Como aumentar o engajamento no trabalho: 6 dicas infalíveis para RHs!

Dicas infalíveis para aumentar o engajamento no trabalho da sua equipe.
Mais terapias de Rodrigo Roncaglio
5/5 - (1 voto)

Você sabe como medir o engajamento no trabalho? Consegue mensurar como o desengajamento de sua equipe afeta a gestão e a própria instituição?

Neste artigo te mostrarei dicas infalíveis para lidar com esse problema!

Sou Rodrigo Roncaglio, CEO do Guia da Alma – a solução completa para a Saúde Mental no trabalho. Boa leitura!


O que é engajamento no trabalho?

imagem de o que é engajamento no trabalho

Foto: Freepik

Engajamento no trabalho significa o comprometimento de toda a equipe de colaboradores em fazer parte de um propósito, como a missão da empresa.

Segundo a Investopedia, o significado e conceito de engajamento no trabalho se mede com o:

“O nível de entusiasmo e dedicação de um colaborador em relação ao seu trabalho.”

Engajamento profissional não está apenas vinculada à execução de demandas e entrega de resultados, mas também a forma como o colaborador está envolvimento de maneira geral a empresa.

Isso se reflete em: clima e cultura organizacional, motivação no trabalho, relacionamento com colegas e uso de benefícios.

Quando os colaboradores estão engajados com a empresa, deixam de lado apenas a visão de trabalho apenas para receber a remuneração. Começam também a se sentir parte da instituição, trabalhando de maneira energizada e focada com a missão institucional, até que o objetivo da empresa e do colaborador estejam unidos.

Segundo dados do relatório do ADP Research Institute, apenas 18% dos colaboradores do Brasil estão engajados com o emprego que exercem atualmente.

Por outro lado, uma pesquisa da Harvard Business Review revelou que colaboradores satisfeitos e engajados são 31% mais produtivos, 85% mais eficientes e 300% mais inovadores.

Esses são dados fundamentais para que o RH questione-se sobre a importância das ações de engajamento nas empresas, de modo a melhorar a porcentagem de participação dos colaboradores nas atividades.

Levando em conta que isso é diretamente proporcional ao bem-estar de toda a equipe dentro da empresa!

Para que os funcionários sintam-se mais engajados com a empresa é importante que a própria empresa invista em seus profissionais.

Vamos entender o porquê com alguns dados:

Importância do engajamento dos colaboradores no ambiente de trabalho

imagem de Importância do engajamento dos colaboradores no ambiente de trabalho

Foto: Giselleflissak – istock

A motivação e engajamento no trabalho gera um vantagem competitiva às empresas, tendo em vista que os colaboradores tornam-se mais interessados e esforçados, mostrando-se mais criativos para a resolução de problemas.

A importância do engajamento no trabalho apresenta-se em números: segundo pesquisa da Gallup, os colaboradores engajados são 17% mais produtivos e 21% mais lucrativos para as organizações.

Além disso, um estudo da Queen’s University relatou que empresas com alto índice de engajamento possuem:

  • Ganho de 15% na produtividade
  • Aumento de 30% na satisfação dos clientes
  • Aumento de receita de 18% ao ano
  • Aumento de 21% na lucratividade

A reputação da empresa também é beneficiada!

Algumas empresas que se tornaram cases de sucesso de engajamento e motivação no trabalho são a Google, Spotify, American Express e Virgin. Já parou para pensar o que elas têm em comum?

Outros benefícios das práticas de engajamento de pessoas são:

  • Redução da taxa de absenteísmo;
  • Aumento da produtividade dos funcionários;
  • Redução do índice de turnover;
  • Aumento da qualidade de entrega das demandas dos colaboradores;
  • Alinhamento entre objetivos pessoais e objetivos da instituição;
  • Motivação e satisfação dos colaboradores;
  • Entre outros.

Como medir o engajamento no trabalho?

imagem de como medir o engajamento no trabalho

Foto: DjordjeDjurdjevic – istock

Peter Ferdinand Drucker, escritor, professor e consultor administrativo de origem austríaca, considerado o pai da administração ou gestão moderna, afirma que:

“O que não se pode medir, não se pode gerenciar e nem melhorar.”

Isso significa uma urgência para que o RH mantenha um acompanhamento sobre o engajamento dos colaboradores dentro da empresa, para que os resultados sejam visíveis e, caso hajam problemas, que sejam adiantados para que as soluções possam ser apresentadas.

Para mensurar esses dados, o RH pode realizar ações para que haja o fortalecimento da cultura colaborativa da empresa. Assim, os colaboradores se sentem ouvidos e mais motivados.

Tratando-se de um fator tão subjetivo como o engajamento, é preciso muito mais do que um questionário para alcançar esses dados. Isso significa que gerar engajamento no trabalho não trata-se de uma ação, mas de um processo.

Algumas ações para medir o engajamento no trabalho são:

  • Pesquisa sobre engajamento no trabalho: como NPS e de feedback anônimas;
  • Ter indicadores de produtividade: através de metas pré-estabelecidas com os gestores de cada área.
  • Índices de gestão de pessoas: dados como turnover e ausências podem mostrar muito sobre a falta de engajamento no trabalho.
  • Adesão a benefícios: o número de participantes nas atividades oferecidas pela empresa demonstra o quanto as pessoas estão alinhadas com a cultura e empolgadas com as novidades.

Faz sentido? Agora vou trazer dicas infalíveis para que esse índice possa aumentar em sua empresa!

6 Dicas infalíveis para aumentar o engajamento no trabalho

imagem de dicas infalíveis para aumentar o engajamento no trabalho

Foto: pixelfit – istock

Vamos ver dicas práticas para aumentar o engajamento na empresa?

