Estamos mesmo querendo mudar, ou estamos em busca de atestados de consciência tranquila, porém, continuamos repetindo padrões? Entenda mais sobre os comportamentos atuais no artigo da coach Cássia Corsatto.


 

Os aprendizados com minhas experiências de atendimento como coach, ensinaram-me a apurar a percepção. Assim, em minhas andanças pelo mundo, procuro deixar sempre ligado meu radar de observadora. Gosto de observar comportamentos humanos e onde estes convergem ou divergem das tendências emergentes.

O que anda na cabeça das pessoas? Quais novidades lhes chama a atenção? O que as pessoas estão falando?

Percebo que, mais do que nunca, os indivíduos em geral estão empenhados em uma busca incessante por autoconhecimento, em nome do despertar da consciência.

Penso que rever e mudar comportamentos na busca pela alta performance ou para atingir altos níveis de conhecimento sobre nós mesmos são buscas louváveis, e, os caminhos que nos levam a isto são os mais diversos possíveis.

Temos à disposição, um leque extenso de produtos, que prometem atuar nas mais diversas áreas de nossas vidas – são cursos, processos, serviços, métodos, formas, enfim! A cada dia surgem novidades neste sentido! E sendo estas novidades para a busca do crescimento como SER, sendo para elevar o nível de consciência ou para promover transformações significativas, vale aquele que mais se adequar às nossas expectativas e propósitos!

Acredito que essas ofertas, por certo, estão relacionadas às tendências e comportamentos que observo. Assim como, o que tenho lido, visto e ouvido falar, no universo cotidiano.

Nesta linha de pensamento, duas questões que estão em evidência neste contexto, chamaram-me a atenção!

 

1. Período antropocênico

A primeira, que na minha percepção não é apenas mais uma trend, pois é científica. Está impactando no contexto geral de mundo e é uma questão de sobrevivência da sociedade, em todos os seus aspectos, trata do ingresso da sociedade no período antropocênico que, de acordo com cientistas, é um novo intervalo geológico que precede o período holocênico.

O que significa isto, e, o que isto tem a ver com o despertar da consciência?

Bom, começo explicando de forma simples, o que são essas coisas e quais seus impactos no mundo:

Holoceno é o termo utilizado para definir um período de eventos geológico de estabilidade ambiental experimentado pela Terra. Desde a última glaciação, que ocorreu há aproximadamente 11 mil anos e que se estende até os dias de hoje, ou, se estendia, já que, conforme afirmam cientistas e estudiosos desta área, estamos ingressando no Antropoceno. Este, por sua vez, representa uma nova e atual era geológica, onde a estabilidade antes existente, está sendo progressivamente perdida e esta perda é atribuída à atuação do homem na Terra, que se tornou o principal vetor de mudanças no sistema planetário.

O Antropoceno retrata uma nova era geológica e humana, onde o protagonismo da humanidade com toda a sua rápida evolução, aumento populacional e desenvolvimento cumulativo, incluindo-se aí as tecnologias, tomou tal força transformadora, que é capaz de interferir na paisagem global.

Incluí nesta minha reflexão as tecnologias, pois, estudiosos acreditam que em alguns aspectos deste cenário, o homem embora apareça como o principal vilão destas transformações, tenha menos importância do que alguns arranjos econômico-tecnológicos.

É possível que assim seja se levarmos em conta a segunda questão que, esta sim, foi caracterizada como uma tendência de comportamento – o chamado Youth Mode.

 

2. Youth Mode

O Youth Mode representa a transição do simples way of life para o life code, representando a transformação do ‘modo de viver’ para um ‘jeito de viver’ (um código, uma marca registrada, uma impressão digital). Neste aspecto o desejo de sair do usual e se tornar universal é o que determina o comportamento do indivíduo Youth Mode.

Diferentemente do encasulamento prospectado como tendência para a humanidade e que é real, dados mostram que as gerações atuais estarão cada vez mais voltadas aos seus casulos, nesta tendência os indivíduos se permitem a liberdade de realinhar seu relacionamento com o mundo exterior.

