Tratamento natural para Fibromialgia: 5 dicas que vivenciei!

Veja formas de superar a dor e viver com bem-estar.
mulher em campo de girassois: foto conceitual para tratamento natural para fibromialgia

Sempre que comento que tive fibromialgia, as pessoas têm uma reação de surpresa, já que aparento ser perfeitamente saudável e feliz… e sou! 

Foi um longo processo de cura, perseguido com determinação durante anos. 

Hoje vivo sem crises, sem remédios, e amo contar esta história para que outras pessoas saibam que é possível viver sem dor. 

Sou Kathia Morini, terapeuta para Bem-estar, equilíbrio e paz no coração com Florais, Astrologia e Barras de Access. E neste artigo vou te mostrar possibilidades de tratamento natural para Fibromialgia, com base em minha experiência e no que funcionou para mim!


 

O que é Fibromialgia?

tratamento natural para Fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome de dor crônica e constante que se manifesta no corpo todo, principalmente na musculatura, tendões e articulações.  Geralmente vem acompanhada de fadiga (cansaço) e sono superficial (a pessoa acorda cansada). 

Outros sintomas podem ser alterações de memória e atenção, ansiedade e, em cerca 50% dos casos, os pacientes apresentam depressão. 

Segundo as estimativas, atinge cerca de 3% da população, e de cada 10 pacientes, entre 7 e 9 são mulheres adultas, porém não se sabe o motivo pelo qual os homens são menos afetados. 

 

Fibromialgia: causas

mulher com dores em busca de tratamento natural para fibromialgia

Apesar das causas da doença serem desconhecidas, atualmente existe o consenso de que é uma doença real, pois por muito tempo foi considerada apenas uma somatização. 

A maior parte dos especialistas diz que o problema está no sistema nervoso central. A dor é um mecanismo de defesa do corpo que serve para nos avisar quando devemos nos afastar de algum perigo, mas pessoas com fibromialgia parecem ter esse mecanismo desequilibrado, emitindo um sinal permanente de dor. 

Uma pesquisa realizada em 2018 descobriu evidências de uma inflamação no cérebro de pacientes com fibromialgia, sensibilizando as vias da dor e contribuindo para sintomas como a fadiga*.

Sabe-se que existe um gatilho emocional para que a fibromialgia se instale. No meu caso, comecei a sentir dores fortes após o divórcio, porém, acredito que a doença foi se desenvolvendo ao longo dos anos. 

Do meu ponto de vista, a fibromialgia é causada por um estado de estresse psicológico constante e prolongado que vai alterando a bioquímica do corpo.

Note que este estresse não tem necessariamente uma correspondência no mundo externo, pode ser que a vida seja boa e mesmo assim, a pessoa tenha um estado interno de angústia. 

À medida em que passei por terapias e processos de autoconhecimento, percebi que meu padrão de pensamentos gerava um estado emocional de alta ansiedade e medo.

Parecia que os desafios da vida cotidiana eram grandes demais para mim. 

Meu cérebro entendia que estava sob constante perigo, o corpo foi absorvendo esse comando, até instalar um comando de alerta perene, sem saber mais como entrar em estado de relaxamento.

(*) Daniel S. Albrecht, PhD, pós-doutorando no Departamento de Radiologia do Hospital Geral de Massachusetts, e Harvard Medical School, Boston, e colegas, juntou-se a uma equipe de pesquisa liderada por Anton Forsberg, PhD, do Departamento de Neurociência Clínica no Instituto Karolinska, em Estocolmo, Suécia. Os resultados foram publicados no dia 14 de setembro de 2018 na revista Brain, Behavior, and Immunity.

 

Como identificar Fibromialgia? Sintomas

tratamento natural para Fibromialgia

Quando comecei a sentir os primeiros sintomas, há 20 anos, a fibromialgia era desconhecida, e passei alguns anos sem diagnóstico nem tratamento, o que foi agravando o caso. 

A pessoa pode facilmente confundir a fibromialgia com uma dor na coluna. Durante as crises, eu tive muitas vezes inflamação do nervo ciático, o que me impedia de caminhar; outras vezes, sentia como se houvesse um nervo inflamado pinçando a coluna. 

Por isso, é importante saber que, na medicina tradicional, os especialistas são reumatologistas. O diagnóstico é clínico, ou seja, não existem exames que possam comprovar que a pessoa sofre da doença.

O diagnóstico baseia-se em critérios como:

  • Tempo que o paciente sente dor: se a dor for constante e por um período prolongado – mais de 3 meses; 
  • Presença de pontos dolorosos na musculatura (análise de 18 pontos em diversas partes do corpo);
  • A dor é sentida “na musculatura” ou “na carne” ou ao redor das articulações;
  • Fadiga;
  • Sono superficial e não reparador.

Além disso, o paciente pode apresentar outros sintomas:

  • Transtornos de ansiedade;
  • Rigidez corporal;
  • Falta de disposição e energia;
  • Problemas gastrointestinais;
  • Dor de cabeça;
  • Pode estar ou não associada a outras doenças reumatológicas ou à depressão.  

Por conta da dor aguda constante e da má qualidade do sono, a doença pode trazer dificuldade em lidar com as atividades diárias, afetando o trabalho, a capacidade de se exercitar, até mesmo a vida social e sexual.

 

A Fibromialgia emocional

Apesar de existirem fatores bioquímicos para a dor, percebi que ela aumentava na presença de alguns fatores:

  • Estado mental: preocupação e pensamentos negativos;
  • Estado emocional: traumas, tristeza, estresse, ansiedade, sensação de sobrecarga; 
  • Alimentação: ingestão de açúcares e carboidratos simples, que favorecem as inflamações;
  • Falta de atividade física;
  • Frio

 

Fibromialgia tem cura?

tratamento natural para Fibromialgia

A medicina tradicional diz que não tem cura. Porém, há especialistas que afirmam ter tratado casos com sucesso. 

Pessoalmente, tenho convicção de que a cura é possível, já que sou a prova viva disso. 

Porém, é preciso que a pessoa esteja disposta a passar por um processo de autoconhecimento: repensar crenças, revisar pontos de vista, abandonar os pensamentos negativos, o autojulgamento e o medo. 

Ao abandonar a antiga máscara, os antigos hábitos, e renascer, poderá experimentar a cura.

Não existe remédio milagroso.

No processo, você vai entender que a doença é só um alerta indicando a necessidade de mudança.

Aceite o desafio, transforme-se e veja a magia acontecer no seu corpo e na sua vida. 

 

Tratamento convencional versus tratamento integrativo para Fibromialgia

O tratamento convencional foca em aliviar os sintomas e, para isso, vai indicar antidepressivos, atividade física e acompanhamento psicológico. 

Dependendo da intensidade da dor, o médico irá prescrever algum analgésico ou anti-inflamatório. Porém, tomar remédio a longo prazo pode causar danos colaterais.

Evite os anti-inflamatórios e corticoides sempre que puder. 

Alguns médicos indicam a associação com outras terapias, como fisioterapia ou acupuntura

Uma questão bem importante é atuar na qualidade do sono: se você dorme mal, a dor se agrava, criando um ciclo negativo. Se você decidir se tratar com um médico, pergunte como cuidar desta questão.

 

5 tipos de tratamento natural para Fibromialgia

tratamento natural para Fibromialgia

Ficou interessada(o) em saber como um tratamento natural de fibromialgia pode ajudar você a vencer a dor e viver feliz? Aqui estão algumas práticas complementares ao tratamento convencional que funcionaram para mim: 

 

1. Meditação para Fibromialgia

É essencial já que acalma a mente, colabora para relaxar o corpo, melhora a qualidade do sono, a consciência respiratória, o foco e a concentração, só para citar alguns benefícios.

Existem inúmeras maneiras de aprender a meditar, desde aulas gratuitas on line ou aplicativos até jornadas imersivas presenciais, escolha a sua!

 

2. Ter Estado de Presença

É a capacidade de viver plenamente o momento presente. O segredo é colocar todo o seu foco e consciência nos cinco sentidos e na respiração.

Para saber mais e aprender a praticar, recomendo o livro “O Poder do Agora”, de Eckhart Tolle.

 

3. Atividade física e Exercícios para Fibromialgia

Faça alguma atividade aeróbica – hidroginástica ou natação são ideais. No mínimo, faça caminhadas diárias de 30 minutos.

Eu sei que o corpo pesa como se carregasse sacos de batatas, porém seu organismo vai se habituar e a dor vai diminuir depois de um ou dois meses, não desista.

 

4. Terapias corporais

Fisioterapia, shiatsu e Rolfing são ótimos. A terapia corporal que mais funcionou para mim é o Método Romanowski, tive grande liberação emocional e alívio da dor já na primeira sessão. 

 

5. Meu método de tratamento natural para Fibromialgia

kathia morini - terapia e tratamento natural para fibromialgia

Terapeuta Kathia Morini

O objetivo do tratamento natural para fibromialgia é resgatar o seu equilíbrio natural para viver com mais leveza, alegria e paz no coração.

Na primeira consulta, faremos uma avaliação aprofundada, considerando experiências do cotidiano, ancestralidade e propósito de vida.

A partir daí, vou indicar um tratamento personalizado para o seu momento de vida, incluindo meditações, exercícios, florais, técnicas de relaxamento e ferramentas para dissolver as crenças, traumas e bloqueios que estão te limitando.

Através desta jornada de transformação, você terá mais clareza dos gatilhos da doença, irá instalar novos hábitos, trabalhar a gratidão e o merecimento, se ser sentir menos tensa, mais energizada e equilibrada.

Quer saber mais? Agende uma orientação terapêutica GRATUITA sobre Fibromialgia.

Será um prazer te conhecer!

Bem-estar, equilíbrio e paz no coração | Florais, Astrologia e Barras de Access®

AGENDAR!

Atende online
Presencial em São Paulo - SP