Como lidar com a saudade de alguém? 5 dicas preciosas!

Saudade é um sentimento que faz parte da vida, aprenda a vivenciá-la de forma saudável.
como lidar com a saudade e solidão?
Terapeuta Certificado
Mais terapias de Denise Stacheski
4.7/5 - (9 votos)

“Saudade é um dos sentimentos mais urgentes que existem.”

Clarice Lispector

Os artistas falam de saudade. Os apaixonados falam de saudade. Os amantes falam de saudade. Todos nós falamos de saudade. Palavra falada, sentimento tecido. Então, como lidar com a saudade?

Saudade é um sentimento que faz parte da vida, dos processos e experiências da caminhada de cada um – seja de um tempo vivido, de uma pessoa querida que se foi, de um amor, de um relacionamento à distância, do país e cultura de origem etc. 

No entanto, a saudade pode ser acompanhada de uma emoção que nos leva a sorrir por ter vivido momentos bons – ou, pode nos fazer chorar por estar longe de alguém ou algo que ficou/está em outro lugar geográfico ou de tempo ou de dimensões. 

A saudade, essa danada, pode até ser um misto entre o sorrir e o chorar. Já notou?

De qualquer jeito, por qual seja o olhar, a saudade pode doer, pois é uma dor de ausência, de falta, um vazio que ficou bem no meio do peito. Um sentimento avassalador, em várias situações.

Sou Denise Stacheski, terapeuta holística, e neste artigo a ideia é falar sobre a saudade e mostrar dicas para amenizar essa dor que, muitas vezes, dilacera o coração. 

No tempo em que vivemos, agora especificamente, muitas pessoas tiveram que aprender a como lidar com a saudade devido aos  meses de isolamento por conta da pandemia e o distanciamento de pessoas queridas, por exemplo.

A saudade, assim, se torna corriqueira, uma companheira diária. Dependendo do nível desse sentimento, alguns desajustes emocionais podem chegar.

Então, como lidar com isso? Por que sentimos saudades?


 

Por que sentimos saudade?

Foto: Alex Green – Pexels

“A saudade é o que faz as coisas pararem no tempo.”

Mario Quintana

A saudade surge a partir dos laços e fenômenos afetivos que experenciamos durante a vida. Os afetos que nos preenchem, que nos constituem.

Isto é, para cada momento que experimentamos, cada pessoa que nos relacionamos, cada local que conhecemos, tecem sentimentos, sensações, valores, referências.

Com isso, o que fica em nós, em nossa memória, é aquilo que significa. O que foi valorizado e legitimizado por nós.

Essa memória dói quando, junto com ela, vem o vazio de não estar naquele completo contexto. Dói quando não estamos perto de quem amamos, dói quando passamos por processos de luto, dói quando vivemos em culturas diferentes das que nascemos, dói quando nos apegamos a sensações que não estão mais presentes.

A saudade existe quando atrelamos a certas memórias, emoções.

Alguns casos mais difíceis de saudades, demonstram que a pessoa pode ter dificuldade de compreender a necessidade de desapegar. Acabam vivendo o passado por toda a sua vida, sem virar a página, sem perceber que o presente está repleto de novas portas a serem abertas.

Casos assim, exigem um olhar para novos horizontes. Entender que a vida pede mudanças. Seguir em frente mesmo com o vazio que estamos sentindo – a vida e suas provações.

Em outros momentos, podemos sentir saudades por conta de uma culpa que criamos a partir de comportamentos, de instantes que não foram vivenciados da maneira que gostaríamos. Nesse tipo de saudades, de profundo pesar, o “se” aparece, não é? 

E “se” eu tivesse feito isso… e “se”eu tivesse feito aquilo.

É fácil nos torturarmos durante anos com o “se”, mas podemos optar em compreender que o que fizemos na época, era o que estava ao alcance, naquele momento.

Aconteceu o que tinha que acontecer.  Agora, aqui no presente, é hora de aprender as lições, subir o degrau da escada da evolução, aprender a como lidar com a saudade e seguir adiante.

 

Como lidar com a saudade e como ela pode se manifestar?

Como lidar com a saudade e como ela pode se manifestar

Foto: Kevin Bidwell – Pexels

“A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar.”

Rubem Alves

A saudade pode abrir largos sorrisos por tantas experiências boas vividas que ressoam ainda em nossas almas.

No entanto, a saudade, quando atrelada a emoções como tristeza, culpa, desilusão, nos deixa sensível para o aparecimento, inclusive, de alguns desequilíbrios físicos como:

  • Alergias, dores nas articulações, nas pernas e pés (dependendo da situação), entre outras.
  • Momentos de ansiedade e depressão também podem vir à tona. 

Somatizamos as emoções não resolvidas transformando, muitas vezes, em alguns distúrbios físicos.

Como afirma aquela frase: “o que você não resolve em sua mente, seu corpo converte em enfermidades”.

Sobre a temática, há alguns estudos e referências publicadas, um deles é o livro “A doença como linguagem da alma – os sintomas como oportunidades de desenvolvimento”, do psicoterapeuta Rudger Dahlke. Um conteúdo maravilhoso que trata das relações entre sentimentos, as doenças e os caminhos de aprendizagem. 

 

Como lidar com a saudade de alguém?

como lidar com a saudade e solidão?

Foto: Pexels – Cottobro

“Não se admire se um dia
Um beija-flor invadir
A porta da tua casa
Te der um beijo e partir
Fui eu que mandei o beijo
Que é pra matar meu desejo
Faz tempo que eu não te vejo
Ai que saudade d’ocê”

Vital Farias

Para lidar com a saudade, quando atreladas a emoções como a tristeza, culpa, existem algumas dicas:

 

Dica 1: Não reprima o sentimento, mas não fortaleça as baixas vibrações

Hawkins: escala da consciência e emoções

O melhor é perceber e aceitar a saudade, e tentar, aos poucos, torná-la cada vez mais suave. Importante direcionar o pensamento para aspectos de alegria e bem-estar pelos momentos vividos.

 

Dica 2: Gratidão pelas experiências vividas

como lidar com a saudade

Foto: Joshua Abner – Pexels

O hábito da gratidão transforma vidas, pode colaborar muito para amenizar o sentimento da saudades. Se focarmos apenas nas tristezas e desavenças será mais difícil aceitar as situações postas no dia-a-dia. Ter um olhar para a alegria, para o milagre da vida, torna nossos campos emocionais, mentais e vibracionais mais saudáveis.

 

Dica 3: Desapegue-se do sofrimento, tudo nessa vida é passageiro

como lidar com a saudade

Foto: picjumbo.com – Pexels

Se estiver com apego de algo que ficou no passado, tente compreender as mudanças da vida. Virar a página, abrir o olhar para novos horizontes e situações. Procure práticas que incentivem o estar presente, o aqui e agora.

 

Dica 4: confie na trama do Universo

Foto: Abhiram Prakash – Pexels

Tudo na vida tem um propósito, um tempo certo, uma ligação necessária. Confiar no caminho faz com que nos tornemos cada vez mais conscientes de nossas ações. Acontecimentos e pessoas passam pelo nosso caminho e nos trazem os aprendizados necessários para seguirmos no processo de evolução.

 

Dica 5: procure ajuda terapêutica

Foto: Matilda Wormwood – Pexels

Se estiver vivenciando emoções muito fortes, o ideal é procurar meios para que as energias possam ser equilibradas.

Há vários tipos de terapias holísticas e práticas integrativas que podem trazer entendimentos e conforto nesses instantes, como: Meditação Guiada, Reiki, Aromaterapia, Florais de Bach, Florais de Saint Germain etc.

Procure suporte emocional, nem tudo conseguimos resolver sozinhos (e tudo bem). 

Está com problemas relacionados a saudade?

Algumas práticas integrativas e complementares colaboram para amenizar a saudade. Trabalham um maior entendimento, confiança no processo, desapego do passado.

Vem experimentar! Atuo com sessões de Aromaterapia para Amenizar a Saudade (familiares, país, pessoas, animais).

Também Reiki, Meditação e Florais específicos para o sentimento de saudade em sessões online, confira!

Após uma conversa inicial é possível identificar os sentimentos atrelados e trabalhar as descobertas e processos de forma individual, cada um a seu tempo, com muita autogentileza e respeito. Se cuide, se ame!

4.7/5 - (9 votos)

Terapeuta Integrativa e Complementar • Terapia Reiki • Aromaterapia • Cromoterapia • Florais • Processos de Autoconhecimento e Desenvolvimento Humano

AGENDAR!

Atende online

Mais terapias de Denise Stacheski

  • Vale Presente – Aromaterapia, Florais de Bach, Florais de Saint Germain

    Online em Videochamada
    R$130,00
    Denise Stacheski
    (24)
    Terapeuta Certificado
  • Curso: 21 Dias – Práticas de Autoconhecimento e Autoestima

    Online
    R$340,00
    Denise Stacheski
    (24)
    Terapeuta Certificado
  • Reiki para Animais de Estimação – PETS

    Online
    R$70,00 Oferta!
    Denise Stacheski
    (24)
    Terapeuta Certificado
Ver Perfil de Terapeuta
As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.
Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!
Por InCuca