Youth Mode são considerados ageless (sem idade), são reconhecidos pelo seu jeito de agir diante do contexto social, são sempre presentes e se consideram jovens em qualquer idade. Para eles, juventude não é um processo, envelhecer é, e, na minha percepção aí reside o life code desta tendência e os pontos de convergência e divergência das condições limitantes que observamos no antropoceno.

 

Life e future coaching e a expansão da consciência

A observação dessas questões emergentes mostra que, realmente no contexto geral, elas convergem com o momento que estamos vivendo. Momentos de profundas transformações, de uma história que está em construção, onde se faz necessário olhar para o passado e para o futuro, olhar as novas possibilidades! E com isso, definir nossos propósitos!

Este exercício amplia a nossa capacidade de enxergar além do véu, trazendo-nos a luz. Olhando para o nosso interior, podemos observar que estamos vivendo em um tempo onde ciclos estão se encerrando, para dar lugar a um novo ciclo.

Por outro lado, estas questões divergem quando, ao analisarmos as premissas comportamentais do life code, observa-se que elas apontam para atitudes do não olhar para o passado, da resistência e da individualidade, o que pode obstruir a possibilidade de olhar para as experiências adquiridas no passado e de utilizá-las como elementos de aprendizado no aqui e agora, para a construção de um futuro melhor.

Então, trago para esta reflexão questões que geralmente trabalho no processo de coaching e future coaching relacionadas à expansão da consciência como resposta para a transformação de indivíduos, que por consequência atuarão na transformação do seu mundo, expandindo isto para o universo.

Ou seja, precisamos pensar melhor nas mensagens que estamos emitindo, no que estamos nos tornando e que mundo queremos para nós. E, neste ponto entram questionamentos para refletir sobre o despertar da consciência.

Estamos mesmo querendo mudar, ou estamos em busca de atestados de consciência tranquila, porém, continuamos repetindo padrões, exaltando aos quatro cantos que fazemos isto ou aquilo?

Descobrir onde estamos no meio desta miscelânea de coisas que vem por aí, pode nos levar à compreensão de nós mesmos neste universo de mudanças eminentes.

Acredito que todos nós estamos aqui com um propósito, e que este propósito diz respeito, principalmente a experienciar a nós mesmos. Acredito ainda que, o alinhamento deste propósito é que nos fará galgar patamares elevados de consciência.

Portanto, olhar para o que nos contam as duas questões que estão em pauta na agenda das tendências da ciência e do comportamento humano, leva-nos à reflexão de que devemos observar o caminho que estamos trilhando dentro destas tendências e aprendermos com elas. Nossa trajetória, é a trajetória da expansão da consciência, portanto, a consciência é a resposta!

 

E como trilhar este caminho?

Uma das técnicas que pode contribuir para traçar esta trajetória rumo à consciência é o future coaching!

Continue esta conversa comigo para saber mais!


 

Leia também:

 

Referências:

  • VIOLA, E.; BASSO, L. O sistema internacional no antropoceno. Revista Brasileira de Ciências Sociais. v.31, nº 92, p.1 – 18. out/2016.
  • K-HOLE.  Youth Mode: The death of the age. A report on freedom. New York, 38p. oct/2013.
  • POPCORN, F. O relatório Popcorn: Centenas de ideias de novos produtos, empreendimentos e novos mercados. São Paulo: Campus, 1993. 207 p.

Cássia Corsatto

Instrutora e Coach de Carreira

2
0

...

Deixe seu comentário e contribua com a troca

~ Nossos Parceiros ~

astrolink-guia-da-alma--logo-quiz-como-ser-uma-pessoa-melhor-signo-
guia da alma - lua peregrina
Meraki-logo
tranquility-pra-voce
guia da alma - aldeia indigo
marcia-oliveira-lifestyle-marca-yoga-floripa
mezcla photos
anahata-world
guia-da-alma-kaygangue-parceiros