Sente-se abandonada ou injustiçada? Conheça a Energia Taquiônica!

Descubra como a Energia Taquiônica pode curar as feridas da Alma do "Abandono" e da "Injustiça". Viva sua essência, livre de dores e traumas!
guia-da-alma-energia-taquiônica-curar-feridas-da-alma-injustica-abandono

As Feridas da Alma nos limitam. Mas é possível superá-las e viver todo o seu potencial!

Neste artigo, vou conceituar e trazer identificações das feridas abandono e injustiça, para que você possa identificar se carrega alguma delas.

Também vou mostrar como utilizo no processo de Coaching da Alma a Energia Taquiônica para ressignificar estas dores!

Sou Daniel Yosaro, Coach de Realização através do Bem Estar da Alma, terapeuta com Thetahealing e Energia Taquiônica. Entre em contato comigo 🙂


As 5 Feridas da Alma

São cinco as feridas emocionais de nossa alma, segundo a escritora de Lise Bourbeau: Traição, Rejeição, Abandono, Injustiça e Humilhação!

Já expliquei como curar as feridas da Traição e Rejeição com o Thetahealing. E como superar a Ferida da Alma da Humilhação que traz a sensação de se sentir menor.

Falarei neste artigo sobre o Abandono e a Injustiça.

Leia o artigo, e veja se você tem algumas destas feridas, e se as ferramentas terapêuticas aplicadas com a Energia Taquiônica podem te apoiar a olhar o mundo além das dores da alma!

Ressaltando, que você poderá ter a ferida do abandono, por exemplo, e não preencher necessariamente todos os quesitos! Vamos lá:

3ª Ferida da alma: Abandono

Muitas vezes esta marca ocorre quando os pais saem para trabalhar e deixam os filhos em casa, ou quando os pais deixam os filhos com os avós para viajarem só os dois nas férias, por exemplo!

Segundo Lise Bourbeau, a ferida surge quando a criança sofre rejeição por parte de um dos genitores, e ao procurar automaticamente abrigo no outro genitor, não recebe o acolhimento esperado. Cria-se aí a sensação do abandono, um vazio.

Esta é uma sensação um pouco mais profunda que a rejeição (que expliquei no artigo anterior), já que a pessoa carrega a ferida da rejeição e ainda recebe um adicional do abandono. Então, a pessoa abandonada já foi rejeitada mais de uma vez!

Consideram que não são queridos! Cria-se pelo ego a máscara da dependência, para amarrar os pais. E isto começa a gerar um emaranhado quando adulto, porque gera uma pessoa dependente, dificultando seu amadurecimento!

É muito provável que também vestirá o papel de vítima, colocando a culpa em uma ou outra pessoa, para que alguém fique com dó. A pessoa com esta ferida não só consegue ajuda de outra pessoa, como também manterá sua dependência, porque ela não consegue estar só em sua solitude. Chega a ser impossível estar 5 minutos com ela mesma!

Sem falar, que sendo vítima, chama ATENÇÃO, o que não conseguia quando criança!

Ela é dependente, pois quando criança, não teve ninguém para ensiná-la com os erros e fazê-la aprender também!

Quanto mais vítima e mais dependente a pessoa é, mais profunda é esta ferida!

É difícil para ela tomar decisões! Mas aqui é um ponto de cura, pois quanto mais a pessoa abandonada começa a bancar suas decisões, menos atuante estará a ferida. A pessoa estará começando a enxergar o mundo por outros olhos e não tão somente pela ferida do abandono.

A pessoa diz “já não aguento mais”! Isto indica até que ponto fazemos algo aos demais, sem darmos conta de o que reprovamos em nós mesmos, é o que tememos que os outros nos façam!

Quem não a conhece, pode julgá-la preguiçosa, mas, na realidade, não é! Simplesmente lhe é desafiante fazer as coisas sozinhas, porque precisa da aprovação de terceiros!

Quando chega ao final de toda coisa boa que está realizando, diz “Que lástima que acabou!”, como se estivesse, naquele momento, sendo abandonado(a) pelo que acabara de construir ou realizar!

O maior medo da Ferida do Abandono

Seu maior medo é de estar só, mesmo que o relacionamento já venha se mantendo pelos motivos da não-felicidade. Tais como:

“Já aguentei tanto até aqui, pra depois me separar!” nos casos de abuso – já ouvi isso nas sessões, ou inventarão desculpas: “Esperar meus filhos crescerem mais um pouco”, “Vou esperar minha filha se formar” e assim passam-se os anos!

