image-ressignifique-o-carnaval
Datas comemorativas

Ressignifique o Carnaval!

Conheça a história desta data e como podemos dar a ela um novo significado.

icon-share
52 compartilhamentos

Você já parou para pensar sobre a origem dos feriados que comemoramos no Brasil?

Mais do que outras datas comemorativas, o Carnaval ganha destaque e hoje te convido a conhecer um pouco mais sobre sua origem e a como ressignificar esta data.

 

Como surgiu o Carnaval?

Ninguém sabe ao certo a data de início da comemoração, nem o primeiro lugar em que surgiu, mas historiadores citam que o Carnaval é a festa profana mais antiga que se tem registro: data de aproximadamente 3 mil anos.

Este festejo começou na Grécia Antiga, na Mesopotâmia, Egito e Roma. Eram festas pagãs que serviam para louvar divindades, trocar papéis, celebrar semeaduras e grandes colheitas. Na Grécia Antiga era feito o culto a Dionísio (Baco), deus das festas e do vinho, já na Roma antiga a Saturno, deus da agricultura.

No Brasil, a festa só chegou no século 17 com os portugueses, e tinha o nome de “entrudo”. Mas em 1822, com a declaração da Independência do Brasil, houve um grande rompimento com a tradição colonial, e foi adotado o modelo de festa trazido de outros países (como da Itália, por exemplo, do famoso Carnaval de Veneza), com o nome de Carnaval. Foi quando começaram os bailes e os desfiles alegóricos nas ruas.

 

Mas então quando que o Carnaval ganhou sentido religioso?

A Igreja Católica incorporou o Carnaval em suas datas comemorativas no ano 325 d.C, durante o Concílio de Nicéia, vinculando ele à Páscoa e à ressurreição de Cristo – que, no hemisfério sul, sempre acontece no primeiro domingo após a primeira lua cheia do outono (e no hemisfério norte, no equinócio de primavera).

Determinada a data da Páscoa, que pode ocorrer entre os dias 22 de março e 25 de abril, basta retroceder 46 dias no calendário (40 da Quaresma e seis da Semana Santa) para se chegar à quarta-feira de cinzas. Pela definição católica, a ressurreição de Cristo teria ocorrido perto do ano 33 d.C no período do Pessach, a Páscoa judaica.

Segundo historiadores, tudo isto foi um modo de apropriação da data e imposição de tradições. A festa que um dia foi pagã, passou então a ter um sentido de tempo de diversão e prazeres exagerados, que antecede a entrada de um período de reflexão e jejum dos cristãos, a quaresma. Daí que vem também o nome “Carnaval”, do latim carnis levale, cujo significado é “retirar a carne”.

 

E como podemos ressignificar o Carnaval?

Uma grande parcela das pessoas considera os feriados bons, pois são momentos de folga e descanso.

Mas precisamos estar conscientes sobre o que estamos comemorando em nossos feriados.

Você tinha noção de que existia todo este significado e história por trás do Carnaval?

O estranho é que mesmo sendo um país laico, a maioria dos feriados do Brasil, têm origem e sentido religiosos: Carnaval, Dia de Nossa Senhora Aparecida, Corpus Christi, Sexta-feira Santa, Finados, Natal. Até mesmo o Ano Novo pode ser considerada uma data cristã, pois os anos são contados com a vinda de Cristo a Terra.

E você acredita ou segue tudo isto?

Já que estamos inclusos neste sistema, não podemos fugir dos feriados em si. Então, aproveite estas datas para olhar para si mesmo.

Você vive dizendo que não tem tempo nem para respirar?

Então tire estes dias de Carnaval para fazer algo que gosta, pois este é o real sentido de tirar uma folga em meio a esta rotina capitalista. E este é o real sentido pelo qual nasceu este feriado: comemorar os prazeres – não precisa de exageros!

Festejar, descansar, refletir e celebrar o amor. Aproveite seu Carnaval com consciência! 🙂

Referência: carnaxe.com.br

Liana Chiaradia

Cofundadora e CMO do Guia da Alma, Facilitadora do Curso de Marketing Digital para Terapeutas, Designer Gráfico e Consultora de Terapeutas.

8
0

Cofundadora e CMO do Guia da Alma de coração, designer gráfico de formação, ariana de natureza! ❤

Desde muito pequena, sentia certas coisas que estavam além do visível aos olhos. Mas foi só na vida adulta que comecei a me espiritualizar. Aos poucos fui entrando neste caminho expansivo que é o do autoconhecimento e da espiritualidade!

Conheci o poder da Meditação! Abri os meus canais energéticos com o Reiki e Cristais. Tive a oportunidade de me red...

Deixe seu comentário e contribua com a troca

O Guia da Alma é o Portal que conecta pessoas e Terapeutas para uma vida mais leve com Terapia Holística e Integrativa online ou presencial em todo Brasil!

Descubra também o Autoconhecimento, Espiritualidade e Bem-estar no conteúdo original do nosso blog!

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdo para a sua evolução de consciência.

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!