Quem é Logun Edé: Orixá da Caça, Pesca e da Fartura

Conecte-se com a força da tríade dessa divindade.
Orixá Logun Ede
Mais terapias de Marisilda Brochado
5/5 - (1 voto)

É uma honra contar a história de Logun Ede, o Príncipe dos Orixás!

É entender que, possuímos a energia e características de nosso pai e mãe, e podemos agregar as suas qualidades e transformá-las em uma só, através do nosso Ser.

Este artigo faz parte de uma série de artigos sobre Orixás: uma maneira de conhecer e honrar as matrizes culturais e espirituais africanas. Em honra e reverência aos nossos ancestrais, agradeço, me entrego e me coloco a serviço!


 

Quem é Logun Edé?

Quem é Logun Edé

Ilustração: Orádia Porciúncula

Logunedé, ou Logun Ede, significa “senhor de Edé”. É um orixá caçador, pescador e guerreiro da cidade de Edé, na Nigéria.

Encantador e realizador de prodígios, dizem que protege os navegantes de água doce e os amores duradouros.

Ele é considerado um dos mais belos e vaidosos orixás masculinos. Não poderia ser por menos: ele é filho de Orixá Oxóssi e Oxum, a deusa do amor.

De Oxum, ele herdou o jeito doce e a astúcia. De Oxóssi, a força e o espírito caçador. Por esse motivo, dizem que Logun Edé traz em suas características as expressões femininas e masculinas ao mesmo tempo.

Em algumas representações das religiões de matriz africana, Logun Edé também é representado como uma figura jovem e infantil.

O temperamento de Logun Edé muitas vezes é contraditório: em alguns momentos ele se apresenta tranquilo e amável. Em outros, é sério e prefere a solidão.

Segundo a lenda, é porque sua vida foi dividida em dois períodos no ano:

  • Durante seis meses ele acompanha o seu pai Oxóssi nas matas, onde aprende sobre caça, desenvolvendo a agilidade e o axé da abundância.
  • Nos outros seis meses, ele convive com sua mãe Oxum nos rios de água doce, aprendendo sobre a pesca e delicadeza.

Esse movimento nos lembra sobre os ciclos da vida, a inconstância e a resiliência. Logunedé é um Orixá guerreiro, conhecedor de feitiços, sempre age com estratégia, coragem, inteligência e bravura. Se entra em um duelo, é para ganhar e, por isso, é muito temido por inimigos. 

Ele é citado como um caçador corajoso como um leopardo, regente da caça, pesca, do progresso e fartura. Leva progresso, abundância, prosperidade, vitórias e realizações na vida daqueles que o cultuam com fé e de coração, com bom caráter.

Tanto na Umbanda, quanto no Candomblé, Logunedé é um exímio caçador e pescador. Seja nas águas doces, ou na terra, ele age com paciência e sabedoria para alcançar o que deseja.

História de Logun Edé

História de Logun Edé

Ilustração: Orádia Porciúncula

Atualmente, o culto à Logunedé existe em muitas partes da Iorubalândia (Nigéria, de Togo e do Benim). Mas seus lugar de origem e templos originais estão localizados em Ibadã e Ilexá (Nigéria). Seus objetos devem permanecer junto aos assentamentos de Oxum, culto ao qual é totalmente ligado.

A principal história de Logun Edé conta que seus pais, mesmo se amando, não viveram juntos, pois seus interesses e costumes divergiam muito.

Oxóssi disse que gostaria de ficar com a criança e ensiná-la a ser uma grande caçadora e guerreira por meio da sabedoria das matas.

Oxum não queria se separar do filho que tanto amava e propôs a Oxóssi que ele ficasse seis meses com cada um. Assim, ele aprenderia a ser Oxum e Oxóssi, sem deixar de ser ele mesmo, Logun Édé: o príncipe da floresta e exímio caçador. Ele tem seu próprio axé.

De sua mãe, recebeu de presente o Abebé, um espelho com o qual sempre se admira. Do pai, ganhou um Ofá, arco e flecha para suas caças.

Existem ainda vertentes da história de Logun Edé, onde ele foi cuidado por Iansã – Oyá quando criança. Algumas delas são:

  • Por causa de seu marido Orixá Xangô, Oxum escondeu a gravidez e abandonou Logunedé na mata quando nasceu, sendo socorrido por Oyá;
  • Logunedé fugiu e foi achado por Oyá, que o criou;
  • Logunedé entrou no rio da Orixá Obá, que tinha desavenças com Oxum e tentou afogar o garoto. Olodumarê interviu e deixou a criança aos cuidados de Oyá.