Também tem medo do julgamento! E seu arquétipo é do incapaz!

Sendo assim, não aprofundará em nenhum conhecimento, para confirmar sua incapacidade e, desta forma, pedir ajuda! Vai mostrar-se frágil, para também pedir ajuda!

Seus Chacras (centros energéticos) básicos estão “desajustados”!

No relacionamento tem uma tendência a vestir a máscara da boa onda, onde tudo está muito bem, pelo medo de ficar só e sentir-se mais uma vez abandonada, muito provavelmente uniu-se a outra pessoa pela carência e não pelo amor!

Tem muita dificuldade em deixar, em seguir o fluxo! Porque deixar para esta pessoa, significa abandonar e isto confirma sua dor!

Portanto, as mudanças para os abandonados representam um enorme desafio!

♥ Antídoto para a ferida do Abandono com a Energia Taquiônica

guia-da-alma-thetahealing-feridas-da-alma-traicao-rejeicao-cura-coaching-energia-taquionica-gif2O que procuro fazer, quando a pessoa chega a mim com este campo de dor: Antes de mais nada, vamos ressignificando esta dor até a pessoa conseguir olhar o mundo de outra forma, para daí começarmos a desenvolver novos comportamentos!

Então, primeiramente seguimos os processos terapêuticos com pitadas de coaching e, mais adiante, o coaching vai se tornando a ferramenta principal.

É todo um processo de soltar as “duas rodinhas” (fazendo analogia com o aprendizado da criança para andar de bicicleta): ela começa com o adulto apoiando todo o processo; depois anda sozinha, mas ainda com duas rodinhas a mais para se sentir segura; até pedir para tirá-las, pois já se sente pronta para pedalar só sobre duas rodas, pronta para soltar-se e assim vai!

Acredito no processo sistematizado de ferramentas terapêuticas e coaching, porque segue um passo a passo de ações! Como sei que fiz um bom trabalho? Quando a pessoa não me procura mais!

Toda pessoa que me procura e ganha uma sessão experimental de Coaching e Processo Terapêutico, sai da sessão no mínimo com alguma luz sobre determinada ferida da sua alma e gratuitamente!

Assim, neste caso, iria aplicar desde a primeira sessão o que chamo de Libertação Interior.

Ancoro a Energia Taquiônica e vou mostrando, em estado alfa, 3 situações em que o abandono aconteceu. Por que faço isso?

1. Para a pessoa dar-se conta da sua ferida;

2. Tornar-se consciente da sua programação! Pois como ela não se deu conta e ainda não aprendeu no que esta ferida a ajudou até aqui (sim, em tudo há um bem maior), a ferida se repetirá até ela reajustar sua programação inconsciente e sentir sua luz novamente de forma consciente.

É o que a Libertação Interior faz, utilizando a Energia Taquiônica ancorada: a energia de maior freqüência em vibração do Universo, mais rápida que a luz.

Depois de visualizar as 3 situações (criança, adolescente e adulto) e mostrar a forma-pensamento que fazia ela agir de tal e tal forma, a substituiremos por outra forma-pensamento mais sadia à sua jornada e colocaremos luz naquelas situações.

Como consequência, a pessoa que está sendo atendida, olhará de outra forma aqueles mesmos contextos, porquanto já ressignificados! Então, é um start para a cura e assim avançamos!

4ª Ferida da Alma: Injustiça

Esta pessoa não se sente apreciada em seu real valor! Ou pode achar que tem mais coisas que outras pessoas, ou até mesmo crer receber mais do que merece!

Para ela, TUDO É UMA INJUSTIÇA!

Parece injusto não integrar bem sua individualidade e não se expressar, ou seja, ser ela mesma!

Muitas vezes mãe e pai sofreram da mesma dor, muitas vezes foram autoritários com seus filhos, tornando-se feridos pela injustiça!

A máscara que se cria é a rigidez, parecem pessoas frias e insensíveis! Cruzam os braços na região do Plexo Solar, para não sentirem! Ou vestem-se de preto, para “fecharem-se”.

Querem ser rígidas, para não serem tocadas pelo autoritarismo!

Tornam-se rígidas, porque também procuram a perfeição – a exatidão de toda coisa, para SEREM JUSTAS!

É comum terem inveja dos outros, por crerem que os outros não merecem, ou sentirem-se invejadas, para se tornarem injustiçadas!

Têm ciúme por temerem ser traídas; logo, injustiçadas! Diferentemente do dependente, que sente temor de ser traído, porque será abandonado!

