Carregando.
Aproveite a pausa e respire fundo!

As Runas Nórdicas são o caminho das pedras para o autoconhecimento e conexão espiritual. Com origem na mitologia dos antigos vikings, elas são uma ponte de conexão com as deusas e deuses desta cultura.

Neste artigo vou te mostrar a origem das Runas, seus significados, e como funciona uma sessão com jogo de Runas!

Sou Wofiira Morrigan, sacerdotisa e orientadora espiritual com runas nórdicas. Agende comigo uma sessão de aconselhamento espiritual com as Runas Nórdicas, online ou presencial em Brasília – DF.


Mitologia e cultura Nórdicas

gif seriado vikingsNos últimos anos, a mitologia e cultura nórdicas foram trazidas novamente a público, virando assunto até entre os mais céticos. Muitos foram os livros, séries e filmes em que vikings e Deuses se tornaram heróis e personagens de histórias épicas.

O estilo de vida nórdico, com aspectos como a destreza para a batalha e as relações entre os clãs, exaltaram as características dos povos ancestrais que habitaram, principalmente, as regiões da Noruega, Finlândia, Suécia e Islândia.

Da mesma forma, as Runas Nórdicas – a princípio, vistas apenas como o antigo alfabeto nórdico – caíram no gosto popular, e inúmeros aplicativos prometendo escrever frases rúnicas apareceram da noite para o dia.

Mas, em meio a toda essa popularidade, será que estamos vendo mesmo um renascimento da antiga cultura nórdica, principalmente por meio dos mistérios e simbolismos das Runas Nórdicas?

A cosmologia nórdica

Antes de falarmos sobre as Runas Nórdicas (também chamadas de Runas de Odin), é preciso apreender um pouco da cosmologia nórdica.

O caminho rúnico traça uma relação direta com o panteão, as relações entre os Deuses e a concepção nórdica a respeito da criação do Universo e do surgimento da espécie humana.

Para os antigos povos nórdicos, o Universo tinha o formato de uma grande árvore frondosa, chamada Yggdrasil, cuja tradução é “cavalo de Odin”. O Cosmos era, pois, visto como uma figura tridimensional composta por nove mundos, sustentados pela grande Yggdrasil.

Esses nove mundos – que podem ser vistos como nove dimensões – interrelacionavam-se e eram habitados por diversos seres, criados a partir da junção dos elementos de Muspelheim, o mundo de fogo, e Nifelheim, o mundo de gelo.

Yggdrasil na cultura nórdica

Yggdrasil: o universo nórdico e suas 9 dimensões

Os Deuses que habitavam Yggdrasil distinguiam-se por suas principais características: de um lado, habitando o mundo de Vanaheim, estavam os Deuses Vanir e as suas virtudes voltadas à agricultura e às artes; de outro, povoando o mundo de Asgard, estavam os Deuses Aesir, guerreiros dedicados à proteção e à batalha.

Segundo a mitologia, as duas raças de Deuses conviviam pacificamente por meio de acordos de paz, que os mantinha em cooperação para governar sobre todos os outros mundos, em especial Midgard – a terra onde nós, seres humanos, habitamos.

Heimdall (Deus guardião) e Odin (grande Deus)

O caminho entre Asgard e Midgard é feito por Bifrost, a ponte do arco-íris, guardada pelo Deus Heimdall, que será responsável por julgar se realizamos o nosso propósito da vida encarnada, e se fomos capazes de espelharmos os ensinamentos, as virtudes e atitudes éticas que nos levam à ascensão espiritual.

Para que isso seja possível, o grande Deus Odin deu à humanidade o código de conexão com os preceitos divinos: o alfabeto rúnico.

O Alfabeto rúnico

Dentro da mitologia nórdica, as runas têm destaque próprio, pois são elas que contam a história da criação dos Deuses e de tudo o que conhecemos hoje.

O Alfabeto Rúnico, chamado Futhark na língua germânica antiga, é composto originalmente por 24 runas e é dividido em três Aett (palavra que significa família, tribo ou clã), cada um contendo oito símbolos ou caracteres denominados Aettir.

futhark alfabeto rúnico

Futhark – Alfabeto rúnico

Aett: divindades e significados das Runas Nórdicas

Cada Aett compartilha de características específicas e é regido por uma Deusa e um Deus.

É importante ver as runas não apenas como um alfabeto ou um oráculo, mas como um caminho progressivo e consistente, que se relaciona tanto aos mitos de criação nórdicos, quanto à narrativa do final dos tempos – o tão falado Ragnarök.

Para além disso, as runas descrevem formas de conduta ética e moral, e são um código para o entendimento dos mistérios da vida.

Primeiro Aett

Frey Freyja deuses nórdicos

Frey e Freyja

O primeiro Aett é regido por Frey e Freyja, os irmãos gêmeos advindos da raça Vanir, Deuses da fertilidade.

As primeiras oito runas do alfabeto traduzem os assuntos materiais e definem o que o buscador deve adquirir em sua jornada: Fehu, Uruz, Thurisaz, Ansuz, Raidho, Kenaz, Gebo e Wunjo.

futhark-alfabeto-runico-frey-primeiro-aett

Primeiro Aett

A partir do contato com o primeiro Aett, conhecemos a história da criação do Universo, aprendemos sobre a nossa vida encarnada e a constituição do primeiro clã humano.

Segundo Aett

O segundo Aett, regido pelos Deuses guardiões Heimdall e Modgud, revela os assuntos emocionais (os conflitos subjetivos), os desafios enfrentados para a sobrevivência e os caminhos para a vitória.

As runas que o compõem são Hagalaz, Nauthiz, Isa, Jera, Eihwaz, Perthro, Algiz e Sowilo.

futhark-alfabeto-runico-Heimdall-segundo-aett

Segundo Aett

Terceito Aett

O terceiro (e último) Aett, regido pelas divindades ancestrais Tyr e Ziza, nos remete a assuntos da nossa natureza mental e espiritual, revelando-nos a jornada final – transitando por aquilo que nos define enquanto seres divinos – para alcançar a ascensão.

As runas que compõem o terceiro Aett e nos mostram, enfim, o nosso grande objetivo na jornada de ascensão espiritual, são Tiwaz, Berkana, Ehwaz, Mannaz, Laguz, Ingwaz, Othala e Dagaz.

futhark-alfabeto-runico-Tyr-terceiro-aett

Terceiro Aett

O Jogo das Runas Nórdicas

A compreensão de todos os aspectos e significados do alfabeto rúnico requer alguns anos de estudo e vivência.

Mas se você pretende descobrir como esses símbolos ancestrais podem guiá-lo(a) no seu caminho de evolução espiritual e autoconhecimento, a forma mais simples é entrar em contato com alguém que possa traduzir os símbolos e transmitir as orientações das runas para você.

Entre em contato comigo para uma sessão de Aconselhamento Espiritual com as Runas Nórdicas! Online ou presencial em Brasília – DF.

Como funciona a consulta com Runas Nórdicas?

consulta com runas nórdicas

Toda consulta parte de uma situação identificada – bons runólogos terão interesse em conhecer todos os aspectos envolvidos na situação apresentada, a fim de oferecer orientações abrangentes e fidedignas – e uma questão que é formulada pelo consulente.

A formulação pontual da pergunta a ser apresentada às runas é de suma importância, e dela dependerá a legitimidade das informações, bem como, as possíveis respostas advindas do jogo.

Por isso, peça à pessoa que fará a sua consulta que auxilie na formulação da sua pergunta (ou perguntas), de forma que seja feita com clareza, sem contextos dúbios ou qualquer incoerência.

Runas Nórdicas: Jogo das três Nornes

jogar runas nórdicas

O estilo de consulta mais utilizado atualmente é o jogo das três Nornes, as Deusas nórdicas do destino.

Três runas são escolhidas pelo consulente, que representarão aspectos envolvidos na sua pergunta: Urd (o passado, o que determinou a situação), Verdandi (o presente, como a situação está se desenrolando no tempo atual) e Skuld (o futuro, as possibilidades de resolução da situação).

É possível acrescentar ao jogo das Nornes mais duas runas: acima das três pedras principais, uma runa que versará sobre os aspectos visíveis (ou conscientes) a respeito da situação do consulente; abaixo, os aspectos invisíveis (ou inconscientes) da questão.

A maioria das pessoas se sente satisfeita com as informações dadas pelo simbolismo do jogo com as cinco runas, pois esta consulta aparentemente simples traz orientações amplas a respeito da situação apresentada.

Um aviso, no entanto: como qualquer oráculo, as runas apontam os caminhos – o Wyrd, a linha do destino traçada pela divindade – a partir de uma situação já estabelecida e que traz em si possibilidades de resolução, mas caberá a quem recebe as informações fazer a sua jornada.

Runas Nórdicas: o caminho das pedras para o autoconhecimento e conexão espiritual

peças e pedras de runas nórdicas

Alguns benefícios de um atendimento profissional com as runas nórdicas:

  • Entendimento dos aspectos envolvidos na situação e suas possibilidades de ação;
  • Autoconhecimento por meio do simbolismo das runas e da mitologia nórdica;
  • Compreensão das implicações das suas escolhas;
  • Orientações claras sobre como você poderá atuar na situação e quais são as perspectivas futuras.

Aventure-se pelos símbolos e mistérios do caminho rúnico, mas tenha sempre em mente sua responsabilidade na sua jornada de evolução espiritual – única, pessoal e intransferível – para que possa chegar a Heimdall com a consciência de ter encontrado seu propósito.

Conte sempre com as Runas Nórdicas, o conhecimento antigo que lhe possibilitará um contato com as dimensões mais profundas do seu Ser.

Vamos jogar Runas?

Sou Wofiira Morrigan, sacerdotisa e orientadora espiritual.
Agende seu horário de Aconselhamento Espiritual com as Runas Nórdicas online!

Runas Nórdicas: significado e conexão com os Deuses Vikings!
5 (100%) 3 votos

Wofiira Morrigan

Aconselhamento espiritual com as runas nórdicas, Orientação Espiritual e grupos de Sagrado Feminino. Entre em contato comigo, online ou presencial em Brasília - DF!

Deixe seu comentário e contribua com a troca

O Guia da Alma é o Portal que conecta pessoas e Terapeutas para uma vida mais leve com Terapia Holística e Integrativa online ou presencial em todo Brasil!

Descubra também o Autoconhecimento, Espiritualidade e Bem-estar no conteúdo original do nosso blog!

Receba o Guia da Alma no seu e-mail!

Conteúdo para a sua evolução de consciência.

As Terapias Holísticas e Integrativas são complementares à medicina alopática, e não devem substituir nenhuma consulta e/ou tratamento médico.
Atenção: este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida.
Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.

Política de Privacidade | Termos de Uso
Copyright © 2018 Guia da Alma. Todos os direitos reservados.
Feito com Luz e Amor em Florianópolis!