Carregando.
Aproveite a pausa e respire fundo!

Este tema não está exatamente dentro da área de cobertura do Guia da Alma, mas também está de certo modo, e ao longo do texto explicarei melhor como um assunto tão polêmico se encaixa nos nossos conteúdos. A motivação para escrever sobre a existência de extraterrestres veio ao assistir pela oitava vez as reportagens sobre os agroglifos encontrados em Ipuaçu – SC, e curiosamente pela segunda vez em Prudentópolis – PR.

Agroglifos são desenhos que aparecem nas lavouras e plantações, em vários países, desde a década de 70. Ninguém sabe dizer ao certo quem os faz, apenas sabem que eles “aparecem” e são feitos com medidas exatas, dobras na vegetação e desenhos muito bonitos – alguns intrigantes de tão complexos.

Cientistas mais céticos afirmam que estes desenhos são feitos por humanos. Os ufólogos também consideram esta possibilidade, porém o foco das investigações está em descobrir como as formas aparecem do nada e modificam o comportamento da natureza dentro dos ciclos. Há grandes indícios de ser obra não-humana. A ufologia não é considerada ciência, mas para chegar as conclusões sobre os fenômenos estudados utiliza as tecnologias e análises das demais ciências; astrofísica, geobiologia, microbiologia, química, eletromagnetismo e etc….

Até outubro de 2008 não havia  registro desse fenômeno no Brasil. Foi neste ano que ocorreu a primeira aparição na cidade de Ipuaçu – SC e, desde então tem acontecido todos os anos, sempre no período de outubro a novembro. Em 2015  e 2016 apareceu também em Prudentópolis – PR.

A instituição mais gabaritada para falar sobre o assunto é a Revista UFO, editada por A. J. Gevaerd. Foi a 1ª revista de ufologia do planeta e conta com quase 30 anos de pesquisas científicas a respeito do tema.

“Até hoje não se encontrou uma explicação para as figuras surgirem sempre ali e sempre nestes dias do ano. O que se sabe ao certo, sem a menor sombra de dúvida, é que são imagens construídas por alguma forma de inteligência não-humana, não-terrestre.” Revista UFO

agroglifo-ipuacu-revista-ufo

Imagem aérea de um dos agroglifos de Ipuaçu de 2014 . Crédito: Revista UFO

 

Queremos esclarecer que nem a revista UFO afirma com certeza, ou possui provas, que os agroglifos são feitos por extraterrestres. Muito menos nós arriscamos dizer isso! O que se sabe pelas evidências encontradas em pesquisas metodicamente repetidas é que não seria possível ser obra de um homem, ou dois…

Quando ufólogos e pesquisadores são avisados sobre o aparecimento dos círculos, eles se direcionam o mais rápido possível para o local e iniciam as coletas de praxe, que incluem: recolher sementes e plantas da área  afetada, medições do campo eletromagnético, condições das sementes, medidas e diagramação do desenho.

Em Ipuaçu, ano após ano os resultados se repetem: a impossibilidade dos agroglifos terem sido feitos com tecnologia humana. E por que?

  • As dobras nos caules das plantas passam por um processo de cicatrização, ou seja, não ficam quebradas, nem desidratadas (como seria normal);
  • O campo eletromagnético dentro do círculo é totalmente diferente do resto da lavoura. Geralmente afeta o sinal de celular;
  • No ano passado constatou-se que as sementes estavam estéreis.

Todas essas alterações ocorreram instantaneamente – é o que se supõe! E o ser humano não possui tecnologia tão avançada para conseguir tal domínio sobre a natureza.

Passada a introdução ufológica, vamos a pergunta óbvia:

 

Se não foi feito por nós, foi feito por quem?

Como não há provas, apenas evidências, os ufólogos lançam a hipótese de que estes agroglifos são mensagens em forma de símbolos – códigos deixados por seres de outros lugares do universo.

Sabemos que as pesquisas sobre estes fenômenos são feitas em sua grande maioria por cientistas independente. De outro lado, são feitas pelas forças armadas dos diversos países.

A NASA, que é a maior agência de pesquisa espacial, começou a sinalizar nos últimos anos a possibilidade de contato com seres extraterrenos, porém sempre com a esperança de descobertas no futuro e no espaço lá fora. Ou seja, é uma grande ironia a “ciência oficial” negar-se a pesquisar algo que está pipocando.

“Está no nosso alcance chegar a uma descoberta que vai mudar o mundo para sempre”. “Penso que, dentro de 20 anos, descobriremos que não estamos sozinhos no universo”, afirmou o astronauta Kevin Hand, que acredita que Europa, um dos satélites de Júpiter, pode abrigar vida.” James Webb, NASA

 

Mas onde entra o Guia da Alma nessa história toda?

Nós temos como missão trazer assuntos que instiguem a expansão de consciência: a abertura mental para o despertar individual. E como seres despertos que almejamos nos tornar, é primordial estudar ou pelo menos estar aberto a vários assuntos e pontos de vista.

Consideramos que este é um assunto que merece atenção. Não temos o intuito de levantar teorias conspiracionistas ou discutir políticas de defesa espacial. A nossa real intenção é expor a existência desses fenômenos no estado de Santa Catarina. E trazer esta reflexão: o caminho do autoconhecimento e o despertar interior trazem a tona as verdades individuais, contudo, é interessante abrir os olhos para as “verdades” coletivas.

 

Mandalas Extraterrestres

Para quem ficou curioso sobre os desenhos, indico a pesquisa pelo nome Janosh Art. Este artista conta sua história e divulga os desenhos de agroglifos desde 2003.

Ele começou a ter “visões interiores” de formas tridimensionais transparentes e coloridas e sentiu que deveria reproduzi-las. Depois descobriu que se tratavam dos círculos nas plantações. Após terminar a reprodução das formas ele passou a ser contactado por um Amparador/Guia Espiritual que se identificou como Saie, uma consciência do planeta Arcturus.

A missão de Saie é transmitir a todos nós do planeta Terra estes símbolos que reproduzem grande quantidade de informação pela Geometria Sagrada. Além da forma, Janosh também recebeu a mensagem correspondente a cada geometria: elas são mandalas de cura para diversos aspectos da consciência, possuem um nome e a indicação para que serve. A simples visualização da mandala possibilita o alcance da vibração do símbolo.

mandala-amor-proprio-agroglifo-janosh

Mandala do Amor próprio, por Janosh Art.

 

A Alma é eterna, o corpo temporário

Para incrementar um pouco mais gostaria de comentar sobre o livro Os Exilados de Capela, de Edgard Armond. Esta obra afirma que um grupo de consciências do quarto planeta, na órbita da estrela Capella, Constelação do Cocheiro, não estava acompanhando a evolução moral daquela civilização e, como solução, foram enviados para a Terra. Eles teriam sido os habitantes do Continente Atlântico, há 65 milhões de anos. A cidade de Atlântida afundou, mas estes seres continuaram a reencarnar aqui. Estes espíritos eram muito avançados intelectualmente e foram responsáveis por obras como as pirâmides do Egito e as edificações Maias.

Se o que está escrito neste livro for verdade, então em tese, podemos ser todos espíritos extraterrestres encarnados no corpo humano?

Se este artigo deu um nó nos seus neurônios, está no momento de fazer a pergunta de novo: será que estamos sozinhos no universo?

capella-sol-galaxia-universo

Comparação entre tamanho de estrelas: Sol (sun) e Capella

 

O vídeo abaixo é um recorte do documentário Thrive, que aborda a questão da ufologia de maneira muito mais ampla. Este trecho faz um experimento interessante: transforma os desenhos dos agroglifos em estruturas 3D, propondo que eles são apenas representações gráficas de movimentos contínuos, relacionados à geração livre de energia. O vídeo é em inglês, e você pode ativar as legendas em português no canto inferior direito do player.

 

Para fechar com chave de ouro este artigo vou deixar aqui a indicação do documentário “Círculos” que foi ao ar no History Channel em novembro de 2016. O filme foi produzido pela Novelo Filmes de Florianópolis, com direção de Cíntia Bittar e produção de Ana Paula Mendes. Este recorte na matéria do Clicrbs conta um pouquinho do que você pode encontrar na produção:

“Primeiro documentário de longa-metragem sobre o surgimento de agroglifos no Brasil, Círculos acompanha a rotina dos habitantes de Ipuaçu e as investigações do editor-chefe da revista UFO, Ademar Gevaerd. Com 75 minutos de duração, a produção traz depoimentos de moradores como Marco Tonin, operador de máquinas de agricultura que foi o primeiro a chegar no agroglifo de 2015 em Ipuaçu, Genuíno Begnini, padre da região que afirma já ter visto ovnis e Seu Valdemar, o dono da propriedade. As diversas teorias colaboram para que a narrativa tenha um quê de suspense e humor.” Veja alguns trechos:

 

Agradecemos a leitura deste artigo atípico e convidamos você a deixar um comentário: o que acha de todas essas informações?

Dê uma nota!

Dayane Oliveira

Dayane é geminiana com ascendente em escorpião, tem alma 8 e missão de vida 6. Nasceu em 1985 em São Simão interior de Goiás. É licenciada em Educação Física, atualmente funcionária publica e se dedica ao estudo da Numerologia Pitagórica a mais de 12 anos. Gosta de escrever e fazer a análise da Numerologia Sistêmica. Se define como: "Sou alguém que encontra satisfação na busca de conhecimento, estudar e compartilhar o que vou descobrindo me deixa bem feliz e assim encontro mais sentido na existência."

Deixe seu comentário e contribua com a troca

O Guia da Alma é o Portal que conecta pessoas e Terapeutas para uma vida mais leve com Terapia Holística e Integrativa online ou presencial em todo Brasil!

Descubra também o Autoconhecimento, Espiritualidade e Bem-estar no conteúdo original do nosso blog!

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdo para a sua evolução de consciência.

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!