1. Estabeleça indicadores de engajamento

ícone de estabeleça indicadores de engajamento

Acima citei algumas formas de medir o engajamento da equipe, mas a verdade é que a realidade de cada empresa é diferente.

Por isso, estabeleça uma escala de engajamento no trabalho baseada na sua realidade. Acompanhe esses dados com frequência, traçando melhorias!

2. Leve em conta os feedbacks da equipe

ícone de leve em conta os feedbacks da equipe

Colete feedbacks frequentes dos seus colaboradores, para que as opiniões deles sejam levadas em consideração.

Isso cria uma cultura de análise e faz com que os funcionários entendam que a opinião deles é válida para o crescimento da empresa.

Você também pode pedir feedbacks da equipe, permitindo que eles respondam de maneira anônima.

Após ter os dados do feedback, utilize o relatório de pesquisa de engajamento de colaboradores para identificar quais ações podem ser realizadas para demonstrar que a participação gera mudanças no ambiente de trabalho, assim você poderá formular planos de ação para longo prazo.

3. Alinhe os objetivos com a equipe

ícone de alinhe os objetivos com a equipe

Os objetivos pessoais e profissionais do seu time de colaboradores precisam estar alinhados com os objetivos organizacionais da empresa.

A liderança precisa entender quais são as motivações e deficiências da equipe para que o trabalho possa ser melhor realizado diariamente.

Isso pode ser feito em 1:1 e através de um plano de carreira para o colaborador, individualmente.

Quando há um alinhamento entre o que se espera do funcionário e o que se espera da empresa, as expectativas são melhor atendidas.

4. Incentive a colaboração

ícone de incentive a colaboração

A forma como colegas de trabalho se relacionam e apoiam demonstra muito sobre o engajamento de um time.

Um ambiente com muita pressão e discórdia, não gera muito engajamento, apenas mais competição.

Crie estratégias para incentivar o bom relacionamento e senso de pertencimento dos colaboradores! Algumas ideias:

  • Incentivo a elogios entre colegas e líderes;
  • Premiações por bons resultados;
  • Reconhecimento em datas importantes;
  • Gamificação saudável;
  • Atividades em grupo para saúde mental.
Para inspirar deixo aqui duas frases de engajamento no trabalho e colaboração;

“Eu sou parte de uma equipe. Então, quando venço, não sou eu apenas quem vence. De certa forma, termino o trabalho de um grupo enorme de pessoas.” Ayrton Senna

“Unir-se é um bom começo, manter a união é um progresso, e trabalhar em conjunto é a vitória.” Henry Ford

“O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos.” Michael Jordan

5. Aumente o engajamento aos benefícios oferecidos

ícone de aumente o engajamento aos benefícios oferecidos

Os benefícios ofertados pela empresa são um dos grandes diferenciais que as pessoas levam em conta ao escolher um lugar para trabalhar.

E podem ser um grande estímulo ao engajamento no trabalho, pois o colaborador sente que a empresa se importa com seu bem-estar!

Porém, muitas vezes as expectativas de adesão aos benefícios que o RH e decisores tem, não se encaixa à realidade. Por isso, é importante refletir:

  • A média de adesão que gostaria, corresponde a média histórica?
  • Será que os benefícios estão bem comunicados aos colaboradores no onboarding?
  • Durante a jornada do colaborador na empresa, esses benefícios são constantemente relembrados?
  • Os benefícios estão alinhados com os desejos e necessidades dos colaboradores?
  • Os colaboradores têm incentivo ao uso de benefícios por seus líderes?

Uma pesquisa pode ajudar o setor de RH a descobrir a resposta para algumas dessas perguntas.

Outro ponto importante é a divulgação constante desses benefícios como estímulo, para que sejam utilizados por todos os colaboradores, com ações criativas de endomarketing.

6. Invista nas skills dos colaboradores

ícone de invista em seus colaboradores

Segundo pesquisa da Deloitte, as oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional foram apontadas como o principal fator de engajamento pelos colaboradores.

Um profissional engajado pretende, cada vez mais, encontrar oportunidades de capacitação e crescimento nas empresas. Ações como workshops, cursos, eventos na área e promoção de redes de networking, por exemplo, são excelentes iniciativas de aprendizagem para a equipe.

Tratando-se de hard skills (habilidades técnicas), alguns fatores podem ser implementados para que os funcionários possam se capacitar mais, como:

  • Flexibilização do horário de trabalho, para que outros cursos e especializações na área possam ser incluídos;
  • Auxílio para pagamento de especializações ou novas formações;
  • Incentivo de horários para estudo dentro do expediente;

Tratando-se de soft skills (habilidades comportamentais), a empresa pode investir em:

  • Atividades práticas para bem-estar e descompressão;
  • Palestras e workshops com dicas para melhorar a saúde mental e emocional;
  • Treinamento de líderes sobre inteligência emocional;
  • Plataforma de autocuidado para o colaborador;
  • Sessões de terapias complementares online.

Desenvolver soft skills pode trazer benefícios tanto para colaboradores, quanto empresas, trazendo fortalecimento emocional para lidar com desafios, comunicação assertiva para se relacionar com colegas, e motivação para permanecer na empresa!

Todas essas possibilidades para desenvolver as Soft Skills dos colaboradores, você encontra no Guia da Alma 🙂

5/5 - (1 voto)

Cofundador e CEO do Guia da Alma. Instrutor de Meditação Mindfulness para Empresas. Tenho diversas formações na área terapêutica como Reiki e Thetahealing. Ajudando a melhorar a saúde mental nas empresas!

AGENDAR!

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca
Precisa de Ações para
Setembro Amarelo na empresa?

Achou! Palestras, Rodas de Conversa e Práticas de Saúde Mental para engajar seu time!