abro para uma compreensão que vai muito além do ego, é um saber de alma, do Ser. E a esse saber eu me conecto para que toda a força que ainda não estava presente em mim, possa se estabelecer.

Essa permissão em receber tudo o que o masculino ancestral me traz por meio do meu pai, é libertadora e de uma expansão imensa.

Quando o filho se alinha ao pai, independente do destino que lhe coube, tem mais condições e leveza para seguir adiante. 

Abaixo segue a carta de Bert Hellinger para o seu pai:

“Querido papai,

Por muito tempo eu não soube o que me faltava mais intimamente.

Por muito tempo, querido papai, você foi expulso de meu coração.

Por muito tempo você foi um companheiro de caminho para quem eu não olhava, porque fixava meu olhar em algo maior, como me imaginava.

De repente, você voltou a mim, como de muito longe, porque minha mulher Sophie o invocou.

Ela viu você, e você me falou por meio dela.

Quando penso o quanto me coloquei muitas vezes acima de você, quanto medo também eu tinha de você, porque muitas vezes você me batia e me causava dores, e quão longe eu o expulsei de meu coração e tive de expulsá-lo, porque minha mãe se colocava entre nós; somente agora percebo como fiquei vazio e solitário, e como que separado da vida plena.

Porém, agora você voltou, como que de muito longe, para minha vida, de modo amoroso e com distanciamento, sem interferir em minha vida.

Agora começo a entender que foi por você que, dia a dia, nossa sobrevivência era assegurada sem que percebêssemos em nosso íntimo quanto amor você derramava sobre nós, sempre igual, sempre visando o nosso bem-estar e, não obstante, como que excluído de nossos corações.

Algumas vezes lhe dissemos como você foi um pai fantástico para nós?

Você foi cercado de solidão e, não obstante, permaneceu solícito e amoroso a serviço de nossa vida e de nosso futuro.

Nós tomávamos isso como algo natural, sem jamais honrar o que isso exigia de você.

Agora me vêm lágrimas, querido papai.

Eu me inclino diante de sua grandeza e tomo você em meu coração.

Tanto tempo você esteve como que excluído do meu coração.

Tão vazio ele estava sem você.

Também agora você permanece amigavelmente a uma certa distância de mim, sem esperar de mim algo que tire algo de sua grandeza e dignidade.

Você permanece o grande como meu pai, e tomo você e tudo que recebi de você, como seu filho querido.

Querido papai,

Seu Toni (assim eu era chamado em casa).” – Bert Hellinger

  • Sentindo que precisar harmonizar o relacionamento com seu pai? Agende a sua sessão de Constelação Familiar Online comigo ou continue lendo o artigo para saber mais sobre o papel do Pai na Constelação Familiar.

 

Dicas para pais e filhos, segundo Hellinger

o papel do pai na constelação familiar dicas para pais e filhos

Nos colocamos no mundo a partir da forma como nos relacionamos com os nossos pais. 

O relacionamento entre pais e filhos se inicia na concepção, toda a força daquele momento faz parte de quem somos. O que os pais experimentam durante a gestação é percebida de forma inconsciente pelo bebê que está no útero, onde é bem sensível aos sentimentos de aceitação ou rejeição de seus pais. 

Ao nascermos nos conectamos primeiramente à mãe, que representa o nosso primeiro sucesso: estarmos nutridos, alimentados e assim nos mantemos vivos.

Esse é um movimento para a vida.

Uma vez na vida, a conexão com o pai irá trazer a expansão, a força para ir além, a permissão para experimentar, errar, acertar e aprender. 

A proteção da mãe e a permissão do pai em ir além dessa proteção nos mantém no fluxo da vida e em constante evolução.

Quando os pais e os filhos têm essa consciência e cada um se coloca no seu lugar, assumindo o seu papel no sistema familiar, a ordem se estabelece e a vida fica mais leve.

Cabe aos pais estarem presentes e conscientes do seu papel, de que um filho é a perpetuação da vida e, sendo assim, é natural que o caminho deles seja o de seguir, experimentar o novo, fazer diferente, expandir e trazer novas consciências para o sistema.

Ao invés de expectativas e medos, abençoar para que eles sejam plenos e felizes permitindo que a vida siga adiante por meio deles.

Cabe ao filho compreender que os pais só podem dar aquilo que tem, aquilo que são, que deram a vida e tudo o que tinham.

Cabe ao filho entender que os pais são pessoas comuns, um homem e uma mulher, e que também estão aqui em processo de aprendizado e crescimento.

O filho, quando esquece disso, começa a exigir demais dos pais e, consequentemente, acredita que a vida lhe deve algo e se coloca em posição infantil perante a vida.

Como ter uma relação harmoniosa com os pais mesmo quando há muitos conflitos? Enxergando a humanidade deles.

Podemos olhar para eles como as crianças que foram, ver além do que achamos que deveria ser e trazermos ao nosso coração quem eles realmente são, aceitando-os com a consciência de que fizeram o possível com o que tinham.

 

Constelação Familiar: pais separados

Constelação Familiar: pais separados

A separação dos pais não representa o fim da família e sim a mudança desta dinâmica.

Quem se separa é o casal, o homem e a mulher, o pai e a mãe continuam nos seus devidos papéis. O vínculo pais e filhos continua e não termina nunca mais.

Este é um momento que pode ser de crescimento, uma vez que os pais se coloquem de forma madura na separação e mantenham o amor pela família. 

Jamais excluir o pai ou a mãe. Se um dos dois é excluído, este filho vai começar com as compensações que acontecem de forma inconsciente.

O melhor para os filhos é cultivar neles o amor e admiração pelos pais.

