Carregando.
Aproveite a pausa e respire fundo!

Entregue totalmente ao mundo da tecnologia, onde até mesmo inícios e términos de namoro acontecem através de aplicativos, parece que a essência do homem perdeu-se pelo caminho e agora ele tenta correr atrás do “prejuízo”, na ânsia de encontrar as respostas para “Quem sou EU nisso tudo?”

Um dos recursos tem sido o Tarot. Por quê? Simples:

tarot-cartas-vela-ana-valerioO Tarot é uma representação de nosso caminho de vida. Do nascimento à morte, ou renascimento; caminho da evolução, finalizando ciclos e retornando ao início, adquirindo mais experiência, o homem se orienta e vai tomando suas decisões. Sempre com o uso de seu livre arbítrio, claro.

Jung usava o Tarot como uma forma de fazer chegar ao consciente do homem, aquilo que ele somente teria “consciência”, através dos sonhos. O Tarot, para ele, seria uma forma de expressão de nossos sonhos, não somente os que vêm à noite, mas também, os que ocupam as nossas mentes quando desejamos muito alguma coisa. Sendo assim, através deste Oráculo precioso nos é dada a possibilidade do autoconhecimento para a realização dos desejos.

 

O Tarot possibilita nossa transformação

Somos nós mesmos os escritores de nosso caminho. A mudança é possível, mas o caminho é longo e árduo.

O uso dele não significa que temos  poder de fazer alterações na vida de ninguém. Que poder é este que determina o futuro de outrem? Uma coisa é ter vidência e usá-la a seu favor e, até mesmo, ajudar alguém. Outra, é usar isto ou qualquer outra ferramenta, para determinar que alguém faça algo “pré-visto”. Se assim fosse, sentaríamos numa plateia e seríamos meros espectadores e não construtores de nossa realidade.

Como dizia Jung, O destino é o retorno da inconsciência. Cada um de nós tem dentro de si a capacidade para fazer suas escolhas e, através delas, alcançar a felicidade. Ninguém pode ser o dono do destino de ninguém.

Encontrar o caminho, realizar desejos, fazer escolhas e, principalmente, ser responsável e não culpar os outros ou as situações externas pelo  fracasso, ou por não conseguir estar onde deseja. Somos 100% responsáveis por tudo o que fazemos. Se algo sai contrário, ou não  fizemos direito, ou permitimos interferências. Não há caminho certo ou errado. Há caminho escolhido.

Este “percurso” orientado vai dando a possibilidade da cura da alma. Hoje sabemos que todas as doenças que se manifestam fisicamente vêm através de alguma coisa que está em desequilíbrio em nós. Possibilitando a mudança da vibração, começamos a atrair as situações favoráveis e as doenças desaparecem.

Isto não significa que o Tarot seja um “remédio”, mas ele mostra onde podemos atuar e de que forma, para mudarmos o que não está bom. As crenças limitantes, aquelas que impedem de seguir em frente, muitas vezes, são somente criadas por nós em nossa mente. Somos nossos próprios obsessores!

 

Encontrando o caminho

Quase sempre quando uma pessoa procura por uma consulta de Tarot, é porque tem algo que a incomoda. Problemas financeiros, afetivos, familiares, não importa. Há sempre um obstáculo.

Se partimos para a “adivinhação”, trazemos o externo para a consulta. Situações que parecem “gritantes” e insuportáveis num dado momento, trabalhadas em nível interno, alertam para muitas coisas que pensamos ser e são somente criações de nossa mente, no momento, conturbada. A mulher/marido mudou o comportamento somente porque está com alguma preocupação que não quer falar (para isto existe o diálogo), o chefe pode não estar num momento propício para um aumento (ou até mesmo você não está sendo merecedor)  e a política do País não pode ser um fator impeditivo, jamais. Mesmo em tempos de crise, precisamos buscar alternativas e, muitas vezes, é dela mesma – crise – que surgem as oportunidades.

Enfim, o Tarot tem a ver com realização. A essência está pedindo que voltemos a ela, que nos descubramos a nós mesmos e também a todas as possibilidades que existem, para que a vida seja aquilo que sempre sonhamos. Não há força externa que possa impedir isso. Tudo já está dentro de nós. O Tarot apenas ajuda a encontrar o caminho.

Dê uma nota!

Ana Thereza Valerio

Publicitária e Advogada de Formação, não consegui me identificar com a atuação nas áreas afins. Deixei tudo para trás para viver daquilo que mais gosto de fazer: cuidar das pessoas. Ajudá-las a encontrar seu eixo, seja em qual dificuldade estiverem. Além dos estudos nas práticas - desde os 18 anos - de Reiki, Tarot, Numerologia, Meditação, Fitonergética, Mesa Radiônica, entre outras, experiência de vida é o que não me falta. Já passei por muitos desafios e sempre soube dar uma "rasteira" neles. Melhor aplicação dos conhecimentos aprendidos!! E a minha terapia? Cuidar de pessoas, plantas, animais e cantar na minha banda.

Deixe seu comentário e contribua com a troca

O Guia da Alma é o Portal que conecta pessoas e Terapeutas para uma vida mais leve com Terapia Holística e Integrativa online ou presencial em todo Brasil!

Descubra também o Autoconhecimento, Espiritualidade e Bem-estar no conteúdo original do nosso blog!

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdo para a sua evolução de consciência.

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!