Relacionamentos Amorosos: 6 dicas para ser feliz no seu!

Saiba como elevar a qualidade das suas relações.
conexão nos relacionamentos amorosos
Mais terapias de Ana Costa
5/5 - (9 votos)

Muitas pessoas buscam relacionamentos amorosos perfeitos, mas afinal, é possível ter uma relação completa em todos os sentidos?

O sucesso no amor está conectado também a estar bem com você mesma, determinada a buscar seus objetivos e aprendendo a se colocar em primeiro lugar.

Sou Ana Costa, terapeuta holística, especialista em relacionamentos, e hoje vou dividir com você 6 dicas que vão te ajudar a ter relacionamentos amorosos mais felizes. Boa leitura!


 

Os principais desafios dos Relacionamentos Amorosos

Relacionamentos Tóxicos

Foto: Kelly Sikkema – Unsplash | Capa: Gemma Chua-Tran

  • Você está infeliz no amor?
  • Não aguenta mais atrair só pessoas erradas?
  • Ainda sofre por não conseguir se desligar do ex?
  • Não consegue entender o que te bloqueia?
  • Precisa finalizar um relacionamento, mas não tem forças?

São muitos os desafios que encontramos ao longo do caminho nas relações amorosas. Mas acredite:

É perfeitamente possível ser feliz no Amor, mudar essa energia e, acima de tudo, merecer e ainda viver um relacionamento pleno e satisfatório em todos os sentidos!

Então te convido a uma reflexão mais profunda, uma auto análise da sua situação atual:

 

O que pode estar te impedido de ter Relacionamentos Amorosos Saudáveis?

Relacionamentos Amorosos

Foto: Alex Green – Pexels

De repente você se vê triste, arrasada, devido a um relacionamento tóxico, desgastado, fracassado, ou até vários.

Insegura, sentindo-se diminuída, e julgando ser incapaz de ter felicidade no amor… Dona de um coração machucado, sente-se ferida até a alma, descrente da felicidade, em outras palavras, sem energia alguma para acreditar que pode dar uma nova guinada na vida e recomeçar com classe e sucesso.

Você já teve essas emoções e sentimentos devido a um relacionamento amoroso?

Vamos fazer um teste rápido!

 

Os Padrões e Crenças Limitantes sobre Amor

Crenças Amorosas

Foto: Freepik

Veja se algumas dessas frases já fez ou faz parte do seu vocabulário cotidiano:

  • O amor não é pra mim.
  • Tenho ¨dedo-podre¨ pra escolher homem.
  • Nunca dei sorte no amor.
  • Os homens não prestam.
  • Os melhores homens são casados ou comprometidos.
  • Sempre sou traída.
  • Ninguém me valoriza!
  • Casamento nunca dá certo pra mim.
  • Os homens só querem usar e abusar de mim.
  • Não sou atraente o suficiente para chamar atenção para atrair alguém especial.
  • Nunca tive oportunidade de conhecer alguém legal.
  • Já estou velha demais para encontrar um par perfeito.
  • Homem tá difícil! Melhor pegar o que pintar!
  • Antes mal acompanhada do que sozinha.
  • Não mereço ser feliz no amor.
  • Já sou bem sucedida na carreira. Não preciso ser feliz no amor.
  • Não há mais tempo de ser feliz em um relacionamento.
  • Tenho medo de ficar sozinha.
  • Estou perdida e não sei o que fazer pra conseguir ser feliz no amor.
  • Viver um relacionamento dos meus sonhos é impossível!

E tantas outras crenças e afirmações que não só te limitam mas também bloqueiam completamente a sua vida.

Se em algum momento você preferiu frases como estas, de certa forma, não está se abençoando e sim amaldiçoando a própria vida, enfatizando que não merece essa felicidade.

O Universo entende vibrações, boas ou ruins, não importa. A sua sintonia não está adequada, pois para as leis Universais não existe ¨certo¨ ou ¨errado¨.

Exemplos simples: Se você quer ouvir rock, não vai sintonizar uma rádio que toca MPB. Se está em um restaurante e pede peixe, não vai aceitar um prato de massa, certo? Assim funciona a vida e as energias que você atrai!

 

Autovalorização e amor próprio em primeiro lugar!

Autovalorização

Foto: Raychan – Unsplash

O sucesso no amor está ligado a ter autoestima em alta, portanto, acreditar em si própria é estar disposta e focada em alcançar seus objetivos.

Você deve estar repetindo comportamentos equivocados, dando mais que recebe nos relacionamentos e talvez enxergando amor onde não há.

Pode estar honrando padrões de comportamento dos seus antepassados, ou repetindo histórias vivenciadas pelos seus pais, e manifestando frustrações e carências ligadas a sua criança ferida.

Acima de tudo, é preciso alinhar o físico, mental, emocional e espiritual para uma simbiose de sucesso! Um autocuidado em todos os sentidos, alinhamento quântico e conexão para potencializar melhores resultados em tudo.

 

6 Dicas para ter Relacionamentos Amorosos mais felizes!

Autoconhecimento

Foto: Anna Shvets – Pexels

O autoconhecimento através de técnicas terapêuticas pode te proporcionar uma clareza mental incrível.

Trazer informações do inconsciente para o consciente, é transformador e impactante! Direciona o indivíduo a uma mudança de paradigmas e impulsiona a tomar novas atitudes, fortalecendo as mudanças de hábitos que realmente fazem a diferença.

Afinal, se almeja obter novas situações, isso só ocorrerá quando tomamos novas atitudes.

Isto porque, para sermos amadas(os) precisamos nos amar de verdade em primeiro lugar.

Então se pergunte agora: Você se considera uma pessoa atraente ou interessante?

Veja algumas dicas:

 

1. Ho’oponopono para Relacionamentos Amorosos

Relacionamentos Abençoados

Foto: Ksenia Makagonova – Unsplash

Uma prática meditativa, uma limpeza de memórias através do Ho ‘oponopono, mantras e decretos de cura podem auxiliar e muito nas mudanças de hábitos e no fortalecimento do amor próprio.

Aplicar a técnica do Ho’oponopono traz benefícios elevadíssimos para este momento consigo mesmo.

Por exemplo, repetir por 21 dias:

Meu relacionamento amoroso é abençoado, sinto muito, me perdoe, te amo, sou grata!

108 vezes pela manhã ou antes de dormir (com auxílio de um Japamala ou com meditação guiada). Vibra alto e trás ótimas energias para o relacionamento atual ou para aquele que você deseja encontrar.

 

2. Autoresponsabilidade

Autorresponsabilidade

Foto: Elly Fairytale – Pexels

Antes de tudo, precisamos inicialmente tomar a responsabilidade sobre tudo o que nos acontece.

Esse negócio de dizer que ¨ele é isso, ele fez aquilo, isso não foi justo, etc.,¨ não pode mais existir .

Muitas vezes as nossas carências, menos valia, medos, inseguranças, falam mais alto e tomamos iniciativas e atitudes equivocadas, as quais não nos damos conta real das consequências que teremos como resultado.

E quando as ¨fichas caem¨, nos vemos emaranhadas em situações de dor, sofrimento, arrependimento ou entregando amor, dedicação demais a pessoa errada, alimentando uma dependência emocional.

Seja como for, lembre-se sempre que o outro só faz conosco aquilo que permitimos. Afinal, tomamos iniciativas e resoluções muito mais por impulso ou pelo cérebro reptiliano do que de forma consciente.

 

3. Fragilidade Emocional

Emocional Fragilizado

Foto: Ryan ‘O’ Niel – Unsplash

Há sinais claros de que temos nosso emocional fragilizado, ao mesmo tempo, desencadeando uma baixa autoestima ou uma falta enorme de amor próprio.

Quando nos sentimos rejeitados, quando precisamos de aprovação dos outros constantemente, quando nos criticamos muito, quando temos dificuldade de dizer “não” , quando queremos agradar demais, quando temos dificuldade em receber elogios, quando somos críticos demais conosco.

Esses fatos foram gerados pelas experiências vividas na sua infância, quando se absorveu programações no seu inconsciente que os geraram. Além do abandono ou perda de um dos pais, seja por morte ou pela falta de atenção dos mesmos.

Ou seja, muitas vezes o amor que vivemos em busca hoje é o amor que não recebemos no passado. É como se procurássemos nos ¨complementar¨ de amor, quando na verdade não é pra ser assim.

Em suma, a falta de amor dos pais, a falta do olhar deles pra você (principalmente até os 07 anos, quando você era um ser receptivo, ou seja, na fase que você observava e absorvia), podem ter gerado muitos dos problemas por você estar nessa situação de auto estima fragilizada.

Existem crianças feridas dentro de adultos complicados. Portanto, essa dor precisa ser olhada e ressignificada. Só assim se pode construir uma nova história.

Para que isso aconteça, será preciso revisitar o passado e olhar os acontecimentos de uma outra forma. A constelação sistêmica é uma terapia bem adequada para essa e outras questões.

 

4. Saia de cena

Autoanálise

Foto: Jonathan Sebastiao – Unsplash

É preciso algumas vezes mergulhar no próprio Universo, que é o nosso interior.

Autoanálise, descobrir a si mesmo, se observar ” de fora” . Dar ausência a quem esgota sua paciência, resgatar os seus valores e fortalecer o seu íntimo.

Muitas pessoas sequer sabem o que querem de verdade. Já atendi muitas pessoas que passaram a vida toda aceitando qualquer coisa ou qualquer pessoa, sem realmente analisar se os valores estão de fato alinhados aos seus valores e desejos.

Colocar no papel: qual tipo de pessoa quer ter ao seu lado, o que mais admira num par perfeito, o que não admitiria de forma alguma, etc. Por isso, é importante parar, refletir e alinhar os seus objetivos, desejos e focar.

Não apenas renunciar migalhas, mas também ter a consciência do que merece de verdade.

 

5. Vida Própria

Vida Própria

Foto: Cottonbro – Pexels

Você precisa entender que é uma pessoa de infinitas possibilidades. Pois pode ser muitas em uma: profissional, mãe, atleta, dona de casa, empreendedora, esposa, namorada, e o que quiser ser.

Mas, jamais, viver apenas em função do relacionamento amoroso. Abdicar de ter um ciclo social, de fazer coisas que gosta, de ter seus momentos, de ter sua vida própria, não é nada saudável.

Excelente quando o casal gosta de programas semelhantes, mas super necessário cada qual ter suas atividades de lazer e individualidade também.

Sufocar o outro ou viver a vida do outro é anular-se, assim também como assinar atestado de insegurança e atrair mais situações semelhantes, repetindo ciclos viciosos. Tenha uma vida interessante!

Amar é cuidar se em primeiro lugar! Ser bem sucedida em todos os aspectos ou na maioria deles, para assim poder ser admirada e se colocar dentro da sua jornada como uma pessoa bem posicionada em todos os quesitos para ter uma vida em equilíbrio e mais feliz.

 

6. Reciprocidade

Relacionamentos Recíprocos

Foto: Anna Shvets – Pexels

Uma das Leis do Amor segundo Bert Hellinger, pai das Constelações Familiares, é o equilíbrio entre o dar e receber.

Dessa forma, qualquer relação, seja amorosa, familiar ou profissional em que não haja este equilíbrio, está fadada ao fracasso.

Relacionamento de casal onde não há reciprocidade, onde apenas um faz, se dedica, agrada, não mede esforços, para dar, contribuir, executar, etc. e o outro se coloca apenas em posição de receber, como resultado, acaba desequilibrado.

Importante frisar, mais uma vez, que o outro só faz conosco aquilo que permitimos. Então, observe qual postura tem tomado nas suas relações.

Tudo é possível! Você mudar, melhorar seus pensamentos, sentimentos, ressignificar acontecimentos, fatos, situações e da mesma forma, evoluir na sua capacidade de se ampliar pra vida e para novas possibilidades.

Por fim, basta você crer e entender que nada muda se você não mudar! Que sem dúvida, para ser amada, você tem que se amar e despertar o poder de ser você, esse ser único no Universo! Você é Centelha Divina!

No Guia da Alma ofereço opções terapêuticas como constelação sistêmica e desprogramação neurobiológica, que em muito contribuem para analisar situações e dessa maneira ajudar a vibrar uma nova realidade.

Em especial a Mentoria a ¨A Energia do Amor” proporciona 3 sessões com 3 técnicas:

  • Análise comportamental para relacionamentos, Constelação Sistêmica e Desprogramação Neurobiológica para uma nova luz direcionada aos relacionamentos amorosos.
  • E ainda um e book exclusivo com dicas, testes, ensinamentos, mantras, decretos energéticos e muito mais, para criar uma nova realidade e alinhar físico, mental, espiritual e energético.

Eu posso te ajudar a entender como tudo aconteceu, ressignificar o passado, assim como entender o que precisa ser feito e canalizar novas energias para um relacionamento feliz!

Conheça minha mentoria: A energia do Amor e vamos vibrar uma nova realidade! Ao seu dispor, com carinho e dedicação!

5/5 - (9 votos)

Constelação Sistêmica, Desprogramação Neurobiológica, EFT - Técnica de Liberação Emocional, Barras de Access, Reiki, Coaching Integral Sistêmico.

AGENDAR!

Atende online
Presencial em Rio de Janeiro - RJ

Mais terapias de Ana Paula Costa

  • Pacote de 03 Sessões (Mapa Sistêmico, Constelação Familiar e Desprogramação Neurobiológica)

    Online
    R$450,00 Oferta!
  • Constelação Familiar – Metodologia Sistêmica na Água

    Online
    R$250,00 Oferta!
  • Tecnica de Liberação emocional – 03 sessões

    Online
    R$180,00 Oferta!
Ver Perfil de Terapeuta
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca