Desenvolvimento de competências: por onde começar?

Entenda como é possível liberar crenças limitantes para alavancar suas aptidões.
desenvolvimento de competências
Terapeuta Certificado
Mais terapias de Cristina Miranda
5/5 - (4 votos)

Afinal, como ter o desenvolvimento de competências, valorizando quem somos?

Você consegue reconhecer o impacto, em sua vida, da avaliação por competências?

De acordo com a sua etimologia, a palavra competência significa a capacidade de fazer alguma coisa, aptidão ou conjunto de habilidades, saberes e conhecimento.

Decidi escrever sobre esse tema porque na maioria dos atendimentos que faço, percebo que o cliente se deixa abater pela falta de competência em determinada área da vida, em determinada questão ou mesmo inabilidade em resolver tarefas propostas.

Essa frustração, vamos tratar assim, gera uma grande angústia e leva o indivíduo ao fundo do poço. É aí que mora o problema!

Sendo assim, ao longo da jornada, é recomendado fazer um trabalho de abordagem emocional para fortalecimento e desenvolvimento de competências.

Eu sou Cristina Miranda, terapeuta Guia da Alma e desejo contribuir com a valorização do ser através de suas competências.


Diferença entre habilidades e competências: Significado!

imagem de diferenças entre habilidades e competências: significado

Foto: Kobus Louw – istock

“O conhecimento conduz ao saber, o treino à habilidade e a vontade à competência.”

Luis Picado.

Habilidades e competências diferenciam-se pela forma como são desenvolvidas.

As competências, diferente das habilidades, podem ser aprendidas.

Segundo a especialista em RH, Sharlyn Lauby, as competências podem ser aprendidas através de treinamentos ou experiências, enquanto as habilidades, não podendo ser aprendidas, são qualidades inatas de cada ser humano em alguma(s) área(s) da vida.

Em síntese: as habilidades — geralmente inatas — ajudam as pessoas a desenvolverem e aprenderem as suas competências.

Idalberto Chiavenato, escritor, professor e consultor administrativo brasileiro, refere-se à ideia de habilidade enquanto talento.

Competência, por sua vez, seria a aptidão para desenvolver benefícios, seja de ordem individual ou organizacional, unindo conhecimento, habilidade, atitude e julgamento.

Para ser competente é preciso ter habilidades, mas apenas ter habilidades para realizar algo não significa que essa pessoa seja competente.

O ponto central de meu texto é como a valorização do ser humano a partir desses conceitos pode impactar positiva ou negativamente na autoimagem das pessoas, principalmente na infância, período de aprendizagem e consolidação da autoestima.

Vamos ver um pouco mais a fundo sobre esse assunto comigo?

Desenvolvimento de competências e os traumas de infância

desenvolvimento de competências na infância

Foto: aldomurillo – istock

Genuinamente, nascemos puros e aptos a desenvolver várias competências.

Desde a nossa primeira infância, seguida da adolescência e fase adulta, transitamos por várias fases e aprendizados.

Na primeira infância damos os primeiros passos, literalmente, criando a base de tudo o que virá pela frente.

É nessa fase onde surge a origem de muitos problemas encontrados nos adultos.

Por acaso você se lembra, quando criança:

  • De ter sido repreendido de maneira abrupta ao fazer algo?
  • De seus pais terem se atrasado para te buscar na escola?
  • De sofrer algum bullying na escola?
  • De seu pai decepcionado com a sua nota baixa?

Talvez você ainda sofra com algum impacto desses traumas de infância.

Em meus atendimentos como Terapeuta, esse cenário da primeira infância quase sempre aparece para ser trabalhado, mesmo que a sessão não tenha sido marcada para falar dessa fase.

Chegando à raiz do problema, acolhemos aquela criança interior para solucionar as questões atuais.

Em algum momento, em alguma fase da vida, alguém só enxergou as suas falhas, a sua falta de competência em algo… E  enalteceu essa falha e anulou as suas maiores competências e habilidades, de fato.

Iluminando o ponto negativo e apagando o ponto positivo das outras tarefas bem realizadas…

Para resgatar o ponto positivo, a autoestima e autovalorização, é importante ter ajuda profissional.

Só assim é possível dar total atenção, de fato, para as habilidades e competências individuais.

Quer aprimorar e aprender mais sobre as suas habilidades e competências pessoais, trabalhando para minimizar as suas incompetências?

As terapias holísticas podem te ajudar!

A certeza vem sempre ao realizar uma sessão de terapia Thetahealing online, prática criada pela terapeuta Vianna Stibal, com o intuito de limpar crenças limitantes e reforçar crenças positivas que agreguem bem-estar ao indivíduo.

O impacto da avaliação por competências na vida adulta

ícone de o impacto da avaliação por competências na vida adulta

Com certeza cada um de nós é muito bom em alguma coisa que faz e se sente extremamente confortável em desenvolver essa competência, permanecendo com sua autoestima elevada, obtendo sucesso profissional e pessoal.

