Aprenda 4 dicas para ter uma jornada mais Leve e viver com felicidade, com o Coach de Realização através do Bem Estar da Alma, Daniel Yosaro.


 

Oi, tudo bem?

Bom, o que vou trazer até você não é a verdade absoluta, é apenas o meu sistema de crenças baseado na informação que hoje tenho, podendo, amanhã mesmo, ser desconstituído!

Feitos os acordos?

Agora, o texto já está mais leve, percebe?

Primeira receita básica para uma jornada mais leve, é você não focar única e estritamente no resultado final do seu caminhar!

Como fazer isso?

 

Dica 1. Agradeça!

Sim! Sei que é óbvio para quem já está crescendo em latitude, mas, assim é! Seja grato, comece fazendo uma lista diária de 3 coisas pelas quais é grato(a), bem básica: “Hoje agradeço pelo Sol, Corpo e alimento”, por exemplo!

Depois, passe de fase, “agradeço pela minha mãe, porque ela me dá carinho mesmo eu não pedindo”, ou sou grato pelo cliente que hoje disse “Quero ajudar você, porque desejo que outras pessoas sintam o que eu senti!”. Enfim, os porques trazem consciência e presença, e o presente é uma cura! Surgindo o novo hábito de estar em estado de Presença, de que tantos gurus ou mestres iluminados falam!

Por fim, agradeça pelo que você tem e pelo o que você não Tem!

Claro! Mesmo que você caminhe em Ser para ter algo, é importante agradecer por o que você não tem, e por o que você deixou de ter, para simplesmente tomar consciência que você não controla nada, e que TUDO, MAS TUDO, está em perfeita ordem, sendo o universo – inteligente e amoroso consigo, comigo e conosco!

Quando você solta, você flui e depois entende o velho ditado que Deus escreve certo por linhas tortas, porque nossa inteligência de 3ª dimensão não nos dá consciência – pelo menos neste plano – da inteligência divina, e do bem maior que rege a natureza (por exemplo, onde o ser humano vê violência na natureza, há, em verdade, o sistema de cooperação!).

E quando você entende que o que você não tem, está de acordo com o progresso e aprendizado que escolheu para trabalhar nessa vida, ela começa a se transformar em benção! E aí surge o tesouro!

 

Dica 2. Dê o melhor de si, desde que…

Faça o que tem que ser feito, da melhor maneira que puder, conforme a capacidade que tem neste momento. Ou seja, se você acordou hoje morrendo de dor de cabeça, não exija de você a consecução das mesmas tarefas como se você estivesse 100% bem!

Pegue Leve com você! Hoje você poderá fazer algumas daquelas tarefas, mas saiba que você deu o melhor que pôde, na condição que você se encontrava! Assim surge a leveza, evitam-se as culpas e o ressentimento, as feridas da alma ficam distantes! Se enxerga como uma parte eficiente e produtiva, olha-se como um todo integrante de um sistema cooperativo, e sim, você contribuiu naquele dia, também, com todas suas limitações, para um mundo melhor!

Quando você faz as pazes consigo mesmo, respeitando suas limitações, surge mais uma vez a gratidão e ela alimenta a elevação da sua energia vital, você expande, fica alegre e se mantém parte do fluxo da Vida!

Você se queixa demais? Existem pessoas viciadas em queixar-se, exigem demais de si, pois a sociedade treina a competição, não a cooperação. Quando você compete com você mesmo, perde os tesouros da sua jornada, não vê mais beleza, só enxerga o branco e o preto, o sim ou o não.. O caminho do meio some, e você, com sua inflexibilidade, dá as costas para o fluxo da vida, não se sente pertencente ao todo. E adivinha? Você acredita que está só! E acreditando, seus comportamentos serão reflexos desta crença e cada vez você se distancia mais do seu Eu superior, e vai alimentando o estar só, deslocado, até se sentir o NADA! Assim, você renuncia ao fluxo da vida! Lembra? Livre arbítrio!

Ao renunciar, você deixa de dar e só quer receber! E a vida é abundante! Ela recebe e entrega, um fluxo da impermanência! Quando você Só quer receber, você vira um mendigo da vida, e aí o ego venceu!! E a vida pesou!

Então, não caia na casca de banana de pegar pesado com você! Dê o melhor de Si naquele momento, com a consciência que tem; isso vai lhe trazer paz de espirito, alegria e bem-estar e, assim, você elevará sua vibração!

Se bobear, você é feliz e nem sabe!

 

Dica 3. Trabalhe com o que ama!

Se você agradece, dá o melhor de si e trabalha no que ama, a sua jornada seguramente será um dharma!

Passamos a maior parte dos nossos dias (quando estamos acordados) trabalhando, não é mesmo?

Então, se você fizer do seu hobby sua profissão, trabalhar com o que ama, sua jornada torna-se mais leve!

É possível? Olha, eu fiz! Demorou? Uns 2 anos para chegar onde estou hoje!

Para alguns pode demorar um pouco mais, até trabalharem desta forma!

Importante é começar a gerar esse novo comportamento, para que vire um hábito e você Persista!

E você vai conseguir, sabe por quê?

Porque quando fazemos o que amamos, temos ideias geniais sobre as coisas ao redor, vemos parcerias onde não víamos, você preenche-se de alegria (e ela cura!) e ficará “viciado” nessa cura! Vai querer se alimentar disso todo dia!

Se você tem um sonho e seus amigos ou amigas lhe dizem, por exemplo: “Olha, você leva jeito para artes ou roupas, abra um ateliê!”, a primeira coisa que você pensa provavelmente é algo do tipo: “mas, como? Eu trabalho num banco!”. Oras, se você não começar…as coisas não vão acontecer!

O universo já está lhe dando dicas através de seus amigos, demonstrando seus talentos, mas você não acredita! Talvez tenha ficado viciado (a) em reclamar ou culpar!

Porém, você pode trocar a chavinha e ir se alimentando de amor próprio; produza uma ou duas peças no final de semana e as mostre às amigas. Você vai se surpreender!

Comunique ao universo o que você faz! Depois, para as pessoas saberem de você, peça ajuda (sim, sozinho(a) a jornada não tem a mesma graça!), arrisque–se, ou seja, Saia na Chuva! E, finalmente, retribua ao universo em gratidão ou em serviço, filantropia ou dinheiro a quem ajudou na sua jornada, retribua e alimente a abundância: quanto mais der, mais receberá (sim, é um clássico! E o mais legal: é real! Eu vivo isso).

Então, vai fazendo as peças, publique nas redes sociais, e, como gosta e possui habilidades, os primeiros compradores serão aqueles amigos que falaram que você levava jeito, e assim vai acontecendo.

Vai agindo, até que de 2 peças passa para 4 e vai aumentando sua demanda, a sua cura! Até que você preencha o seu SER DE TANTO FAZER e se concretize o que você tinha em vista: ter um ATELIER (SER, FAZER PARA TER).

Pronto! Sua jornada está mais leve, você ama o que faz, usa seus talentos em prol das pessoas, você é útil a um sistema abundante e cooperativo!

 

Dica 4. Simplesmente pergunte: ISTO ME DEIXA MAIS LEVE?

Então você terá um instrumento de mensuração, e o que não for deixá-lo mais leve, você vai descartando, ou não colocando tanta atenção no seu dia a dia!

E, sim, você vai ficando mais LEVE, afinal, você está fazendo escolhas mais Leves!

Se por exemplo, você está solteiro(a) e quer relacionar-se. Imagine que surge uma pessoa… Você deve se perguntar: “Esse relacionamento será leve?” Se sim, boa! Está no seu propósito. Caso contrário, você está por carência e lhe garanto, não será nada leve!

Você também não pode fazer disso a condição do seu parceiro. “Olha, você é leve?” Porque a chance de ele(a) vestir essa máscara é grande!


 

Portanto, siga essas 4 dicas e garanto que você terá uma jornada mais Leve!

guia-da-alma-4-dicas-coaching-autoconhecimento-jornada mais leve-daniel-yosarum-gif

E você SERÁ LEVE!

Precisando de apoio, é só me escrever!

Entre em contato comigo!

 

Leia também: 13 passos para se espiritualizar e ser correspondidx pelo Universo


 

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdos para a sua evolução da consciência.




 

Daniel Yosaro

Coach de Realização através do Bem Estar da Alma, Healer (advanced tethahealer® e desenvolve processos terapêuticos, utilizando a energia taquiônica).

23
0

Olá! Tudo bem?

Meu nome é Daniel Yosaro, venho desenvolvendo há alguns anos, o Coaching da Alma, cujo nome do projeto é SAINDO NA CHUVA !

O que é o Coaching da Alma? É coaching, com processos terapêuticos quando preciso for!

São encontros semanais com duração de 3 meses (12 sessões), online ou presencial (em Florianópolis), que te apoiam a sair da estagnação!

Onde haverá 4 pilares:

1º Você vai descobrir quais são suas ferid...

Deixe seu comentário e contribua com a troca

~ Nossos Parceiros ~

astrolink-guia-da-alma--logo-quiz-como-ser-uma-pessoa-melhor-signo-
guia da alma - lua peregrina
Meraki-logo
tranquility-pra-voce
guia da alma - aldeia indigo
marcia-oliveira-lifestyle-marca-yoga-floripa
anahata-world
guia-da-alma-kaygangue-parceiros