De qualquer modo, é possível afirmar que Logunedé foi criado durante uma parte de sua infância por Oyá como um filho.

Nessa época, Oyá morava com Orixá Ogum, que também ensinou a ele sobre a caça e a guerra. Depois Oyá foi viver com Xangô e, por isso, dizem que Logun Edé não “se dá” com Xangô.

Logunedé tem grande amizade com Orixá Ewá, deusa da intuição. E também com Obatalá, com quem aprendeu muitas magias e consegue apaziguar a ira de Logun Edé.

 

Qualidades de Logunedé

Qualidades de Logunedé

Ilustração: Orádia Porciúncula

  • Saudação a Logun Ede: “Logun ô akofá!” ou “Loci Loci Logun”, que significa: Brada, Príncipe Guerreiro!
  • Dia de Logun Ede: quinta-feira e 19 de Abril
  • Logun Ede – sincretismo religioso: Santo Expedito e São Miguel Arcanjo
  • Elementos: Terra (floresta) e Água (de rios e cachoeiras)
  • Cores: amarelo ouro e o azul turquesa
  • Metais: ouro, bronze e cobre
  • Ferramentas de Logun Ede: Balança, Ofá (arco e flecha), Abebè (leque com espelho)
  • Animais: cavalo-marinho, pavão, coelho, e animais pequenos como pássaros
  • Pedras: topázio e turquesa.
  • Plantas: Hortelã, salsa, malva, lavanda, verbena.
  • Flores: Lírios, rosas amarelas, palma, girassol e todas as flores miudinhas.
  • Frutas e comidas de Logun Edé: Melão, laranja, coco, ameixa amarela, manga, banana-maçã, mamão.
  • Oferenda para Logun Ede: Omolocum

 

Como receber as bênçãos do Orixá Logun Ede

Como receber as bênçãos do Orixá Logun Ede

Ilustração: Orádia Porciúncula

Nesse artigo vamos aprender 2 formas:

  • Uma oração para ser falada. Em Iorubá chama-se Oriki ou Itã: são formas poéticas de agradar e reconhecer as potencialidades da essência dos Orixás;
  • Um banho de ervas.

Oração a Logun Edé

Oração a Logun Edé

Ilustração: Orádia Porciúncula

Ganagana bi ninu elomi ninu – Um orgulhoso fica infeliz que um outro esteja contente

A se okùn soro èsinsin – É difícil fazer um corda com as folhas espinhosas da urtiga

Tima li ehin yeye re – Montado de cavalinho sobre as costas de sua mãe

Okansoso gudugu – Ele é sozinho, ele é muito bonito

Oda di ohùn – Até a voz dele é agradável

O ko ele pé li aiya – Não se coloca as mãos sobre o seu peito

Ala aiya rere fi owó kan – Ele tem um peito que atrai as mãos das pessoas

Ajoji de órun idi agban – O estrangeiro vai dormir sobre o coqueiro

Ajongolo Okunrin – Homem esbelto

(…)

Soso li owuro o ji gini mu òrún – Bem desperto, ele acorda de manhã já com o arco e flecha no pescoço

(…)

Ekùn o bi awo fini – Leopardo de pele bonita

Ogbon iyanu li ara eni iya ti n je – Ele expulsa a infelicidade do corpo de alguém que tem infelicidade

O wi be se be – Assim ele diz e assim ele faz

Sakoto abi ara fini – Orgulhoso que possui um corpo muito belo.

Banho de ervas

Banho de ervas

Ilustração: Orádia Porciúncula

O banho de ervas de Logun Edé é energético e auxilia tanto no amor (domínio de Oxum), como na prosperidade e coragem (domínio de Oxóssi).

Como ingredientes, você precisa de um ramo fresco, em forma de punhado da erva desidratada de: goiabeira, pitangueira, manjericão e manacá.

Passo a passo:

  • Ferva 1 litro de água e coloque as ervas. Desligue o fogo e tampe, deixando esfriar por alguns minutos;
  • Coe e separe as ervas. Complete o recipiente da infusão com água morna;
  • Após seu banho higiênico, despeje dos ombros pra baixo a infusão, fazendo seus pedidos a Logun Edé;
  • Depois do banho, descarte as ervas em lixo orgânico ou na mata, pedindo a Logunedé que leve embora tudo o que está atrasando e bloqueando seu caminho.

 

Cantigas e pontos de Logun Ede


 


Para se conectar ainda mais à sua sabedoria interior e bem-estar, agende uma sessão de Terapia Holística para se conectar aos seus Guias Espirituais!

5/5 - (1 voto)
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca