Como lidar com a Depressão com a Constelação Familiar

Veja as causas, sintomas e como é possível harmonizar.
como lidar com a depressão - constelacao familiar e as ligacoes com a familia

Olá, este artigo tem o objetivo de esclarecer as causas, sintomas, origens e como lidar com a depressão através da Constelação Familiar. 

Sou Adriana Lima, facilitadora em Constelação Sistêmica, reikiana, praticante de Barras de Access e taróloga. Atendo em São Paulo e à distância. Boa leitura!


 

Depressão: como identificar?

mulher chorando buscando como lidar com a depressão

Fotos: Unsplash e Freepik

Entende-se por depressão uma doença psiquiátrica crônica, onde a pessoa sente um forte estado de tristeza profunda, melancolia e desânimo por um tempo prolongado. É uma doença séria, onde a pessoa possui um transtorno mental, que quando não tratado a tempo pode levar à morte.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde),  a depressão está em 4º lugar entre as principais doenças da população. Estudos mostram que geralmente aparece no final da 3ª década da vida, entretanto não é uma regra, podendo começar em qualquer idade, inclusive é perceptível o acréscimo do número de crianças e adolescentes com depressão.

Atualmente atinge 20% das mulheres e 12% dos homens.  

A pessoa com depressão apresenta alterações funcionais no cérebro e devido à complexidade desta doença, o diagnóstico é clínico e deve ser feito por um médico.

  • Autodesvalorização;
  • Autocrítica;
  • Tristeza profunda e prolongada;
  • Sensação de inutilidade e de falta de merecimento;
  • Sentimentos de raiva, ansiedade e culpa;
  • Distúrbio no sono ou na alimentação;
  • Redução de interesse sexual;
  • Falta de interesse pelas atividades cotidianas como escovar os dentes, se alimentar ou se arrumar;
  • Oscilação de humor;
  • Falta de concentração;
  • Ideias de morte;
  • Pensamentos obsessivos ou que não condizem com a realidade;
  • Medo constante.

Vale ressaltar que uma pessoa com depressão, pode não apresentar todos os sintomas relatados acima, por isso a necessidade de uma avaliação especializada e detalhada.

 

O que causa Depressão na visão sistêmica

O que causa Depressão na visão sistêmica

As Constelações Sistêmicas surgiram na Alemanha pelo terapeuta Bert Hellinger há pouco mais de 30 anos.

É um método terapêutico sensorial que verifica as dinâmicas ocultas que ocorrem dentro de um sistema.

A sessão de Constelação Familiar Sistêmica não tem o objetivo de dar diagnóstico para as doenças, mas contribuir para o aumento das possibilidades de tratamento, pois olha com profundidade o que há por trás dos sintomas.

Considera que eles não pertencem a um único indivíduo e sim a todo o sistema familiar e pode estar sendo vivido por muitas gerações.

 

A Depressão e o Sistema Familiar

A Depressão e o Sistema Familiar

Faz parte do nosso sistema familiar todos os membros da nossa família, incluindo nossos antepassados, nossos pais, avós, bisavós, trisavós.

Ao nascermos, herdamos um rico patrimônio genético e também as crenças e comportamentos do nosso sistema familiar. Logo, somos cinquenta por cento do nosso pai e a outra metade da nossa mãe.

Essas crenças e comportamentos herdados dos nossos ancestrais possuem uma forte influência na nossa vida. Dada a razão que muitas poderão ser as causas da depressão. 

É necessário que entendamos em qual o contexto se iniciou, o que está no entorno deste sistema, o que foi vivido nas gerações anteriores e entender qual foi o vínculo gerado no sintoma, se é da mãe ou do pai.

O que este sintoma me conta sobre o sistema? 

Quais foram as perdas que ocorreram, as exclusões ocorridas, os segredos guardados por gerações e as dores vividas por eles.

A Constelação vai ampliar a visão sobre estas questões, se aprofundar e olhar para o que não queremos ver ou não conseguimos enxergar.

 

A lealdade Sistêmica

A lealdade Sistêmica

Segundo Bert Hellinger, a lealdade é um vínculo profundo que temos com o nossos sistema familiar. Ela existe e atua de forma inconsciente.

Por lealdade ao nosso sistema familiar, os descendentes carregam e tomam para si sofrimentos ou sentimentos de culpa vividos por seus antecessores: bisavós, avós, pais.

A repetição de padrões de comportamentos daqueles que vieram antes de nós, também é uma das maneiras de demonstrar nossa lealdade. 

Através da repetição do que eles viveram, honramos estes membros sofrendo como eles sofreram, seja sendo privados de algo, rejeitados, excluídos, vivemos e sentimos o que sentiram, ou seja, não nos permitirmos “agir” de forma diferente do que fizeram no passado.

É como se um dos membros dissesse “Eu vivo o que você viveu e sofro no seu lugar”.

 

Como começa a depressão?

Como começa a depressão

Muitas vezes a Depressão se manifesta:

  • Após a perda de um ente querido;
  • Após o fim de um relacionamento afetivo ou amoroso;
  • Alguma mudança indesejada na vida pessoal ou profissional;
  • Não aceitação de um fato;
  • Aparecimento de alguma doença na família com alguém muito próximo ou com o próprio indivíduo;
  • Perda de algum bem material;
  • Por se sentir culpado ou estar infeliz em relação a algo.

Você se identifica? Podemos trabalhar estas questões juntos! Você não está só.

Agende comigo sua sessão de Constelação Sistêmica para lidar com a Depressão (online ou presencial em São Paulo).

 

Dicas de como lidar com a Depressão segundo a Constelação Familiar

como lidar com a depressão

O primeiro círculo de amor começa com o amor recíproco de nossos pais. Foi deste amor que nascemos. Eles nos geraram e nos acolhemos como seus filhos. Este amor é a condição para todas as outras formas de amor.

Este homem e esta mulher lhe deram o bem mais precioso que é a “Vida”, o bem mais sagrado. Quando somos gratos pela vida que recebemos, vivemos este sagrado e nos conectamos com a nossa essência.

Reconhecer, aceitar e honrar nossos pais como eles são, sem julgá-los pelos erros cometidos ou pelo que julgamos não termos recebidos podemos dizer:

“Sim, vocês são os meus pais. Tudo o que esteve em você está em mim também. Reconheço-os como pais e aceito as consequências disto. Fico com a parte boa do que me deram e deixo-lhes a tarefa de enfrentar os destinos de vocês como bem entenderem”. 

Quando não aceitamos nossa origem, negamos quem somos e nos sentimos incompletos e vazios, pratique o autoamor e o autoperdão com você mesmo!

Aceite o passado, ressignifique sua forma de vê-lo e olhe para o seu destino através de um olhar de compaixão, amor e compreensão.

Bert Hellinger nos convida para a reflexão da Aceitação e Concordância do nosso destino. 

“Aceitar e concordar com as coisas como elas são sem tentar modificá-la, é ter a consciência de que o passado não pode ser modificado, mas o futuro pode ganhar um novo significado quando olhado com amor e compreensão.”

 

A Constelação para Depressão

como lidar com a Depressão segundo a Constelação Familiar

A terapia sistêmica complementa o tratamento tradicional. Em nenhum momento é descartado o uso de medicamentos indicados pelo seu médico!

Juntos, vamos acessar, ressignificar e harmonizar todas as relações envolvidas para lidar com a Depressão e poder seguir um futuro mais leve. Alguns benefícios da Constelação Familiar para Depressão são:

  • Rompimento dos padrões de comportamentos herdados do nosso sistema familiar;
  • Nos dá a clareza de perceber se estamos no lugar certo na nossa família;
  • Ajuda a identificar emaranhamentos ocultos no nosso sistema familiar, dentre outros.

Curtiu o artigo? Deseja experimentar uma vivência em Constelação Familiar?

Ficarei feliz em contribuir para o seu autoconhecimento!

Agende comigo sua sessão de Constelação Sistêmica para lidar com a Depressão (online ou em São Paulo).

Formada em ADM de Empresa, Pós Graduada em Auditoria, especializações em TI e empreendedorismo. Proprietária do Brechó Peguei Moda Consciente ® e do Espelho Meu Espaço Terapêutico. Sou Espírita, Praticante de Barras de Access®, Consteladora Sistêmica e Tarologa.

AGENDAR!

Atende online
Presencial em São Paulo - SP

Agende uma sessão de Constelação Familiar!

Cuide da saúde com ajuda dos Terapeutas Guia da Alma.