O parágrafo acima não te traz uma sensação de bem-estar e leveza?

A valorização do ser através de suas competências parte do pressuposto de mostrar ao indivíduo quais são os pontos positivos genuínos que ele tem como ser humano.

E, então, levá-lo a esse portal de luz para a resolução de seus problemas.

É segurar na mão do cliente e conduzi-lo, como em seus primeiros passos de vida, ao encontro de sua essência, à centelha de vida que mostrará qual o seu propósito aqui na Terra.

Para falar um pouco mais sobre o tema, proponho uma reflexão sobre nossas habilidades lá na fase escolar:

  • Você se lembra qual era a matéria que você tinha mais facilidade em aprender e realizar as provas?
  • E qual a matéria que você mais tinha dificuldade?

Com certeza você se lembra bem e com todos os detalhes do professor ou professora daquela matéria que você tinha mais dificuldade.

E toda vez que você ouve falar ou encontra alguém com as mesmas características daquele mestre, isso causa uma repulsa ou uma atração muito forte, liderando o seu relacionamento com pessoas deste perfil.

  • A repulsa poderá atrapalhar a boa convivência com colegas de trabalho;
  • A atração poderá atrapalhar o desenvolvimento pessoal em busca da aceitação por parte daquele perfil de pessoa.

Atrair fatos que não estão ou não foram bem resolvidos em alguma fase da vida fazem crescer o monstrinho da incompetência até a anulação como pessoa, alcançando o fundo do poço e atraindo o perfil de pessoas que só trazem infelicidade.

No meu ponto de vista, até o ensino fundamental e médio deveriam ter matérias diferenciadas de acordo com as competências e habilidades de cada estudante.

Enquanto isso não é possível, o melhor é valorizar mais as competências e não deixar que as incompetências sejam os focos das questões de sua vida.

Quando um adulto enaltece algo de positivo em uma criança, ele dá a ela a possibilidade de a mesma desenvolver uma autoestima elevada.

Se uma criança recebe muita crítica destrutiva durante seu desenvolvimento, jamais desenvolverá suas habilidades e competências genuínas, fazendo com que a insegurança e baixa autoestima apareçam em algum período de sua fase adulta.

Muitas vezes um adulto, através de seu filtro, julga uma outra criança, anulando as suas habilidades.

Como dizia Carl Gustav Jung:

“Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana.”

Desenvolvimento de competências e valorização de quem somos

imagem de desenvolvimento de competências e valorização de quem somos

Foto: PhotoTalk – istock

A reflexão que deixo aqui é sobre como estamos lidando com nossa criança interior ferida e dando vazão às nossas competências.

  • Será que estamos honrando o nosso propósito de vida?
  • Ou estamos nos anulando correndo atrás de pessoas, situações ou habilidades que não temos a menor afinidade?

Que tal validarmos a nós mesmos como seres extremamente competentes, cada qual com suas habilidades, sem neutralizar ninguém e nenhuma fonte genuína?

Valorizar o ser através de suas competências é olhar os pontos positivos, muito mais do que os negativos, em qualquer fase da vida, principalmente na infância, na construção de nossa criança interior.

É parar de lutar, resistir ou aprisionar. Deixar ir embora sem apego àquilo que não é de sua competência.

Viver em plenitude, sem travar ou atrasar a felicidade, perdendo tempo em aprimorar aquilo que não é a sua habilidade.

Valorize os seus pontos positivos, sempre!

Se você deseja reconhecer em quais áreas você tem mais competência ou quais são as suas maiores forças, faça algum teste para isso.

A análise completa é mais bem interpretada quando feita por um terapeuta.

Acesse minha página aqui no Guia da Alma e escolha qual sessão você gostaria de agendar comigo!

Vamos juntos descobrir a sua maior competência?

5/5 - (4 votos)

Pós Graduada em Arteterapia, Praticante e Instrutora de Mindfulness, Radiestesia Genética, Barras de Access e Thetahealing. Meu propósito de trabalho é de capacitar o cliente para que ele alcance a auto regulação de seu estado emocional e físico. Ativando o bem estar.

AGENDAR!

Atende online
Presencial em Vinhedo - SP

Mais terapias de Cristina Miranda

  • Thetahealing® | sessão online

    Online
    R$250,00
    Cristina Miranda
    (16)
    Terapeuta Certificado
    Play
  • Feng Shui – Equilibre a energia do seu escritório ou de sua casa

    Online
    R$250,00
    Cristina Miranda
    (16)
    Terapeuta Certificado
    Play
  • Radiestesia Genética | Radiestesia | 3 sessões

    Online
    R$350,00 Oferta!
    Cristina Miranda
    (16)
    Terapeuta Certificado
    Play
Ver Perfil de Terapeuta
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca