O que fazer em uma Crise de Ansiedade: sintomas, dicas e mais!

Olhe para os sintomas com atenção e cuide-se com essas dicas valiosas.
homem em crise de ansiedade
Mais terapias de Júlia Cavalcante
5/5 - (4 votos)

Olá, como vai você? Se você está aqui lendo este artigo, é porque, provavelmente, você ou alguém que você conhece já passou ou está passando por uma crise de ansiedade, e você precisa saber como lidar com esta situação.

As crises de ansiedade podem se manifestar de diversas formas, e em alguns casos desdobra-se em um ataque de pânico, o que pode te deixar desesperado. 

Mas, calma! Vamos olhar para isso com cuidado e te passar dicas de como acalmar-se nesses momentos!

 

O que é Crise de Ansiedade?

O que é Crise de Ansiedade

Foto: Kat Jayne – Pexels

Crise de ansiedade é um episódio que ocorre quando a pessoa é acometida por um medo (que pode ter uma origem real ou irreal), colocando em seu corpo um estado de LUTA ou FUGA, que, muitas vezes, não precisa entrar.

Assim, uma série de sintomas muitíssimo desagradáveis são sentidos pela pessoa, que sofre muito com isso.

 

Ansiedade, crise de ansiedade e pânico

Ansiedade, crise de ansiedade e pânico

Foto: Pixabay

Todos temos ansiedade. É, inclusive, necessário que a tenhamos! A ansiedade é um mecanismo de defesa muito importante para nós, nos coloca alerta em situações de perigo e é como um motor, nos impulsionando para longe deles. Mas, nem sempre seu papel é cumprido da melhor maneira – as vezes, torna-se patológica.

Nesse nível, pode-se desenvolver diversos transtornos, como, por exemplo, o Transtorno de Ansiedade Generalizada, onde uma ansiedade permanente e intensa interfere constantemente na vida de uma pessoa. 

Quando entramos em uma crise de ansiedade, tudo fica ainda muito mais intenso, e quando essa crise aumenta para uma crise de pânico, os sintomas são intensificados e a pessoa entra em um estado de desespero muito forte.

 

Como saber se estou tendo uma Crise de Ansiedade? Sintomas!

homem em crise de ansiedade

Foto e capa: Alex Green – Pexels

Geralmente, as crises de ansiedade costumam ter sintomas como falta de ar, coração acelerado, frio intenso na barriga, tremores, náuseas, tonturas, visão embaçada, e, em muitos casos, sensação de que vai morrer (quando evoluída para uma crise de pânico).

A cabeça fica “rodando” em muitos pensamentos indesejáveis, que nos tiram a paz e tiram o nosso ar.

 

Quanto tempo dura uma Crise de Ansiedade?

Foto: Alex Green – Pexels

Isso é muito relativo. O que sabemos é que o pico de adrenalina no nosso organismo leva um tempo, e passa em alguns minutos.

Porém, em alguns casos onde não há um bom gerenciamento da crise (a falta de acompanhamento terapêutico, por exemplo), esses picos podem voltar a acontecer, assim, aumentando o tempo da crise. 

Cada um vai reagir de uma forma e é necessário ter um plano de ação adaptado à pessoa e suas necessidades nesses momentos.

 

Crise de ansiedade tem cura?

Foto: Andrea Piacquadio – Pexels

Ansiedade, em si, como já falei lá em cima, não tem cura, porque não é doença.

Mas as crises de ansiedade podem sim ser diminuídas, controladas e, quem sabe, até eliminadas de nossa vida (eita, alívio!).

Porém, para isso, precisamos conhecer nossos gatilhos emocionais, sinais mentais e físicos e aprender a controlar.

É um processo constante de autoconhecimento que fará toda a diferença em nossa qualidade de vida.

 

O que fazer em uma Crise de Ansiedade?

Foto: cottonbro – Pexels

OK, vamos lá. Existe uma série de coisas para se fazer a fim de EVITAR as crises. Mas, agora, a crise chegou, certo? O que fazer?

 

1. Primeiro de tudo: respire!

Por mais difícil que pareça ser, respire, aos poucos torna-se mais fácil. Concentre-se na sua respiração de modo consciente.

 

2. Aceite o que está acontecendo

Não tente colocar a ansiedade lá no fundo de você e colocar uma pedra em cima. A crise está acontecendo, mas sim, ela vai passar.

 

3. Organize os pensamentos

“Ah, mas aquela briga… ah, mas meu coração está acelerado… mas… o prazo de entrega… mas… mas…” – agora, cada pensamento, imagine como fechar uma tela do celular (arrastando as janelas para o lado e limpando da tela da mente), e foque na respiração do momento.

Não pense na próxima, pense só nesse segundo. Repita para você mesmo: nesse momento, tudo o que importa é minha respiração desse segundo.

Pouco a pouco, Seu coração vai diminuir de ritmo e o seu corpo vai receber o sinal para começar a se acalmar.

 

4. Peça ajuda, se possível

Comunique à alguém que possa te ajudar, e, caso você tenha alguma medicação de emergência prescrita por um profissional (médico psiquiata) para esses momentos, utilize de maneira responsável. 

O que pode lhe ajudar também é ter com você algum floral de emergência (famoso Rescue), e tomar conforme indicado.

Se você precisar de apoio profissional, conte com a gente! Agende uma sessão de Terapia Floral para Ansiedade no Guia da Alma!

 

5. Foque nos seus sentidos

Pense, onde estão seus pés? O que eles estão tocando? É macio, é frio, quente? 

Suas mãos, passe elas por alguma superfície e preste atenção nos relevos. Explore o tato.

Sinta os cheiros, enquanto mantém a respiração em um ritmo desacelerado. O mais desacelerado que puder. Não se preocupe se, por alguns segundos, perder o ritmo. Comece novamente.

Ouça os sons à sua volta, tente manter o estado de presença. Pode parecer difícil, mas é prática. Você consegue.

 

6. Atividade Física

Outra coisa que pode ajudar, desde que feita com segurança, é fazer alguma atividade física. Isso irá fazer com que seus níveis de endorfina aumentem, trazendo um bem-estar e diminuindo o pico de energia que a adrenalina lhe causa.

 

7. Racionalizar

Agora, comece a racionalizar o sentir. Essa sensação de perigo que você está sentindo, é totalmente real? Seu corpo entrou em um estado de luta ou fuga, mas ele está sendo inteligente?

 

8. Distrair a mente

Feito estas dicas, e se colocando em um lugar onde você esteja em uma posição de maios conforto e segurança, tente distrair sua mente. 

Assista aquela série viciante que você adora, coloque uma música, converse com alguém. Condicione e direcione sua mente para alguma outra coisa.

Quando a crise passar, você irá poder investigar. Agora, o intuito é ficar bem.

 

Como evitar uma Crise de Ansiedade?

Foto: Samson Katt – Pexels

Ok, agora vamos ser práticos na questão de evitar as crises.

Para isso, precisamos de boas doses de autoconhecimento, não tem outro caminho. 

Tenha atenção ao sinal da crise de ansiedade: quando geralmente acontece?

Cada pessoa possui seus gatilhos emocionais, que podem estar ligados à infância, à traumas e situações que jogamos para o nosso inconsciente, mas que ficam ali, prontinhos para aparecer e atormentar se a gente não olhar para eles com cautela e trabalhar essas questões dentro de nós.

Importante agora, é tomar a atitude de fazer terapia. E, nesse mundo das terapias, você pode contar com muitos profissionais, como psicólogos, terapeutas holísticos, naturólogos, entre outros.

Aqui, no Guia da Alma, contamos com muitos profissionais capacitados e com muito amor ao que fazem, e, com certeza, podem te ajudar a lidar com o que você está passando.

No mundo das terapias holísticas, nós olhamos para o ser humano como um ser complexo, como um universo! Assim, com um olhar atencioso e integral, você recebe a terapia feita e indicada para as suas necessidades, te auxiliando a transcender as dificuldades para trilhar o seu caminho de maneira mais pacífica.

Uma das terapias naturais mais indicadas no caso de crises de ansiedade, é a Terapia Floral. 

Nela, trabalhamos diretamente os aspectos emocionais e mentais que te levam à esse estado, olhando para as causas e não os sintomas, trazendo calma para o seu coração através de um processo de reencontro com sua natureza essencial, através de um fórmula floral manipulada para você, onde você irá tomar essências naturais que sejam necessárias para o seu tratamento.

Te convido à conhecer as Terapias para Alívio da Ansiedade no Guia da Alma!

Tudo vai ficar bem. Gratidão.

5/5 - (4 votos)
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca