Como o treinamento de líderes pode tornar equipes mais saudáveis?

Entenda as consequências de uma liderança despreparada e como mudar esse cenário.
treinamento de líderes
Mais terapias de Rodrigo Roncaglio
4.8/5 - (5 votos)

Uma boa liderança faz toda a diferença nos resultados de uma empresa, com um time mais engajado, produtivo e saudável! O treinamento de líderes e pesquisam explicam:

A Gallup, empresa de pesquisa de opinião, revelou que, em 195 países, com mais de 2.5 milhões de gestores entrevistados, 70% desses líderes não se apresentam preparados para a função que exercem, o que gera um prejuízo direto nas empresas e, consequentemente, na economia global (estimado em 300 bilhões de dólares).

Um exemplo de bom líder em uma empresa deve compreender o perfil comportamental de seus liderados, potencializando suas características individuais e reconhecendo as capacidade mais úteis para sua função.

Além disso, deve demonstrar interesse na rotina dos colaboradores, principalmente nas modalidades de trabalho híbrido e remoto, onde há uma distância física existente. Esse interesse gera aproximação, o que, diretamente, gera confiança e relações mais saudáveis.

Um bom líder deve preservar esse entrosamento. Uma equipe entrosada é uma equipe saudável, com foco nos resultados, gerando benefícios diretos para a sua empresa.

Uma boa liderança, deve dedicar-se ao desenvolvimento contínuo, seu e de seus liderados.

Neste artigo vamos entender a diferença e impactos de uma liderança inspiradora x uma liderança tóxica e como ter uma liderança preparada para gerir sua empresa.

Sou Rodrigo Roncaglio, CEO do Guia da Alma – a maior plataforma de Terapias Holísticas do Brasil para melhorar a saúde mental nas empresas.


Afinal, o que é uma equipe saudável?

equipe saudável

Foto: RODNAE Productions – Pexels

Uma equipe saudável, é reflexo de uma empresa com cultura saudável. Um local de trabalho saudável é aquele em que os colaboradores, líderes e gerência trabalham unidos, com ações e comportamentos saudáveis.

Essa dinâmica ajuda a promover resultados positivos mais positivos, segurança, motivação, felicidade e produtividade. E evita os temíveis índices de rotatividade, absenteísmo e judicialização.

Equipes e squads bem liderados, tem tendência a ter resultados mais positivos e melhor saúde.

Principalmente com a pandemia, é fundamental que empresas e líderes foquem na saúde e satisfação de seus liderados.

Segundo a Kaiser Family Foundation, uma ONG americana focada em problemas de saúde, 45% dos trabalhadores revela que a pandemia afetou a sua saúde mental.

Este é um momento extremamente delicado e estressante tanto para o líder, quanto para o liderado. Portanto, é preciso uma liderança empática, bem treinada e preparada.

Como saber qual é exatamente o papel do líder para manter uma equipe saudável?

Qual o papel do líder em uma equipe saudável?

papel do lider

Foto: Andrea Piacquadio – Pexels

Um bom líder, deve garantir a produtividade e o atingimento das metas de sua equipe. Mas também entender o que está e o que NÃO está funcionando para fazer os ajustes necessários.

Essa dinâmica, envolve a habilidade de uma liderança humanizada, para realizar feedbacks e 1:1 com seus liderados.

Um bom líder preza pela ampliação da motivação no trabalho. Uma má liderança pode afetar negativamente os esforços que são realizados em conjunto, numa equipe, influenciando no sucesso de seu time.

É preciso, mais do que nunca, entender que agora — também com o desenvolvimento da modalidade híbrida e remota — é necessário priorizar a saúde individual dos funcionários.

Dessa forma será possível criar uma equipe satisfeita, onde a gestão coloca o bem-estar de seus colaboradores como a força motriz para estabelecimento de metas e resultados, gerando produtividade de maneira saudável e humanizada.

Esses fatores devem ser levados em consideração para se garantir uma equipe saudável que gere resultados positivos para todos os envolvidos.

Uma liderança transformacional é aquela onde o líder colabora com os liderados para identificar mudanças necessárias, orientando-os através da inspiração.

Quais as consequências de uma liderança despreparada?

consequencias de uma liderança despreparada

Foto: Thirdman – Pexels

Partindo diretamente para dados concretos:

  • Uma pesquisa da Gallup afirmou que 75% das pessoas que pedem demissão de seus empregos, têm como principal causa o mau relacionamento com a gestão.
  • Outra pesquisa da Michael Page, empresa de recrutamento, afirmou que 8 em cada 10 funcionários que pedem demissão, também têm como causa principal o mau relacionamento com gestores.

Um líder despreparado gera falta de confiança e alinhamento em sua equipe.

Por exemplo: um funcionário pode estar apresentando um problema pessoal que afeta diretamente na execução de seu trabalho. É preciso preparo e sensibilidade do líder para entender e manejar isso da melhor maneira.

A ausência de liberdade e preparo para conversar sobre isso gera ausência de confiança entre líder e liderado, além de um bloqueio na comunicação, também, entre os membros da equipe.

Outro exemplo é quando as tarefas, metas e responsabilidades de cada colaborador não são repassadas de maneira objetiva.

Dessa forma, os colaboradores, por medo de vivenciar experiências conflitantes, evitam o diálogo e o entrosamento em time.

Isso gera ausência de resultados de maneira conjunta, afetando diretamente a empresa.

Em outras palavras: é preciso salientar a importância do bem-estar individual do colaborador, o diálogo entre o líder e a equipe e o entrosamento entre o time de funcionários.

Produtividade e resultados positivos só são gerados por uma gestão preparada e treinada.

Sinais de uma liderança tóxica e despreparada

sinais liderança tóxica

Foto: Yan Krukov – Pexels

Alguns sinais claros de que uma má liderança são:

  • Equipe desunida e desengajada;
  • Problemas de comunicação;
  • Falta de clareza sobre as funções e responsabilidades de cada colaborador;
  • Competição e bullying entre colegas;
  • Metas não atingidas;
  • Medo generalizado do fracasso;
  • Alta rotatividade de pessoas na equipe.

Liderança tóxica x Liderança assertiva

liderança toxica ou liderança assertiva

Foto: katemangostar – Freepik

Brené Brown, no livro “A coragem para liderar”, destaca as principais diferenças entre

“Liderança com armadura” x “liderança com ousadia”:

  1. Estimular o perfeccionismo e o medo de falhar x Demonstrar e encorajar o empenho saudável, a empatia e o autoconhecimento
  2. Trabalhar usando a incerteza e desperdiçar oportunidades de alegria e reconhecimento x Praticar a gratidão e comemorar feitos e vitórias
  3. Entorpecer-se x Estabelecer limites e encontrar o conforto verdadeiro
  4. Propagar a falsa dicotomia de vítima ou viking, esmagar ou ser esmagado x Praticar a integração
  5. Ser sabe tudo e sempre estar certo x Ser um aprendiz e fazer bem-feito
  6. Esconder-se atrás do cinismo x Demonstrar transparência, gentileza e esperança
  7. Usar a crítica como forma de autoproteção x Contribuir e correr riscos
  8. Usar o poder “sobre” x Usar o poder “com”, “para” e “dentro”
  9. Lutar para ter valor x Saber seu valor
  10. Liderar por meio da obediência e controle x Cultivar o comprometimento e um objetivo em comum
  11. Usar o medo e a incerteza coo armas x Reconhecer, nomear e normalizar a incerteza e o medo coletivos
  12. Recompensar a exaustão como símbolo de status e associar a produtividade à autoestima x Demonstrar e apoiar o descanso, a descontração e a recuperação
  13. Tolerar discriminação x Cultivar a cultura do pertencimento, inclusão e diversidade de pontos de vista
  14. Colecionar estrelinhas douradas x Dar estrelinhas douradas
  15. Ziguezaguear e se esquivar x Conversas diretas e tomadas de atitude
  16. Liderar por meio do sofrimento x Liderar usando o coração

O desafio de ser líder

mulher em desafio de ser líder

Foto: Kampus Production – Pexels

Segundo uma pesquisa de 2020 da Great Place to Work, existe uma grande diferença de expectativas.

De um lado, os líderes são cobrados pela empresa pelo atingimento dos resultados. Do outro, os liderados cobram de seus líderes melhorias em questão de “reconhecimento, desenvolvimento de carreira, feedbacks constantes e cuidado”.

Ser líder e, ao mesmo tempo, liderado é estar no meio desse “fogo cruzado”, o que torna a profissão bastante exaustiva e estressante.

“Os líderes precisam dedicar uma quantidade razoável de tempo para lidar com medos e sentimentos, ou então vão desperdiçar uma quantidade exorbitante de tempo tentando gerenciar comportamentos ineficientes e improdutivos.” Brené Brown

Para ser líder, é preciso estar preparado para desafios e ter autodesenvolvimento constante.

Como o treinamento de líderes pode ajudar?

mulheres em treinamento de líderes

Foto: Christina Morillo – Pexels

Um bom líder tem a escuta ativa e treinada, demonstrando interesse na sua equipe, construindo relacionamentos sadios com feedbacks construtivos.

É comum, em algumas empresas, que a taxa de faltas e saídas dos funcionários aconteça com frequência.

Você, enquanto líder ou RH, vem percebendo uma taxa de absenteísmo e demissão exacerbada em seus funcionários?

Percebe se eles apresentam nervosismo, ansiedade, quadros depressivos ou incapacidade de se manterem produtivos e atingirem metas?

Percebe que os sinais de síndrome de burnout CID 11 aumentaram consideravelmente durante esse período de pandemia nos colaboradores?

Além de bater as metas, é preciso ter a escuta ativa para identificar como está a saúde mental dos colaboradores. E o líder tem um papel funcionamento nisso.

Essa premissa é útil, tanto para a modalidade presencial, quanto para a modalidade híbrida e remota:

Ouvir atentamente os seus funcionários: eles são o alicerce do seu negócio.

O foco da gestão deve ser uma liderança humanizada, baseada nas necessidades do colaborador. O líder pode inspirar e influenciar as situações positivamente.

O treinamento de líderes foca justamente nisso, promovendo nos gestores uma escuta ativa, ajudando-os a motivarem as suas equipes, alcançando o melhor desempenho, desafiando-as, com foco em resultados em conjunto. E tudo isso de maneira SAUDÁVEL!

Para isso, é preciso desenvolver a liderança positiva de cada gestor baseada em suas qualidades e competências individuais. O treinamento de líderes aborda diretamente esses temas.

Quando mais conhecimento e preparo emocional, mais resiliente e inspiradora será a liderança.

Treinamento de líderes Guia da Alma

mulher em treinamento de líderes online

Se esse artigo fez sentido para você e sua empresa, que tal conhecer mais nossos treinamentos para líderes?

O Guia da Alma oferece treinamento de liderança e gestão de pessoas diferenciados, com objetivo de fortalecer a saúde emocional pessoal e profissional dos líderes, preparando-os para lidarem com seus desafios internos e de seus liderados.

Os principais temas para treinamento de líderes do Guia da Alma são:

  • Saúde Mental para Líderes
  • Saúde Mental para o time de vendas
  • Inteligência emocional
  • Mindfulness

Além de ajudar a desenvolver e capacitar as habilidades de liderança, ao mesmo tempo, também cuidamos da saúde mental.

Nossa plataforma foca na Saúde Mental das empresas, comportando o foco em líderes e seus colaboradores, apresentado soluções como:

  • Plataforma de Autocuidado para o colaborador;
  • Sessões de Terapia online;
  • Mapeamento de Saúde Mental para o RH;
  • Palestras e Práticas frequentes de Meditação, Yoga, entre outras;
  • Treinamentos para Líderes e muito mais!

Vai ser um prazer te ajudar a levar práticas para uma equipe e liderança mais saudável e feliz 🙂

Conheça os programas de Saúde Mental e treinamento de Líderes do Guia da Alma.

4.8/5 - (5 votos)

Cofundador e CEO do Guia da Alma. Instrutor de Meditação Mindfulness para Empresas. Tenho diversas formações na área terapêutica como Reiki e Thetahealing. Ajudando a melhorar a saúde mental nas empresas!

AGENDAR!

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca
Precisa de Ações para
Setembro Amarelo na empresa?

Achou! Palestras, Rodas de Conversa e Práticas de Saúde Mental para engajar seu time!