Diga a partir do seu coração:

– Eu escolhi o melhor pai para você meu filho (a)! 

–  Eu escolhi a melhor mãe para você meu filho (a)!

Se um dos cônjuges acredita que fez a escolha errada e jamais deveria ter vivido aquele relacionamento, está também dizendo que o filho foi uma escolha indevida.

É dessa forma que chega na criança: “sou um erro”, “não sou bem-vindo(a)”.

Quanto mais consciência os pais tiverem do que afeta a criança e quanto mais cultivarem o amor pela família, mais podem experimentar um crescimento durante o processo.

Somente assim é possível liberar os filhos dos emaranhamentos do casal. 

Se o filho se perceber em posição de ter que escolher um dos lados, é muito provável que passe a ocupar um lugar no sistema familiar que não é o seu. Como já falamos, esta é uma situação extremamente negativa para sua realização e expansão na vida. 

“Se a separação é dolorosa, há sempre a tendência a procurar alguém para incriminar. Os envolvidos tentam aliviar o peso do destino arranjando um bode expiatório. Em regra, o casamento não se desfaz porque um parceiro é culpado e o outro inocente, mas porque um deles está assoberbado por problemas de sua família de origem ou ambos caminham em direções opostas.

Se se incrimina um parceiro, cria-se a ilusão de que algo diferente poderia ter sido feito ou de que um comportamento novo resgataria o casamento. Nesse caso, a gravidade e a profundidade da situação são ignoradas, os parceiros começam a recriminar-se e a acusar-se mutuamente. A solução para combater a ilusão e a crítica destrutiva é resignar-se à forte dor provocada pelo fim do relacionamento.

Essa dor não dura muito, mas é lancinante. Se os parceiros se dispuserem a sofrer, poderão tratar do que merece ser tratado e dispor as coisas que precisam ser dispostas com lucidez, ponderação e respeito mútuo. Numa separação, a raiva e a censura em geral substituem o sofrimento e a tristeza.” 

Bert Hellinger – A Simetria Oculta do Amor

Os pais devem se alinhar ao amor inicial que experimentaram pelo parceiro e vê-lo no filho a partir desse amor. 

Diga: Seremos sempre seus pais.

Decida amar a mãe do seu filho. Decida amar o pai do seu filho.

 

Constelação Familiar: Pai e Filha

constelação familiar: pai e filha

Se você é filha, observe a sua relação com o seu pai. É deste relacionamento que você acessa a força do masculino da sua ancestralidade que proporciona libertação, projeção no mundo e maior confiança na sua feminilidade.

Ao se harmonizar com o pai e tudo o que ele representa, há um maior e mais forte fluxo de amor entre você e o masculino.

Faça esta visualização para se alinhar com o seu pai:

Imagine ele a sua frente e diga: 

Pai, eu o incluo no meu coração como você é.

Eu sou sua filha e sou mulher. Você é homem.

Eu o respeito e o amo como filha e com você aprendo a lidar com os outros homens. 

Graças a você e a mamãe eu recebi a vida, sem você eu não existiria.

Muito obrigada, agora eu sigo me sentindo completa e capaz de amar cada vez mais você. 

Pai, meu lugar é o de sua filha e, do seu lugar, você é forte e eu o honro e respeito. 

Seguimos livres e conectados por um grande amor. Muito obrigada.

Permita que a sua alma se harmonize com a alma do seu pai.

Ao estar em alinhamento com as leis do pertencimento e da hierarquia você se sentirá em paz.

 

Constelação Familiar: honrar pai e mãe

o papel do pai na constelação familiar

Honrar pai e mãe é tomar a vida que recebeu e fazer algo de bom dela. 

Honrar seu sistema familiar é incluir todos que um dia fizeram parte, dar um lugar no seu coração para eles, sem exceção e sem julgamento.

Honrar a ancestralidade é reconhecer todos que vieram antes e permitiram que você estivesse aqui, que somente porque fizeram o que fizeram é que você chegou, a vida continuou e está tudo certo. 

Honrar pai e mãe é deixar com eles o que é deles e tomar o que é seu: a vida.

Honrar é reconhecer, aceitar, incluir, dar um lindo lugar no coração, ser grato e com toda essa força e consciência, seguir adiante, estando a serviço de algo maior chamado vida.

 

Sessão de Constelação Familiar

Tenha um novo olhar para a sua história! Harmonize-se com sua Ancestralidade!

Na Constelação Sistêmica, os atendimentos a levarão a entrar em contato com o campo Familiar para que o Fluxo de Amor do sistema ao qual você pertence volte a fluir, liberando bloqueios e emaranhamentos, permitindo que a sua vida se torne mais leve e plena e que você tenha mais força, clareza e projeção na sua vida.

Além de melhorar a ansiedade, liberar medos e padrões negativos nos relacionamentos: consigo mesma, amorosos, sociais e familiar. 

Nos atendimentos também são utilizadas Técnicas Holísticas e a Psicanálise, de acordo com o que cada um requer para a sua harmonização e crescimento.

Agende a sua sessão de Constelação Familiar Online comigo e harmonize suas relações!

Facilitadora de Desenvolvimento Humano, Despertar e Acesso à Consciência. Terapeuta Holística e Integrativa, Psicanalista, Consteladora Familiar, Facilitadora de Ho'oponopono e de Meditação, Reiki Master, Terapeuta de Florais, Thetahealer e Barras de Access.

AGENDAR!

Atende online
Presencial em Araruama - RJ

Harmonize seus relacionamentos com a Constelação Familiar!

Agende com Terapeutas Guia da Alma.