Falta-lhes tempo, por pretenderem tudo perfeito! Chegam tarde aos encontros, por passarem tempo demais se arrumando para estarem perfeitos!

Quando parecem duvidar dessa pessoa e fazem muitas perguntas sobre uma situação, ela encara isso como um interrogatório (lembra da sua infância autoritária) e sentirá a injustiça!

Como sempre procura justiça, quer assegurar ser merecedor do que recebe – então, controla, checa e assim vai…

Diz “muito”, “nunca” e “sempre”. “Nunca está em casa”, assim, fala à outra pessoa. Para provar a injustiça, exagera! Para ser justo no julgamento!

O bom, o mau, o correto e o incorreto são conceitos importantes para esta pessoa, porque torna-se um instrumento de mensuração da (in)justiça! E, para assegurar a mensuração, utiliza as seguintes palavras: justamente, exatamente, seguramente e provavelmente!

Também usa “não está claro” para buscar explicações exatas e controladas!

Se a pessoa tem a ferida da injustiça e é uma Líder, ela maneja a liderança como forma de controle, e não como forma de responsabilidade! Quer entrar em vários grupos de WhatsApp para checar, controlar e liderar com “perfeição” o seu controle!

O maior medo da Ferida da Injustiça

Seu temor é equivocar-se! Esse é o seu maior MEDO! Portanto, adivinhem? Toma uma decisão e, depois, se arrepende! Plasmando seu medo! Assim é!

Seu arquétipo é do insuficiente, tudo para ele é insuficiente, porque nada está perfeito!

Nestes casos, é bom realinhar seu Plexo Solar, para fazer e não mais procrastinar com a desculpa da busca pela perfeição!

Por ver a figura autoritária do seu pai e da sua mãe frente a tudo, invoca o mantra: “Não tenho direito, só obrigações”. É desafiante para ele divertir-se e relaxar!

São tensos por natureza, é recomendável fazerem massagem!

A pessoa que tem a ferida da alma da Injustiça, culpa-se por ser injusta! Acusa-se o tempo inteiro de ser favorecido! Como é uma ferida e um mecanismo de defesa do ego, claro que o ego vai mostrar à pessoa que ela é pequena! E que neste caso é injusto ser mais que o outro, neste mundo injusto!

Por isso, é difícil para ela receber presentes!

♥ Antídoto para a ferida da Injustiça com a Energia Taquiônica

guia-da-alma-thetahealing-feridas-da-alma-traicao-rejeicao-cura-coaching-energia-taquionica-gif1-Para eles o ideal é Trazer o MERECIMENTO, MOSTRAR a LEVEZA da Sua Jornada, demonstrar o quão grande ela é, e isto nada tem de injusto, pois cada qual aqui no projeto Terra tem sua evolução, respeitando o livre arbítrio da caminhada!

Desta forma, fazemos a Libertação Interior já descrita aqui e também, ancorando a Energia Taquiônica, ativo e realinho a Merkabah da pessoa (veículo de luz do ser humano, capaz de transportar a alma para outras dimensões), alinhando os seus 12 chacras com seus EUS SUPERIORES.

Quem tem o chacra do Terceiro Olho aberto, vê suas roupagens espirituais (desde que merecidas pelo EU SOU da pessoa) e percebe a grandeza do seu SER, vê Sua enorme luz, vê sua família espiritual e aclara sua missão de vida. Torna-se, enfim, consciente da Justiça Divina, de seu Poder Divino, e assim é!

Depois, em outra sessão, podemos também fazer o digging da Crença-raiz “Eu não mereço” em PNL – Programação Neurolinguística.

Quando a pessoa está indecisa, faço ancorando a energia Taquiônica o exercício do EU SOU! E aí, seu EU SUPERIOR “conversa” com ela, certificando que aquela foi a melhor escolha. Então, ela sai aliviada!

Gostou deste artigo? Escreva para mim: daniel@saindonachuva.com.br. Se gostou destas terapias, agende sua sessão aqui no Guia da Alma comigo de “Libertação Interior através da Energia Taquiônica!

Gratidão pelo seu estado de presença ao ler este texto!


Reconecte-se com sua alma!

Sou Daniel Yosaro, Coach de Realização através do Bem-Estar da Alma, e terapeuta com Thetahealing e Energia Taquiônica.

Vem sarar sua alma comigo! 1ª sessão gratuita!


AGENDAR!

Coach de Realização através do Bem Estar da Alma, Healer (advanced tethahealer® e desenvolve processos terapêuticos, utilizando a energia taquiônica).

AGENDAR!

Presencial em Florianópolis SC